+ Responder ao Tópico

  1. Exato, se ANATEL desregular para pequenos a Concessionaria de energia não mais pode impor essa restrição. Ela existe pelo convenio entre ANNEL e ANATEL.


  2.    Publicidade


  3. Citação Postado originalmente por Emanuelcs Ver Post
    Boa noite,

    Afinal de contas é preciso ou não a licença SCM para pequenos provedores (até 5000 clientes) ?
    Amigo... Assunto tratado exaustivamente nos tópicos:
    https://under-linux.org/showthread.php?t=184902
    https://under-linux.org/showthread.php?t=181579
    https://under-linux.org/showthread.php?t=181767


    E sim... é obrigatório outorga SCM pra atuar como provedor neste momento. Não há prazo para essa desobrigatoriedade entrar em vigor e nem há previsão da Anatel manifestar-se sobre o assunto tendo em vista: Imprevisibilidade da ideologia governamental para os próximos 2 anos e como o governo (novo ou velho) se manisfestará sobre o assunto. Falência da OI.

    Portanto a Anatel colocou esse assunto no fim da pilha.

    Citação Postado originalmente por emilidani Ver Post
    Exato, se ANATEL desregular para pequenos a Concessionaria de energia não mais pode impor essa restrição. Ela existe pelo convenio entre ANNEL e ANATEL.
    As concessionárias de energia tem total autonomia para exigir o que quiserem. Até onde eu sei e já ouvi rumores, para cabear postes em alguns estados, por via de portarias das concessionárias elétricas é necessário no mínimo: SCM, Licença ambiental, alvará na prefeitura da cidade a ser cabeada, projeto técnico, ART.

    Se for bem pensado, se as Cias Elétricas liberarem assim só com a desoneração do SCM vira bagunça. Daí qualquer provedor "podrão" de vila vai querer cabear. Viraria isso aqui::

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         fiosriachuelo-1.jpg
Visualizações:	179
Tamanho: 	71,2 KB
ID:      	64569

  4. Eu vou pela lógica. Atualmente e até muito tempo a frente como disse vai ser preciso SCM. Mas se liberar o SCM para categorias pequenas e ainda assim a Anatel e Aneel exigirem que os contratos com as concessionárias sejam homologados por eles, como atualmente é, vão excluir "diplomaticamente" os pequenos. E vai dar briga na justiça

  5. Pois eh, diante dos fatos encerram-se as duvidas.

  6. O que eu disse é que obviamente a concessionaria, exigiria para os pequenos, projeto com responsável técnico, alvará da prefeitura, cnpj de prestador de serviço de internet ou Telecom, inscrição estadual, caixas identificadas e tudo no padrão somente a scm que seria nos termos da anatel ou seja cadastrada pelo site no caso dos que são inferiores a 5 mil clientes.


  7.    Publicidade




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L