Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico

  1. Aconteceu comigo no sábado, na minha casa perdendo muitos pacotes achei muito estranho porque o AP onde pego sinal o ping excelente, entrei no AP e verifiquei que o TX estava com 8mega de trafego e o RX com 3mega neste AP o RX era sempre foi baixo, foi verificar os clientes conectados e achei um cliente com o upload no maximo, antena do cliente uma proeletronic, desconectei o cliente e o ping ficou normal, no domingo mesmo problema lá foi eu verificar o AP novamente, agora outro cliente com upload no maximo detalhe este cliente uma wom5000.


  2.    Publicidade


  3. O ruim é que da base nunca tem como fazer aquela coisa super simples que é REINICIAR o equipto do cliente! Porque software mandando lixo acontece, você reinicia e o problema some, e não se repete por meses ou anos.

    Nesses clientes acho que seria bom habilitar o acesso remoto, que seja via SSH, pra poder reiniciar a partir do provedor, e ver se depois de reiniciar esse cliente o problema continua.

    Talvez resetar a CPE e configurar de novo, porque Rom teoricamente pode guardar lixo no meio dos dados igual Ram, o reset faz o software regravar algumas coisas, alguma biblioteca que pode estar corrompida (O software acho que não verifica o checksum de todo arquivo a cada boot. Eu tinha um Linksys barato que acho que fazia isso, porque era ligar ele, desligar antes de uns 2 ou 3 segundos, e ligar de novo, que ele dizia que o firmware estava corrompido (Ao entrar no setup ele pedia a imagem de recuperação (*.img pra atualização do firmware)). As urnas eletrônicas no brasil também tem disso, só boota direito depois de ver o checksum de cada arquivinho de 20 bytes, se 1 tiver erro ela não inicia. Os roteadores tem o mesmo kernel linux, mas não fazem isso, assim o boot é muito rápido, mas quando tem esses erros em arquivos menores a gente não fica sabendo, tem que resetar pra reparar tudo.

    (No Windows tem o SFC, além do Scandisk. No Linux pra desktop tem coisa tipo o Tripwire, o RSyn tem verificação de checksum que pode escanear tudo, em RPM dá um rpm -a --verify. Em MacOS sei lá. Enfim, a verificação de integridade de cada arquivo existe em sistemas complexos, em CPE isso ia comer tempo e processamento, o cliente não ia entender nada do porque da demora, melhor deixar sem, e em caso de software em loop é só resetar)

  4. Olá amigo, tudo bem!
    Também estou com esse mesmo problema em minha rede, vc encontrou o problema?
    Conseguiu resolver?




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L