+ Responder ao Tópico

  1. Fontes da Hayama são seguras se levar em consideração de alguns anos atrás; usam um escroto 78XX(funciona) e um transformador simples que precisa selecional a voltagem da rede local. Mas pode ter variação de rede de 30%( 90 a 165) ou ( 170 a 280) que chega a esquentar atééé´mas toca o barco. As fontes chaveadas desta(made in China), que ela comercializa precisa ter uma rede local decente.

  2. Amigos... o que vcs acham dessa fonte?

    http://produto.mercadolivre.com.br/M...0&noIndex=true

    É uma boa opção em relação as fontes da Volt e CCN?

    Abraço.



  3. Essa 24V 7 parece ser uma industrial típica, provavelmente está mais cara por causa da importação legal e cia.

    As 24V 10A em lojas legais, com tudo saindo e entrando com NFE, saem mais ou menos esse preço, R$ 160 a 180:
    http://www.cinestec.com.br/product_i...ducts_id=20542
    (Veja a categoria de fontes chaveadas nessa loja, é tudo legal, as fontes tem os componentes que deviam, nenhuma é um lixinho chines barato, nem contrabando)

    Se enviarem o produto igual da foto, receberá fonte com filtragem na entrada, e filtro LC na saída, igual qualquer fonte chaveada industrial mais barata (Digamos: http://produto.mercadolivre.com.br/M...4v-5a-120w-_JM ), na grande maioria desses casos só muda o modo de entrada no país (Pagando impostos, passando por despachantes aduaneis legais, essas coisas), nesse caso dá pra VER os componentes dentro da fonte então não tem fonte lixo dentro de caixinha bonitinha.

    (Que é o caso de muito carregador de notebook bem barato, o acabamento interno é altamente porco, uma placa marrom que parece fenolite dos anos 80, um solda fosca e feita as pressas, componentes sem marcas nem modelos, são as nessas faixas de preço: http://produto.mercadolivre.com.br/M...novo-caixa-_JM Veja bem, isso aí promete até 24V 4A, não tem como prestar, uma fonte industrial 24V 3A tem menos componentes (Não tem cabos e conectores) mas custa geralmente o dobro!)

    Volt e CCN são bem feitas, tem as filtragens e proteções que deviam. Mas custam 2 ou 3x o preço de uma industrial comum, pra mim não compensa (Porque algum cliente sempre aparece com alguma Volt pifada. Nunca tive industrial barata (R$ 70) durando menos de 2 anos, mas tem cliente que traz umas Volt pifadas e reclama que é a 2ª ou 3ª vez que dá problema em menos de 2 anos, pra um produto de R$ 400 eu esperava mais.

    (Ou o erro é no dimensionamento, uns pecam por excesso fazendo besteiras tipo colocar fonte 12V 10A em CPE comum que consome 5W, mas outros colocam fonte comum em local de energia de oscilações rápidas demais (E estabilizador e nobreak só atuam em variações lentas, precisa filtragem decente, tipo filtro de linha de verdade pra evitar uns problemas rápidos) e colocam consumo de mais de metade da capacidade da fonte, tipo 100W de consumo em fonte que promete 200W. E componente quente sempre tem capacidade de corrente menor nas junções, fonte barata em local de alimentação ótima, com resfriamento (Por ter consumo baixo) sempre dura, onde a alimentação é um lixo não adianta colocar nobreak DC Volt que se dimensionar mal vai dar problema)

    Nobreak DC bem em conta eram os da VA, mas subiram de preço:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...e-24v-7a6a-_JM
    Eu comprei uma menor, acho que 24V 3A, por R$ 180 ano passado. Apesar de mais barato dá pra ver de longe as bobinas de filtragem e o monte de capacitores, fora que são 2 fontes quase iguais mas com saídas diferentes, a fonte pra bateria é de capacidade similar à fonte que alimenta os equipamentos, serve pra bateria maior (Que umas fonte 24V 7A com saída pras baterias com 0,7A, que só serve pra baterias pequenas de 7Ah).

    Circuitos iguais com preços diferentes tem muito, VA ao menos tem filtro grande e tudo ventilado naturalmente (Fan trava e suja), se quiser nobreak recomendo VA, porque é igual o resto mas mais barato.

    Se é só fonte, pra um mísero PTP com qualquer UBNT ou MK uma fonte 24V 1A dá e sobra. Alta potência é pra quando se coloca vários equipamentos pendurados na mesma fonte, mas fonte de alta potência alimentando equipamento de baixo consumo (Fonte 24V 7A alimentando uma única Litebeam) não traz lucro nenhum e sim prejuízo (Fonte sem carga suficiente (Sem peso suficiente) tem mais ripple que devia, tipo carro vazio sacolejando em estrada de chão, precisa um peso pra traseira parar de pular em qualquer buraquinho).

    Sobre a fonte industrial 12V 2A, se é pra equipamento que aceitam apenas 12V tá tranquilo, mas MK e UBNT (Seja Bullet ou RB750) tem VRM que opera até melhor (Com rendimento maior, e menos calor) com 18V pra cima. Usar 12V nesses equipamentos não ajuda em nada, não que atrapalhe muito, mas se é UBNT ou MK comum, que opera de 9 a 28V, use fonte 15, 18 ou 24V mesmo, quando a tensão de entrada no VRM é maior (24V, digamos), o ripple que ele manda pro processador, ram e amplificador é menor, ou seja, manda alimentação mais limpa pros componentes, logo, teria menos erros de processamento.

  4. Obrigado mais uma vez por responder, Rubem... mas e quanto a usar uma fonte de notebook (19 Volts x 3A), para alimentar os aparelhos?

    Fontes de notebook são de boa qualidade e confiáveis para serem usadas, por exemplo, em uma RB450G?

    Abraço.

  5. Fonte de notebook geralmente é limpa, tem filtragens e tal.

    Só que... falta ventilação nos componentes. Se tiver muito consumo os componentes cozinham dentro da caixa plástica vedada.

    A RB450G consome pouco, uns 10W, NESSE CASO uma fonte 19V 3A nem vai aquecer muito, é mais tranquilo isso do que ficar alimentando um notebook 24h por dia (E notebook com uma fonte dessa deve consumir mais de 20W).

    Se já tiver fonte de notebook sobrando, use até pifar. Comprar não sei se compensa (Já que as industriais tem espaço pra ventilação), mas se já tem o negócio é usar, alimentação limpa elas tem, a durabilidade depende dos raios na vizinhança, sem raios elas devem durar uma década.

    (Não falo de raio na rede elétrica, mas sim alta tensão induzida em cabo de rede, descarga que vem pelos cabos de rede (Ou as vezes pela linha telefônica e passa reto por modem ADSL/VDSL) e vão acertar a RB450G. Os protetores pra linha telefonica e pra RJ45 precisam aterramento mas só 1 haste barata de 3m é suficiente pra essas descargas leves, é um aterramento simples mas suficiente pra proteger da maioria das altas tensões induzidas em cabos longos de rede ou de telefonia. Isso é uma proteção no outro lado da RB, mas tem fonte que queima nessas descargas porque ela é o elo mais fraco pra chegar até o neutro da tomada, que é aterrado no poste mais próximo. Nesse caso aterrar a fonte até ajuda um pouco, mas aterrar um protetor RJ45 ou de RJ11 (Se tiver modem plugado na RB) ajuda muito mais)






Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L