+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por engrobsonsouza Ver Post
    Meus planos serão entre 1 e 3 Mb. Irei usar Rb 912 (basebox 5)

    Enviado via D6633 usando UnderLinux App
    Com 912 + nv2 ai sim vai conseguir chegar a 60 user por setorial com folga.

  2. Citação Postado originalmente por JonasMT Ver Post
    Com 912 + nv2 ai sim vai conseguir chegar a 60 user por setorial com folga.
    Isso mesmo que pretendo fazer

    Enviado via D6633 usando UnderLinux App



  3. Citação Postado originalmente por engrobsonsouza Ver Post
    Isso mesmo que pretendo fazer

    Enviado via D6633 usando UnderLinux App
    Ja tenho com 45 user sinal entre -50 a -63 planos até 5mb processamente nao beira 30% rocket com apenas 36 na versao xm da picos de 100% direto, entao estou instalando novas setorial e limitando rocket a 30 user

  4. Sinceramente não consigo ver diferença entre um Rocket XM de R$ 500 e uma RB711 de R$ 300. Ou... comparado a um Nanostation M5 operando como AP. O Rocket XM é muito basicão mesmo.

    Agora sobre a setorial 120° da UBNT, tem que ver que ela só tem 120° nominais porque a UBNT não mede em meia potência (3dB a menos), mas sim a 1/4 de potência (6dB a menos).

    Ou seja, na frente ela tem 16dBi de ganho, esse ganho vai até uns 20° pra cada lado, lá pelos 35° já tem só meia potência (13dBi de ganho), e lá pelos 55° chega em 1/4 de potência (Metade da metade, ou 10dBi de ganho), segue assim até pouco mais de 60°.

    Entre 16 e 10dBi de ganho o sinal no cliente (Ou vindo do cliente) o sinal cai 6dBm, é simples assim. Se reto na frente da antena um cliente com SXt Lite5 a 3km tem sinal digamos -65dBm, se ele estiver na borda das antenas, nessa mesma distância o sinal será de -71dBm, baixo demais pro uso que a maioria dá (Usando data rate alto tipo MCS15 (Se deixar todos marcados vai usar ele)).

    Alias, as setoriais 90° da UBNT também são assim, esse ângulo nominal não é mais em meia potência, mas sim com 6dBi a menos de ganho. Se você quer padronizar os clientes com MK, que praticamente só tem SXT como opção, que é limitada a 16dBi, isso limita o uso (E nem se fosse UBNT seria mais fácil, porque a CPE barata de 20dBi pra cima é polarização simples (Como se estivéssemos em 2008), as opções DP custam o dobro do preço de um NS Loco M5, provedor sacana não se preocupa com isso porque não é ele quem paga pelas CPE's, é o cliente.

    Nesse hora Maxxgain, SXT SA5, e Computech, tem antena vendida com ângulo nominal de meia potência (3dBi a menos nas bordas). A Aquario usaria isso se fabricasse setoriais hoje, e eu não preferiria ela não, na época dela eu usava L-com ou Oiwtech porque eram de preço similar, pra eu escolher produto de marca nacional (Coisa barata tipo Philco, Positivo, STI, CCE, Betel, Zirok) tem que custar barato tipo metade do preço, e a Aquario nunca teve preços atrativos em setoriais. Mas... pelo menos não fazia essa sem-vergonhice que a UBNT fez (E só ela foi pilantra de inventar isso) de nominar o ângulo da antena usando 1/4 de potência.

    (Poxa, ter ângulo nominal a meia potência já é sacanagem! Quem trabalha com equipto barato (Pra não esfaquear o cliente obrigando ele a comprar CPE de R$ 650) trabalha no limiar do sinal, nessas situações um sinal 3dBm mais baixo já esmerdalha um CCQ, imagina com 6dBm a menos!!! Tinha que botar os engenheiros da UBNT ganhando salário mínimo brasileiro, pra com ele ter que comprar uma Powerbeam M5 (Nos preços do Brasil) pra pegar sinal do único provedor a 3km, aí talvez eles entenderia a merda que é vender setorial com ganho tão baixo na borda)



  5. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Sinceramente não consigo ver diferença entre um Rocket XM de R$ 500 e uma RB711 de R$ 300. Ou... comparado a um Nanostation M5 operando como AP. O Rocket XM é muito basicão mesmo.

    Agora sobre a setorial 120° da UBNT, tem que ver que ela só tem 120° nominais porque a UBNT não mede em meia potência (3dB a menos), mas sim a 1/4 de potência (6dB a menos).

    Ou seja, na frente ela tem 16dBi de ganho, esse ganho vai até uns 20° pra cada lado, lá pelos 35° já tem só meia potência (13dBi de ganho), e lá pelos 55° chega em 1/4 de potência (Metade da metade, ou 10dBi de ganho), segue assim até pouco mais de 60°.

    Entre 16 e 10dBi de ganho o sinal no cliente (Ou vindo do cliente) o sinal cai 6dBm, é simples assim. Se reto na frente da antena um cliente com SXt Lite5 a 3km tem sinal digamos -65dBm, se ele estiver na borda das antenas, nessa mesma distância o sinal será de -71dBm, baixo demais pro uso que a maioria dá (Usando data rate alto tipo MCS15 (Se deixar todos marcados vai usar ele)).

    Alias, as setoriais 90° da UBNT também são assim, esse ângulo nominal não é mais em meia potência, mas sim com 6dBi a menos de ganho. Se você quer padronizar os clientes com MK, que praticamente só tem SXT como opção, que é limitada a 16dBi, isso limita o uso (E nem se fosse UBNT seria mais fácil, porque a CPE barata de 20dBi pra cima é polarização simples (Como se estivéssemos em 2008), as opções DP custam o dobro do preço de um NS Loco M5, provedor sacana não se preocupa com isso porque não é ele quem paga pelas CPE's, é o cliente.

    Nesse hora Maxxgain, SXT SA5, e Computech, tem antena vendida com ângulo nominal de meia potência (3dBi a menos nas bordas). A Aquario usaria isso se fabricasse setoriais hoje, e eu não preferiria ela não, na época dela eu usava L-com ou Oiwtech porque eram de preço similar, pra eu escolher produto de marca nacional (Coisa barata tipo Philco, Positivo, STI, CCE, Betel, Zirok) tem que custar barato tipo metade do preço, e a Aquario nunca teve preços atrativos em setoriais. Mas... pelo menos não fazia essa sem-vergonhice que a UBNT fez (E só ela foi pilantra de inventar isso) de nominar o ângulo da antena usando 1/4 de potência.

    (Poxa, ter ângulo nominal a meia potência já é sacanagem! Quem trabalha com equipto barato (Pra não esfaquear o cliente obrigando ele a comprar CPE de R$ 650) trabalha no limiar do sinal, nessas situações um sinal 3dBm mais baixo já esmerdalha um CCQ, imagina com 6dBm a menos!!! Tinha que botar os engenheiros da UBNT ganhando salário mínimo brasileiro, pra com ele ter que comprar uma Powerbeam M5 (Nos preços do Brasil) pra pegar sinal do único provedor a 3km, aí talvez eles entenderia a merda que é vender setorial com ganho tão baixo na borda)
    Pois é Rubem, a dúvida está demais aqui. Veja a área que pretendo atender.
    Montarei uma torre desse exato ponto de onde tirei a foto
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1465211294875.jpg
Visualizações:	51
Tamanho: 	62,9 KB
ID:      	64130Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1465211307865.jpg
Visualizações:	47
Tamanho: 	50,4 KB
ID:      	64131Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1465211349595.jpg
Visualizações:	40
Tamanho: 	47,0 KB
ID:      	64132Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1465211364693.jpg
Visualizações:	43
Tamanho: 	47,5 KB
ID:      	64133

    Enviado via D6633 usando UnderLinux App






Tópicos Similares

  1. Respostas: 12
    Último Post: 18-02-2017, 09:39
  2. Qual Rb Usar na torre em Rede OSPF?
    Por abu no fórum Redes
    Respostas: 11
    Último Post: 07-10-2015, 06:57
  3. Respostas: 16
    Último Post: 10-11-2010, 14:49
  4. Respostas: 4
    Último Post: 29-03-2009, 18:01
  5. Qual potência utilizar na DLink AG520???
    Por cambioco no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 09-07-2007, 14:25

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L