Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. Rubem, boa noite, peguei carona na sua resposta e gostei muito da sua analise e fiquei curioso pra saber como você sabe ou obtem esse calculo da perda x distancia ? Tem algum lugar aonde leio sobre potencia correta pra distancia ? por que analisando as contas por ex: em uma distancia de 1km nao precisaria por ex por 20dbm em uma nano loco + o dbm da antena dela certo ? obrigado desde já querido.

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Em 7,3 km o sinal cai 125dBm.
    Em 10,5 km o sinal cai 128dBm.

    Em MCS12 o SXT Lite5 deve ter uns 22dBm de potência.
    Já que tem antena de 16dBi, 22dBm + 16dBi = 38dBm EIRP.

    38dBm EIRP - 125dBm de queda = 38-125 = -87dBm
    Como no outro lado tem antena de 16dBi de GANHO, aumenta o sinal em 16dBm.
    -87 + 16 = -71dbm de sinal

    É sinal bom apenas pra MCS11 nessa distância. Mas eu usaria MCS10 fixo nos 2 lados (Obviamente N-only. Não tem nenhum motivo pra usar aquela velharia ridícula, que é o modo A de 1999, em equipamento recente).
    MCS10 em 20MHz vai trafegar na real uns 20Mbps se tiver zona de fresnel limpa.

    E com 22dBm de potência no rádio não vai ter tanto calor na etapa de RF do SXT.


    Já pra 10,5 km, como tem queda extra de 3dBm de sinal, ao invés de -71dBm de sinal, vai ter -74dBm, até dá pra usar MCS10, mas eu usaria MCS9, que na largura de 20MHz vai dar uns 14Mbps de throughput.

    Data rate alto exige sinal alto, se tem sinal baixo e ele é culpa de distância e não de falta de visada, é só usar data rate baixo. Já interliguei fazenda com par de NS Loco M2 de 8,5dBi (Porque era o que tinha sobrando, e na área rural não tem poluição em 2,4GHz) e com sinal perto dos -80dBm ainda passava uns 10Mbps em quase 5 km, suficiente pro uso deles. Só que se tiver uma árvore no meio, não adianta ter sinal bom tipo -65dBm que vai perder pacote! Sinal baixo causado por distância não é problema.

    Mas sinal baixo causado por obstáculo é um problemão, então cuidem bem se a zona de Fresnel estará mesmo 100% limpa, com CPE leve como a SXT Lite5 não custa muito colocar num mastro uns 5m acima dos objetos laterais e na traseira (Senão dá reflexo por trás, isso derruba o throughput).

  2. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Em 7,3 km o sinal cai 125dBm.
    Em 10,5 km o sinal cai 128dBm.

    Em MCS12 o SXT Lite5 deve ter uns 22dBm de potência.
    Já que tem antena de 16dBi, 22dBm + 16dBi = 38dBm EIRP.

    38dBm EIRP - 125dBm de queda = 38-125 = -87dBm
    Como no outro lado tem antena de 16dBi de GANHO, aumenta o sinal em 16dBm.
    -87 + 16 = -71dbm de sinal

    É sinal bom apenas pra MCS11 nessa distância. Mas eu usaria MCS10 fixo nos 2 lados (Obviamente N-only. Não tem nenhum motivo pra usar aquela velharia ridícula, que é o modo A de 1999, em equipamento recente).
    MCS10 em 20MHz vai trafegar na real uns 20Mbps se tiver zona de fresnel limpa.

    E com 22dBm de potência no rádio não vai ter tanto calor na etapa de RF do SXT.


    Já pra 10,5 km, como tem queda extra de 3dBm de sinal, ao invés de -71dBm de sinal, vai ter -74dBm, até dá pra usar MCS10, mas eu usaria MCS9, que na largura de 20MHz vai dar uns 14Mbps de throughput.

    Data rate alto exige sinal alto, se tem sinal baixo e ele é culpa de distância e não de falta de visada, é só usar data rate baixo. Já interliguei fazenda com par de NS Loco M2 de 8,5dBi (Porque era o que tinha sobrando, e na área rural não tem poluição em 2,4GHz) e com sinal perto dos -80dBm ainda passava uns 10Mbps em quase 5 km, suficiente pro uso deles. Só que se tiver uma árvore no meio, não adianta ter sinal bom tipo -65dBm que vai perder pacote! Sinal baixo causado por distância não é problema.

    Mas sinal baixo causado por obstáculo é um problemão, então cuidem bem se a zona de Fresnel estará mesmo 100% limpa, com CPE leve como a SXT Lite5 não custa muito colocar num mastro uns 5m acima dos objetos laterais e na traseira (Senão dá reflexo por trás, isso derruba o throughput).

    Pust! melhor que essa explicação só vc fazendo kkkk....

    Vlw mestre rubem.



  3. O calculo de queda de sinal é o free space loss, perda no espaço vazio, a perda exata depende da densidade da atmosfera, mas entre o nível do mar e uma cidade a 3000m de altitude muda pouco, acho que nem dá 1dBm.

    https://en.wikipedia.org/wiki/Free-space_path_loss

    Tem site que aplica a fórmula com pequenas variáveis:
    http://www.radio-electronics.com/inf...a-equation.php
    e
    http://www.qsl.net/pa2ohh/jsffield.htm
    e
    https://www.pasternack.com/t-calculator-fspl.aspx

    Pra saber qual a queda de sinal, é só preencher o ganho das antenas como 0dBi.

    Pra ter idéia do sinal que devia ter, o calculo usando CPÉ fica:

    Potencia do rádio + ganho da antena - perda no espaço livre + ganho da outra antena

    Digamos 20 + 20 - 120 + 20
    20dBm de potência do roteador + 20dBi da antena dele - 120dBm de perda no espaço livre em uns 4 km + 20dBi da outra antena.
    20 + 20 = 40
    40 - 120 = -80
    -60 + 20 = -60dBm de sinal

    Ou seja, o PTP com rádio a 20dBm, e usando 2 antenas de 20dBi, em 4 km vai ter sinal na casa dos -60dBm
    Se subir a potência de 20 pra 22dBm, o sinal no outro lado sobe de -60 pra -58dBm, é bem simples.

    Se for usar rádio separado da antena, pode ter perda no cabo ou conectores, a conta fica digamos

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         exemplo.sinal.gif
Visualizações:	78
Tamanho: 	31,6 KB
ID:      	63133


    Dá pra ter salvo ou impresso no bolso tabelas resumidas assim, pra ter uma ideia aproximada quando está num cliente instalando algo, estima a distância em linha reta do cliente até a torre (É bom ter um mapa impresso da cidade, GoogleEarth permite isso fácil hoje, dá um print screen, muda pra escala de cinza, aumenta contraste e gama, diminui brilho, e terá um mapa das ruas), e sabendo a potência do rádio da torre e o ganho da antena na torre, fica fácil saber que sinal devia ter:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         FSL.gif
Visualizações:	67
Tamanho: 	43,2 KB
ID:      	63134Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         img52.gif
Visualizações:	47
Tamanho: 	8,2 KB
ID:      	63135

    Mas isso só vale pra visada total.

    Se 10% da zona de Fresnel estiver obstruída, é fácil ter sinal 3 ou 4dBm menos. Com 20% de obstrução da zona de Fresnel cai uns 10dBm, e esse cálculo nem vale a pena fazer porque precisaria ter EXATAMENTE a altura de TODOS os obstáculos, e não só do mais alto (Você pode estar vendo uma casa atrapalhando, mas a casa na verdade são vários metros de obstáculo, atrapalha mais que um muro de 10cm de largura, fora que depois da casa pode ter outra 1m mais baixo que você não está vendo mas atrapalha muito também).

    Ao invés de estimar que sinal teria com a visada ruim, eu uso essa conta pra ter certeza se a zona de Fresnel está 100% limpa. Se a conta bater ou der até uns 2dBm de erro (Exceto se for setorial com ganho muito baixo nas laterais, tipo setorial Ubiquiti que tem 6dBm a menos lá pelos 40° pra qualquer lado, comparado ao meio dela) então a visada está mesmo ótima e tem que ter CCQ excelente e throughput de pelo menos metade do data rate (Data rate de 78M = Throughput de uns 40Mbps em half, se não tiver isso parte pra troca de canal ou veja outros reflexos).






Tópicos Similares

  1. relatos de enlace com nova sxt lite mikrotik
    Por Rodriguinhow no fórum Redes
    Respostas: 16
    Último Post: 23-08-2017, 09:43
  2. Enlace com SXT lite 5ndr2
    Por marcosvales no fórum Mikrotik
    Respostas: 9
    Último Post: 23-12-2016, 19:38
  3. SXTG-5HPnD-SAr2 alguem esta usando com sxt lite 5 ?
    Por speedpc no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 38
    Último Post: 13-07-2016, 20:11
  4. Ponto a ponto com sxt lite 5 microtik
    Por lucasfcfarias no fórum Redes
    Respostas: 12
    Último Post: 06-10-2014, 15:56
  5. Respostas: 4
    Último Post: 07-05-2014, 12:06

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L