Página 2 de 8 PrimeiroPrimeiro 1234567 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Só tem fera no assunto kkkkk.

    Eu tenho que me contentar em pedi ajuda já que não tenho este no how.

    Se o Celular Samsung só consegue verificar as faixas para 3G então para faixa de LTE (4G) posso considerar a informação do roteador, quando mostra o sinal LTE (4G) para uma determinada operadora?

    Neste caso terei que adquirir uma antena pra 4G?

    Abraço

  2. Olá Pessoal voltei com mais dúvidas.

    Semana passada fui até um outra localidade aqui na Cidade, onde desta vez usei um Roteador 3G Huawei B681.
    Porém o teste de sinal via celular mostra que a Frequência correta é 2100Mhz, usando o roteador com antena externa "Aquarius CF2117" mesmo subindo o sinal para -46 dBm não consegue navegar apresenta erro de DNS, não lembro bem a mensagem do erro, mas mostra algo de DNS.

    Porque mesmo usando um Roteador 3G apropriado para usar com a Antena Aquarius CF21000 não tem acesso as Paginas, com exceção este link aqui:

    http:\\siga.congregacao.org.br

    Os demais apresenta erro de DNS.

    Abraço



  3. Citação Postado originalmente por gamaj Ver Post
    Olá Pessoal voltei com mais dúvidas.

    Semana passada fui até um outra localidade aqui na Cidade, onde desta vez usei um Roteador 3G Huawei B681.
    Porém o teste de sinal via celular mostra que a Frequência correta é 2100Mhz, usando o roteador com antena externa "Aquarius CF2117" mesmo subindo o sinal para -46 dBm não consegue navegar apresenta erro de DNS, não lembro bem a mensagem do erro, mas mostra algo de DNS.

    Porque mesmo usando um Roteador 3G apropriado para usar com a Antena Aquarius CF21000 não tem acesso as Paginas, com exceção este link aqui:

    http:\\siga.congregacao.org.br

    Os demais apresenta erro de DNS.

    Abraço
    Amigo... Testou esse kit modem/chip em outro lugar e funcionou? Testou a instalação feita (antena + cabos) com um kit conhecidamente funcional (seu kit de teste?)... A qualidade de sinal me parece mais que suficiente para navegacao... Agora, apontamento de antena para ERB celular tem seus truques e mistérios... Nem sempre apontar diretamente para a torre de celular se obtém o melhor resultado... principalmente em frequencias baixas (3G em 850mhz) e com relevo muito acidentado/muitos predios. AS vezes é necessário deslocar a antena para fora da direção da ERB. Outra coisa é que cada operadora tem uma configuração especifica quebpor muitas vezes não é feita de modo automatico no equipamento .. deixo imagens da configuração da Tim como exemplo.Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1473927724248.jpg
Visualizações:	20
Tamanho: 	57,3 KB
ID:      	65022Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1473927758707.jpg
Visualizações:	26
Tamanho: 	46,1 KB
ID:      	65023Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1473927781004.jpg
Visualizações:	25
Tamanho: 	42,3 KB
ID:      	65024

    Enviado via SM-J110L usando UnderLinux App

  4. Tenho um Huawei, e conforme a operadora precisa configurar manualmente o que às vezes é um saco. São os melhores que conheço neste tipo de equipamento, mas peca na bateria.



  5. Olá amigos! A 20km de distância da torre da Tim na frequência de 1800mhz, consigo falar com celular lg a275 sem conexão com antena externa; porém a Claro colocou sinal há poucos meses atrás na mesma torre da Tim, e não consigo sinal da Claro mesmo na frequência de 1800mhz, e ligado numa antena triband de 1800, 1900 e 2100mhz; não dá nenhuma barrinha de sinal e só dá emergência. Qual seria o problema?

  6. @chicao48
    O problema é que as operadoras utilizam diversas tecnologias e frequencias de operação. 2G (GSM) em 900mhz e 1800mhz. 3G (CDMA/UMTS) em 850mhz e 2100mhz e 4G (LTE) em 2500mhz.
    Este seu aparelho é 2G(GSM)... O problema está aí... Teste novamente com um smartphone que tenha suporte a 3G... e não é garantia de ter sinal, pois se for 3G(CDMA/UMTS) em 2100mhz o alcance é diminuído. É provável que nessa distância com frequência alta, só com Yagi de 20dbi na banda exata da operadora (nada dessas porcarias quadriband que tem por ai)

    Enviado via SM-J110L usando UnderLinux App



  7. Citação Postado originalmente por chicao48 Ver Post
    Olá amigos! A 20km de distância da torre da Tim na frequência de 1800mhz, consigo falar com celular lg a275 sem conexão com antena externa; porém a Claro colocou sinal há poucos meses atrás na mesma torre da Tim, e não consigo sinal da Claro mesmo na frequência de 1800mhz, e ligado numa antena triband de 1800, 1900 e 2100mhz; não dá nenhuma barrinha de sinal e só dá emergência. Qual seria o problema?
    Qual cidade é amigo, que já digo exato qual a freqüência da Claro

  8. Citação Postado originalmente por sphreak Ver Post
    Qual cidade é amigo, que já digo exato qual a freqüência da Claro

    Coribe-BA!



  9. ados da Entidade
    Razão Social/Nome: CLARO S.A.
    CNPJ/CPF: 40432544000147 Número FISTEL: 50409105090
    Serviço: 010 - SERVIÇO MOVEL PESSOAL
    Frequências atendidas
    SubFaixa Frequência Entrada em Operação
    E 1835.000 MHz a 1850.000 MHz / 1740.000 MHz a 1755.000 MHz 06/07/2016
    I 2145.000 MHz a 2155.000 MHz / 1955.000 MHz a 1965.000 MHz 06/07/2016
    Lista de Estação(ões)
    Total de Estações: 1
    Estação nº1001998046 / Último Licenciamento
    Nome Tipo Estação UF Município Bairro Logradouro Latitude Longitude Alt. Dt Inclusão Dt 1ºLic. Dt Últ. Lic. Dt Imp. Lic.
    BACYB02 ERB com 1 ou mais Equip/Ant. no Setor BA Coribe Centro Rua Juscelino Kubitschek - nº 811



    Atende 2G (GSM) EM 1800mhz e 3G (CDMA) em 2100mhz.

    É provável que o sinal nem esteja chegando em uma frequência alta assim. A Tim opera em 900mhz aí, por isso o sinal se propaga melhor. Talvez com uma Yagi de 17dBi da Aquário capte alguma coisa... Mas é talvez mesmo.

  10. Citação Postado originalmente por sphreak Ver Post
    ados da Entidade
    Razão Social/Nome: CLARO S.A.
    CNPJ/CPF: 40432544000147 Número FISTEL: 50409105090
    Serviço: 010 - SERVIÇO MOVEL PESSOAL
    Frequências atendidas
    SubFaixa Frequência Entrada em Operação
    E 1835.000 MHz a 1850.000 MHz / 1740.000 MHz a 1755.000 MHz 06/07/2016
    I 2145.000 MHz a 2155.000 MHz / 1955.000 MHz a 1965.000 MHz 06/07/2016
    Lista de Estação(ões)
    Total de Estações: 1
    Estação nº1001998046 / Último Licenciamento
    Nome Tipo Estação UF Município Bairro Logradouro Latitude Longitude Alt. Dt Inclusão Dt 1ºLic. Dt Últ. Lic. Dt Imp. Lic.
    BACYB02 ERB com 1 ou mais Equip/Ant. no Setor BA Coribe Centro Rua Juscelino Kubitschek - nº 811



    Atende 2G (GSM) EM 1800mhz e 3G (CDMA) em 2100mhz.

    É provável que o sinal nem esteja chegando em uma frequência alta assim. A Tim opera em 900mhz aí, por isso o sinal se propaga melhor. Talvez com uma Yagi de 17dBi da Aquário capte alguma coisa... Mas é talvez mesmo.
    A Tim transmitia em 900/1800mhz; de um ano para cá ela passou a transmitir apenas em 1800mhz; isso já constatado através de celular rural de mesa da aquário que indica o dbm e a frequência de operação da operadora. Todos usavam antena de 900mhz porque era mais fácil de captar o sinal; depois que mudou para a frequência de 1800mhz, mesmo com antenas nesta frequência, existe lugares que não se consegue pegar mais o sinal; foi dinheiro jogado fora com antena de 1800mhz.



  11. Sobre antenas de 1800/1900MHz, algumas a venda são 100% iguais as 850/900MHz, muda só a descrição na caixa.

    A Aquario 12dBi 900MHz é 200% igual a 12dBi 1800MHz, ou seja, na verdade não tem 2 modelos, é só 1 modelo mas é vendido em caixas silkado 850, ou 900, ou 1800MHz. Atender um range tão grande até é possível, mas com VSWR e ganho muito diferente em cada banda, um das bandas vai ficar com sinal deficiente ou ter tanto VSWR que dos 1,2W saindo do aparelho só 0,9W vão pro ar.

    Quanto a níveis se sinais diferentes de operadoras diferentes, até entre 2 torres da MESMA operadora tem equipamentos diferentes, que dirá trocando de operadora. Tem setoriais de 12 a 20dBi pras operadoras, a potência do equipamento também pode ser ajustada em qualquer valor.

    Fora que mudando a frequência em uns 40MHz (Cada operadora tem sua faixa dentro da banda, digamos centro de canal a 1845MHz na Claro e centro de canal a 1805MHz pra TIM (Na verdade são canais mais estreitos, é só pra facilitar o exemplo), essa diferença de 40MHz pode dar uma diferença razoável no VSWR da antena (Seja a omni do aparelho, ou uma externa).

    Fora que: A operadora tem setoriais cobrindo toda a volta da torre? Aqui onde moro a Tim tem 2 setoriais de 90°, de costas pra mim então eu a 1km da torre tenho sinal pior que quem está 3km pro outro lado dela. Mas a Claro aqui tem 3 setoriais de 90° (Oi e Vivo tem 4 setoriais, fazem tudo direito). Se a Tim tem uma setorial com o ponto de maior ganho apontado pra você, terá digamos 20dBi se usar uma antena Kathrein desse ganho. Se a Claro tem uma antena a menos, ou se o foco dela está uns 40° pro lado, e você está na borda do angulo de uma antena 14dBi da Ideal esse ponto na borda na verdade tem meia potência, isto é, 3dB a menos, tendo então 11dBi na prática. Comparado aos 20dBi do foco da outra isso são 9dBm a menos de sinal chegando, mas se a Claro opera com potência também menor, digamos 3dBm a menos, isso soma sinal 12dBm menor, e um SNR de 12dB é suficiente não só pra escanear e conectar mas até pra fazer ligação (No profile de 8kbps).

  12. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Sobre antenas de 1800/1900MHz, algumas a venda são 100% iguais as 850/900MHz, muda só a descrição na caixa.

    A Aquario 12dBi 900MHz é 200% igual a 12dBi 1800MHz, ou seja, na verdade não tem 2 modelos, é só 1 modelo mas é vendido em caixas silkado 850, ou 900, ou 1800MHz. Atender um range tão grande até é possível, mas com VSWR e ganho muito diferente em cada banda, um das bandas vai ficar com sinal deficiente ou ter tanto VSWR que dos 1,2W saindo do aparelho só 0,9W vão pro ar.

    Quanto a níveis se sinais diferentes de operadoras diferentes, até entre 2 torres da MESMA operadora tem equipamentos diferentes, que dirá trocando de operadora. Tem setoriais de 12 a 20dBi pras operadoras, a potência do equipamento também pode ser ajustada em qualquer valor.

    Fora que mudando a frequência em uns 40MHz (Cada operadora tem sua faixa dentro da banda, digamos centro de canal a 1845MHz na Claro e centro de canal a 1805MHz pra TIM (Na verdade são canais mais estreitos, é só pra facilitar o exemplo), essa diferença de 40MHz pode dar uma diferença razoável no VSWR da antena (Seja a omni do aparelho, ou uma externa).

    Fora que: A operadora tem setoriais cobrindo toda a volta da torre? Aqui onde moro a Tim tem 2 setoriais de 90°, de costas pra mim então eu a 1km da torre tenho sinal pior que quem está 3km pro outro lado dela. Mas a Claro aqui tem 3 setoriais de 90° (Oi e Vivo tem 4 setoriais, fazem tudo direito). Se a Tim tem uma setorial com o ponto de maior ganho apontado pra você, terá digamos 20dBi se usar uma antena Kathrein desse ganho. Se a Claro tem uma antena a menos, ou se o foco dela está uns 40° pro lado, e você está na borda do angulo de uma antena 14dBi da Ideal esse ponto na borda na verdade tem meia potência, isto é, 3dB a menos, tendo então 11dBi na prática. Comparado aos 20dBi do foco da outra isso são 9dBm a menos de sinal chegando, mas se a Claro opera com potência também menor, digamos 3dBm a menos, isso soma sinal 12dBm menor, e um SNR de 12dB é suficiente não só pra escanear e conectar mas até pra fazer ligação (No profile de 8kbps).
    Olá amigo! como pode a Anatel divulgar no seu site várias frequências de operação para uma determinada operadora em uma determinada cidade, e já vi que para todas as cidades é assim, e na verdade o telefone rural de mesa da
    aquário está indicando na suas configurações apenas uma frequência; como por exemplo a Tim de Coribe-BA, que antes operava em 900/1800mhz, e de um ano para cá passou a operar apenas em 1800mhz, da qual todos os usuários tiveram
    que comprar antenas 1800mhz, pois, não se consegue mais capitar sinal em 900mhz?



  13. É um pouco confuso mesmo. Por isso o teste de campo é fundamental. Na verdade essa relação divulgada pela Anatel indica as faixas de frequência solicitadas pela operadora para transmissão em determinada localidade. A operadora pode simplesmente não utilizar devido a uma série de fatores.
    Quando falamos na operação da Tim então a coisa fica mais confusa. Aqui no sulbpor exemplo a Tim está encerrando a operação em GSM 900mhz e está investindo massivo na operação rural em 3G.
    Então é possivel encontrar a Tim operando em cidades interioranas com 2100mhz em área urbana e 850mhz em área rural e mantendo o 2G (GSM) somente em 1800mhz.
    Agora vem a parte interessante. A Tim não solicitou e nem registrou na Anatel as frequências de 850 e 2100... então ao consultar o STEL, vai estar lá o registro para 900mhz e 1800mhz... mas a operadora pode nem estar operando mais.

    Isso é específico com a Tim.

    Em uma consulta rápida no sistema da Tim me parece que houve uma atualização da ERB de Coribe.BA para 3G em 2100mhz... com cobertura restrita a area urbana... por isso o 2G em 900mhz saiu do ar. Para alocar o 3G.

    Enviado via SM-J110L usando UnderLinux App

  14. A Claro para isso é enjoada, acho até demais. Normalmente costuma usar duas bandas; tipo 850/1900 ou 900/1800 e talvez 2100/2600 mas é só um chute, no caso recebe em uma banda e transmite em outra, além de ter alcance médio de 15 km de raio conforme a densidade populacional previsto pela tia ANA rsrs. Se tiver 16 km, chega mas não enlaça. Tim e Vivo são os que têm maior alcance e Oi a menos pelo menos onde moro.

  15. Citação Postado originalmente por Nilton Nakao Ver Post
    A Claro para isso é enjoada, acho até demais. Normalmente costuma usar duas bandas; tipo 850/1900 ou 900/1800 e talvez 2100/2600 mas é só um chute, no caso recebe em uma banda e transmite em outra, além de ter alcance médio de 15 km de raio conforme a densidade populacional previsto pela tia ANA rsrs. Se tiver 16 km, chega mas não enlaça. Tim e Vivo são os que têm maior alcance e Oi a menos pelo menos onde moro.
    A recepção/transmissão (uplink/downlink) são feitos em frequências distintas, mas não em bandas distintas. Só em uma faixa deslocada com frequências próximas. Isso varia de cidade para cidade e de ERB para ERB conforme o canal solicitado pela operadora junto a Anatel.
    Exemplo do amigo da Bahia... A Claro lá na cidade dele faz downlink (ERB>>usuário) nas frequências entre 1835mhz e 1850mhz e o uplink (usuário>>ERB) 1740mhz e 1755mhz...
    Onde estou nesse momento por exemplo, a Tim está operando a ERB mais próxima com downlink em 871mhz e uplink em 826mhz. Tudo sempre dentro de uma faixa média de RF, mas não em bandas diferentes.
    As bandas são delimitadas pelo tipo de tecnologia (GSM, CDMA, LTE mais conhecidos respectivamente por 2G, 3G e 4G) leiloada pela Anatel.
    Os primeiros leilões no Brasil foram os do 2G operado em GSM, nas faixas de 850mhz e 1900mhz (Vivo) 900mhz e 1800mhz (Tim, Oi, Claro, AEIOU) para todo território nacional.
    Depois veio o leilão do 3G (CDMA e WCDMA). Operado basicamente em 850mhz e 2100mhz, sendo que foi determinado que cada operadora deveria assumir o investimento rural do 3G em estados pré determinados para cada uma. Os estados do sul por exemplo são de responsabilidade da Tim.
    Por facilidade e penetrabilidade do sinal. A expansão rural é feita basicamente em 850mhz. No sul a Tim tem obtido bons resultados nessa faixa, conseguindo operar o 3G até uns 25km e nos locais com sinal bom, mantém velocidades de 2mbps.

    O último leilão foi o 4G (LTE), operado atualmente na faixa dos 2600mhz.

    Quanto a Claro ser enjoada eu acho que ela é uma operadora meio burra... Ou os engenheiros são tapados... Já vi eles construírem torre de 50mts (da tal expansão obrigatória no interior) pra colocarem 1único painel voltado só pra área urbana. E detalhe... ERB nova em tecnologia 2G... Como já tinha a Vivo e a Tim com 4G no município, ficou lá... Um descanso de passarinho gigante!!!... Vá entender...

  16. E eu ainda insisto na quantidade e ângulos das antenas. Lá por 2009 a 2011 quando a Tim tinha aquela propaganda de "uma nova torre por dia" tanto aqui como nas 5 ou 6 cidades por perto ela colocou torre com só 2 setoriais de 90°.

    Como antender 360° com 2 setoriais de 90°? Atende as áreas próximas (1 ou 2km) com lóbulo secundário, só a frente das antenas terá alcance decente tipo 20km.

    Hoje a Tim ligou equipto 3G numas cidades, mas só em 1 das setoriais.

    Se a Tim aí está usando uma setorial em 900 e outra em 1800MHz (Ao invés de usar as 2 bandas simultaneamente nas mesmas antenas, o que é possível) é fácil explicar porque pra Anatel ela opera a 900/1800, mas a 70km de distância num determinado rumo (Noroeste, digamos) só capta um sinal.

    A Tim por aqui já mudou a posição das 2 setoriais umas vezes, uma já ficou de frente pra mim e hoje ela está de costas pra mim. Eu fui revenda da Tim a uns anos e sempre reclamava que os clientes diziam que não pega sinal no lado oposto ao das setoriais, achava que eles coloriam MAIS setoriais, mas só o que vi fazer nos últimos 6 anos foi mudar a POSIÇÃO das antenas na torre.

    Funcionar em lóbulo secundário isso funciona, mas com que ganho? Se o ganho nominal no ângulo nominal é 14dBi, nas costas ou a 80° pro lado da frente vai ter digamos 2dBi, são 12dBm a menos de sinal.

    Eu desisti de trabalhar com a Tim porque vi que esse negócio de "1 torre por dia" na verdade era "1 torre feita as pressas, do jeito mais barato possível, só pra enganar trouxa e preencher tabela", aqui além de ter só 2 setoriais de 90° (E eu pedi pra um funcionário ver o modelo da antena quando subisse na torre, pra ver se não era de 120 ou 180°, agora não tem mais anotado mas lembro que era Kathrein de 90°, não lembro se era 14, 17 ou 20dBi) tem só um link SHDSL de 2Mbps até a torre. Aí a operadora não aumenta o link de entrada, usa um slot do rádio Huawei com equipto 3G, aparece o simbolo de 3G nos celulares, e os trouxas dos clientes ficam felizões achando que tem internet melhor só por ter 3G (2Mbps pra uns 2000 clientes pré-pagos, não sei nem como ainda faz ligação).

  17. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    E eu ainda insisto na quantidade e ângulos das antenas. Lá por 2009 a 2011 quando a Tim tinha aquela propaganda de "uma nova torre por dia" tanto aqui como nas 5 ou 6 cidades por perto ela colocou torre com só 2 setoriais de 90°.

    Como antender 360° com 2 setoriais de 90°? Atende as áreas próximas (1 ou 2km) com lóbulo secundário, só a frente das antenas terá alcance decente tipo 20km.

    Hoje a Tim ligou equipto 3G numas cidades, mas só em 1 das setoriais.

    Se a Tim aí está usando uma setorial em 900 e outra em 1800MHz (Ao invés de usar as 2 bandas simultaneamente nas mesmas antenas, o que é possível) é fácil explicar porque pra Anatel ela opera a 900/1800, mas a 70km de distância num determinado rumo (Noroeste, digamos) só capta um sinal.

    A Tim por aqui já mudou a posição das 2 setoriais umas vezes, uma já ficou de frente pra mim e hoje ela está de costas pra mim. Eu fui revenda da Tim a uns anos e sempre reclamava que os clientes diziam que não pega sinal no lado oposto ao das setoriais, achava que eles coloriam MAIS setoriais, mas só o que vi fazer nos últimos 6 anos foi mudar a POSIÇÃO das antenas na torre.

    Funcionar em lóbulo secundário isso funciona, mas com que ganho? Se o ganho nominal no ângulo nominal é 14dBi, nas costas ou a 80° pro lado da frente vai ter digamos 2dBi, são 12dBm a menos de sinal.

    Eu desisti de trabalhar com a Tim porque vi que esse negócio de "1 torre por dia" na verdade era "1 torre feita as pressas, do jeito mais barato possível, só pra enganar trouxa e preencher tabela", aqui além de ter só 2 setoriais de 90° (E eu pedi pra um funcionário ver o modelo da antena quando subisse na torre, pra ver se não era de 120 ou 180°, agora não tem mais anotado mas lembro que era Kathrein de 90°, não lembro se era 14, 17 ou 20dBi) tem só um link SHDSL de 2Mbps até a torre. Aí a operadora não aumenta o link de entrada, usa um slot do rádio Huawei com equipto 3G, aparece o simbolo de 3G nos celulares, e os trouxas dos clientes ficam felizões achando que tem internet melhor só por ter 3G (2Mbps pra uns 2000 clientes pré-pagos, não sei nem como ainda faz ligação).
    Olá amigo! essa questão de penetração de sinal de celular em longa distância é
    algo muito confuso. Olha só essa situação: a 20km de distâcia da torre da Tim, em cima de um morro com vista panorâmica, para se conseguir sinal tem que fazer
    busca de campo, e aonde se encontra sinal, se você mudar a antena apenas 1 metro de posição, já não se consegue mais sinal, enquanto isso, a 600 metros
    abaixo desse morro, e com outro morro em forma de lombada atravessada formando uma espécie de barreira de contenção em direção da torre e sem visada, se consegue sinal de celular; isso na frequência de 1800mhz, e usando
    antena de grade triband da proeletronic de 1800, 1900, 2100mhz. Com antenas
    yagis pode desistir.

  18. RF tem a questão da difração, um obstáculo só é obstáculo se está muito perto, se está longe o sinal difrata pra baixo e chega com qualidade inferior (Mas chega) num altitude inferior ao obstáculo:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         diffrazioneondeem.gif
Visualizações:	127
Tamanho: 	5,7 KB
ID:      	65404

    Pra um PTP wifi isso não ajuda porque falamos em trafego tipo 2 ou 3Mbps necessários, mas ligação de celular tem profile de 8 a 12kbps quando o sinal é baixo, ligação de celular literalmente se contenta com pouco porque trafega poucos dados.

    Rádio FM e televisão analógica tem muito disso também, logo atrás de um morro não pega, mas se for de distanciando no morro sem mudar a altitude começa a pegar.

    Aqui não tem morros, mas tem rios, cada rio num mini-vale, de um lado do rio (Mais perto) não pega uma rádio FM ou sinal de celular, mas no outro lado e na mesma altitude pega os 2, simplesmente porque deu o espaço necessário pro sinal difratado chegar no receptor (E nem sempre o celular conecta porque ele precisa escanear a rede, mandar pedido de conexão (E celular tem no máximo 2W e antena de 2dBi, enquanto a torre de celular tem 20W e antena de 14dBi no mínimo, chegam a 100W EIRP no caso dos 850MHz), e esse pedido precisa ser respondido, é normal o celular escanear a rede (Ela aparecer no celular) mas você não fazer ligação, porque o sinal torre>celular difrata num obstáculo, mas o sinal celular>torre não.

    Além da difração, caso seja um obstáculo de arestar definidas, tem esse caso na esquerda da imagem, no prédio, é o efeito ponta de faca, é uma difração com emissão "nova" e apontada mais pra baixo, a difração demora digamos 1km pro sinal "cair" 30m, mas o efeito ponta-de-faca joga um segundo sinal 30m pra baixo a 100m de distancia, mas esse sinal é de qualidade muito inferior, só é aproveitável em rádio AM, FM e coisas assim, até em TV analógica (Largura de 5MHz) raramente resulta em imagem nítida. Seria isso:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         knife_ac.gif
Visualizações:	48
Tamanho: 	6,6 KB
ID:      	65405

    E no caso de rádio OM e FM ainda existe a refração no ar mesmo, conforme pressão atmosférica e umidade tem a refração numas camadas a 1 ou 2km de altitude, rádio amador conhece como "aberturas", é o que permite frequências que não refletem na ionosfera (AM reflete nela e volta pra terra) as vezes atravessarem 2000km, lembra vagamente o ato de refletir numa nuvem a 14km de altura (Conforme a latitude as nuvens chegam a 12 a 15km, porque acima disso o perfil de pressão é diferente, na linha do equador essa zona de pressão diferenciada está mais alta, digamos a 17km, por isso as ondas médias são chamadas de "ondas tropicais", nas regiões tropicais elas vão mais longe que em região temperada com zona de pressão diferenciada a digamos 9km, difrata ou reflete igual mas numa altitude menor o alcance menor, é como se tivesse uma torre de 9km na Patagonia na Argentina, e em Belém-PA fosse possível uma torre de 17km de altura, naturalmente o alcance da torre em Belém será muito maior).

    Vapor d'agua saindo do solo conforme o calor (A bolha de ar-quente nos primeiros metros de solo exposto) muda a refração, então se viver dependendo de refração ela pode variar, e quanto mais alta a frequência (1800MHz é o dobro de 900MHz, a onda cai pela metade no tamanho) mais a difração afeta, não dá pra achar que o caminho que 900MHz faz com difração uma onda de 1800MHz também fará, só poderia comparar as 2 se tivesse visada com a zona de Fresnel limpa, porque até o tamanho da zona de Fresnel muda, quanto maior a frequência menor a zona de Fresnel, em celular ela não faz muita diferença pra ligação (8 a 12kbps), mas se fosse ter uma conexão 3G a 2100MHz trafegando 40Mbps faria MUITA diferença, sem zona de Fresnel limpa é impossível ter esse trafego numa distância razoável, a difração e efeito ponta-de-faca deterioram a qualidade da onda, data rates baixos ficam legíveis mas os altos não.

  19. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    RF tem a questão da difração, um obstáculo só é obstáculo se está muito perto, se está longe o sinal difrata pra baixo e chega com qualidade inferior (Mas chega) num altitude inferior ao obstáculo:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         diffrazioneondeem.gif
Visualizações:	127
Tamanho: 	5,7 KB
ID:      	65404

    Pra um PTP wifi isso não ajuda porque falamos em trafego tipo 2 ou 3Mbps necessários, mas ligação de celular tem profile de 8 a 12kbps quando o sinal é baixo, ligação de celular literalmente se contenta com pouco porque trafega poucos dados.

    Rádio FM e televisão analógica tem muito disso também, logo atrás de um morro não pega, mas se for de distanciando no morro sem mudar a altitude começa a pegar.

    Aqui não tem morros, mas tem rios, cada rio num mini-vale, de um lado do rio (Mais perto) não pega uma rádio FM ou sinal de celular, mas no outro lado e na mesma altitude pega os 2, simplesmente porque deu o espaço necessário pro sinal difratado chegar no receptor (E nem sempre o celular conecta porque ele precisa escanear a rede, mandar pedido de conexão (E celular tem no máximo 2W e antena de 2dBi, enquanto a torre de celular tem 20W e antena de 14dBi no mínimo, chegam a 100W EIRP no caso dos 850MHz), e esse pedido precisa ser respondido, é normal o celular escanear a rede (Ela aparecer no celular) mas você não fazer ligação, porque o sinal torre>celular difrata num obstáculo, mas o sinal celular>torre não.

    Além da difração, caso seja um obstáculo de arestar definidas, tem esse caso na esquerda da imagem, no prédio, é o efeito ponta de faca, é uma difração com emissão "nova" e apontada mais pra baixo, a difração demora digamos 1km pro sinal "cair" 30m, mas o efeito ponta-de-faca joga um segundo sinal 30m pra baixo a 100m de distancia, mas esse sinal é de qualidade muito inferior, só é aproveitável em rádio AM, FM e coisas assim, até em TV analógica (Largura de 5MHz) raramente resulta em imagem nítida. Seria isso:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         knife_ac.gif
Visualizações:	48
Tamanho: 	6,6 KB
ID:      	65405

    E no caso de rádio OM e FM ainda existe a refração no ar mesmo, conforme pressão atmosférica e umidade tem a refração numas camadas a 1 ou 2km de altitude, rádio amador conhece como "aberturas", é o que permite frequências que não refletem na ionosfera (AM reflete nela e volta pra terra) as vezes atravessarem 2000km, lembra vagamente o ato de refletir numa nuvem a 14km de altura (Conforme a latitude as nuvens chegam a 12 a 15km, porque acima disso o perfil de pressão é diferente, na linha do equador essa zona de pressão diferenciada está mais alta, digamos a 17km, por isso as ondas médias são chamadas de "ondas tropicais", nas regiões tropicais elas vão mais longe que em região temperada com zona de pressão diferenciada a digamos 9km, difrata ou reflete igual mas numa altitude menor o alcance menor, é como se tivesse uma torre de 9km na Patagonia na Argentina, e em Belém-PA fosse possível uma torre de 17km de altura, naturalmente o alcance da torre em Belém será muito maior).

    Vapor d'agua saindo do solo conforme o calor (A bolha de ar-quente nos primeiros metros de solo exposto) muda a refração, então se viver dependendo de refração ela pode variar, e quanto mais alta a frequência (1800MHz é o dobro de 900MHz, a onda cai pela metade no tamanho) mais a difração afeta, não dá pra achar que o caminho que 900MHz faz com difração uma onda de 1800MHz também fará, só poderia comparar as 2 se tivesse visada com a zona de Fresnel limpa, porque até o tamanho da zona de Fresnel muda, quanto maior a frequência menor a zona de Fresnel, em celular ela não faz muita diferença pra ligação (8 a 12kbps), mas se fosse ter uma conexão 3G a 2100MHz trafegando 40Mbps faria MUITA diferença, sem zona de Fresnel limpa é impossível ter esse trafego numa distância razoável, a difração e efeito ponta-de-faca deterioram a qualidade da onda, data rates baixos ficam legíveis mas os altos não.
    Olá amigo! existe na

  20. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    RF tem a questão da difração, um obstáculo só é obstáculo se está muito perto, se está longe o sinal difrata pra baixo e chega com qualidade inferior (Mas chega) num altitude inferior ao obstáculo:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         diffrazioneondeem.gif
Visualizações:	127
Tamanho: 	5,7 KB
ID:      	65404

    Pra um PTP wifi isso não ajuda porque falamos em trafego tipo 2 ou 3Mbps necessários, mas ligação de celular tem profile de 8 a 12kbps quando o sinal é baixo, ligação de celular literalmente se contenta com pouco porque trafega poucos dados.

    Rádio FM e televisão analógica tem muito disso também, logo atrás de um morro não pega, mas se for de distanciando no morro sem mudar a altitude começa a pegar.

    Aqui não tem morros, mas tem rios, cada rio num mini-vale, de um lado do rio (Mais perto) não pega uma rádio FM ou sinal de celular, mas no outro lado e na mesma altitude pega os 2, simplesmente porque deu o espaço necessário pro sinal difratado chegar no receptor (E nem sempre o celular conecta porque ele precisa escanear a rede, mandar pedido de conexão (E celular tem no máximo 2W e antena de 2dBi, enquanto a torre de celular tem 20W e antena de 14dBi no mínimo, chegam a 100W EIRP no caso dos 850MHz), e esse pedido precisa ser respondido, é normal o celular escanear a rede (Ela aparecer no celular) mas você não fazer ligação, porque o sinal torre>celular difrata num obstáculo, mas o sinal celular>torre não.

    Além da difração, caso seja um obstáculo de arestar definidas, tem esse caso na esquerda da imagem, no prédio, é o efeito ponta de faca, é uma difração com emissão "nova" e apontada mais pra baixo, a difração demora digamos 1km pro sinal "cair" 30m, mas o efeito ponta-de-faca joga um segundo sinal 30m pra baixo a 100m de distancia, mas esse sinal é de qualidade muito inferior, só é aproveitável em rádio AM, FM e coisas assim, até em TV analógica (Largura de 5MHz) raramente resulta em imagem nítida. Seria isso:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         knife_ac.gif
Visualizações:	48
Tamanho: 	6,6 KB
ID:      	65405

    E no caso de rádio OM e FM ainda existe a refração no ar mesmo, conforme pressão atmosférica e umidade tem a refração numas camadas a 1 ou 2km de altitude, rádio amador conhece como "aberturas", é o que permite frequências que não refletem na ionosfera (AM reflete nela e volta pra terra) as vezes atravessarem 2000km, lembra vagamente o ato de refletir numa nuvem a 14km de altura (Conforme a latitude as nuvens chegam a 12 a 15km, porque acima disso o perfil de pressão é diferente, na linha do equador essa zona de pressão diferenciada está mais alta, digamos a 17km, por isso as ondas médias são chamadas de "ondas tropicais", nas regiões tropicais elas vão mais longe que em região temperada com zona de pressão diferenciada a digamos 9km, difrata ou reflete igual mas numa altitude menor o alcance menor, é como se tivesse uma torre de 9km na Patagonia na Argentina, e em Belém-PA fosse possível uma torre de 17km de altura, naturalmente o alcance da torre em Belém será muito maior).

    Vapor d'agua saindo do solo conforme o calor (A bolha de ar-quente nos primeiros metros de solo exposto) muda a refração, então se viver dependendo de refração ela pode variar, e quanto mais alta a frequência (1800MHz é o dobro de 900MHz, a onda cai pela metade no tamanho) mais a difração afeta, não dá pra achar que o caminho que 900MHz faz com difração uma onda de 1800MHz também fará, só poderia comparar as 2 se tivesse visada com a zona de Fresnel limpa, porque até o tamanho da zona de Fresnel muda, quanto maior a frequência menor a zona de Fresnel, em celular ela não faz muita diferença pra ligação (8 a 12kbps), mas se fosse ter uma conexão 3G a 2100MHz trafegando 40Mbps faria MUITA diferença, sem zona de Fresnel limpa é impossível ter esse trafego numa distância razoável, a difração e efeito ponta-de-faca deterioram a qualidade da onda, data rates baixos ficam legíveis mas os altos não.
    Olá amigo! existe no youtube pessoas tirando uma quantidade de elementos de
    antenas yagis para celular, e adaptando essas antenas em antenas parabólicas de tela, e mostrando bons resultados. Existe um local aqui que pega sinal em apenas
    6 metros de altura, com antenas triband de grade da proeletronic, mas, o sinal
    sempre cai. Tenho uma antena parabólica de 1,50m de diametros que eu uso na
    minha tv; será que eu prendendo o dipolo dessa antena de grade na ponta da
    bengala dessa antena parabólica de maneira que sua flange fique na mesma
    distância focal do lnb em relação ao fundo da antena parabólica, irá dá bom
    resultado? já que ainda não vi ninguém fazer esse experimento com dipolo de
    antena de grade.






Tópicos Similares

  1. QUal é a forma mais pratica de fazer teste de sinal para 3g ou 4G?
    Por ccbsumare no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 4
    Último Post: 10-02-2017, 13:55
  2. Respostas: 5
    Último Post: 12-03-2016, 11:17
  3. Antena para Ampliar Sinal de Celular
    Por wdnc5 no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 22-10-2013, 23:17
  4. Respostas: 8
    Último Post: 05-09-2011, 15:50
  5. Respostas: 24
    Último Post: 29-04-2009, 07:46

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L