Página 9 de 9 PrimeiroPrimeiro ... 456789
+ Responder ao Tópico

  1. Citação Postado originalmente por emilidani Ver Post
    Desculpe mais não entendo seu modelo. Sua empresa "Gestora" não vai ter funcionários? ? Quem vai gerenciar a empresa? quem vai tomar as decisões do dia a dia?
    Sim, a ideia é que essa empresa gestora (que antes me referi como sendo uma joint venture/operation) tenha seus próprios funcionários, mas que o pagamento deles venha do faturamento dela, como toda empresa comum (ao invés de vir dos provedores, como em uma associação, cooperativa ou etc.). Sendo assim, nos preços dos serviços de transporte prestados por essa empresa, através das redes de provedores, estaria incluso uma parte para cobrir gastos com funcionários e outras coisas, sempre no mínimo possível.

    Pra mim, até os administradores (sócios, diretores, etc. - na verdade a estrutura de pessoal de uma empresa assim não deve ser muito grande, já que boa parte do trabalho é dos provedores) dessa empresa gestora deveriam receber como funcionários, nada de lucro para retirar pró-labore. Isso porque duvido haver espaço para lucro nos preços dos serviços sem encarecê-los absurdamente, mas se de alguma forma conseguirem, então não é problema. Para os administradores se contentarem apenas com salário de funcionário, acho que apenas se eles vierem (por eleição de diretoria da empresa, ou algo assim) dos provedores fornecedores de capacidade, já que o ganho real é no provedor (e por esse motivo isso é até outra forma de motivar a empresa a ser eficiente e trazer resultados) e o salário na empresa gestora seria apenas para não trabalhar nela de graça.


  2.    Publicidade


  3. Entendo tua ideia de começar com 2, 3 ou 4 regionalmente...
    Mas isso gera custos que podem consumir a economia obtida na compra do link.

    Hoje em dia o valor do link para compras maiores está caindo de uma forma fantástica.
    Tem um usuário aqui no Under ( @DaspreLinks ) que tem negociado links a preços muito atrativos. Não resta dúvida que seria para compra de 1 GB. Mas porque então não utilizar a estrutura comercial deste usuário para conseguir regionalmente uma boa quantidade de link? Hoje já não precisa sair da sua região para buscar link, a não ser em casos muito específicos.

    Faz um teste para ver se você consegue na sua região juntar 3 provedores para fazer uma compra com ele? Ele tem negociado link até a 30 reais o mega. Para compras de 1GB, dependendo da região. Ele não se limita a uma operadora só. A capilaridade comercial dele é bem ampla.

    Não quero de maneira alguma te desanimar, mas se você encontrar estes 3 provedores será um caso de sucesso...

  4. Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Sim, a ideia é que essa empresa gestora (que antes me referi como sendo uma joint venture/operation) tenha seus próprios funcionários, mas que o pagamento deles venha do faturamento dela, como toda empresa comum (ao invés de vir dos provedores, como em uma associação, cooperativa ou etc.). Sendo assim, nos preços dos serviços de transporte prestados por essa empresa, através das redes de provedores, estaria incluso uma parte para cobrir gastos com funcionários e outras coisas, sempre no mínimo possível.

    Pra mim, até os administradores (sócios, diretores, etc. - na verdade a estrutura de pessoal de uma empresa assim não deve ser muito grande, já que boa parte do trabalho é dos provedores) dessa empresa gestora deveriam receber como funcionários, nada de lucro para retirar pró-labore. Isso porque duvido haver espaço para lucro nos preços dos serviços sem encarecê-los absurdamente, mas se de alguma forma conseguirem, então não é problema. Para os administradores se contentarem apenas com salário de funcionário, acho que apenas se eles vierem (por eleição de diretoria da empresa, ou algo assim) dos provedores fornecedores de capacidade, já que o ganho real é no provedor (e por esse motivo isso é até outra forma de motivar a empresa a ser eficiente e trazer resultados) e o salário na empresa gestora seria apenas para não trabalhar nela de graça.
    Então a forma formal da Joint Venture é "sociedade empresarial" ou "sociedade cooperativa" , a sociedade empresarial não se aplica nessa sua visão pois as decisões depende do capital de cada sócio. A única que se aplica é a Cooperativa onde cada sócio tem um voto. Para começar a empresa de onde vai sair o dinheiro? como vai fazer para contratar pessoal? comprar carro? ferramentas? aluguel sede?

    Se vai "juntar" varias empresas precisa de um marco legal. Como vai exercer atividade remunerada (vai cobrar dos clientes) terá que optar por um modelo de empresa.

  5. Acompanhando a ideia

    Enviado via LG-D337 usando UnderLinux App


  6.    Publicidade




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L