+ Responder ao Tópico



  1. #13
    Avatar de Nilton Nakao
    Ingresso
    Sep 2013
    Localização
    Carlos Chagas, Minas Gerais
    Posts
    1.181

    Padrão Re: Raios na torre

    Sendo no meio urbano, basta ter aterramento na torre com para-raio, rede elétrica com fio terra( aterramento não pode se melhor do que a concessionária)e um bom filtro de fase ou linha.
    No meio rural, além destes itens a chave de retardo, um transformador de isolação é a melhor opção, aumenta o consumo em até 30% mas acredito valer a pena.
    Eu uso, mesmo para meio urbano e com no-break e nada queimou.

  2. #14
    Moderador Avatar de Bruno
    Ingresso
    Nov 2002
    Localização
    Guarapuava-PR
    Posts
    4.118
    Posts de Blog
    1

    Padrão Re: Raios na torre

    Esta historia de cabo de descida do para raio ser isolada da torre é conversa pode ser usado a própria estrutura.
    O problema não é cair o raio na torre e sim o raio passar , circuitar pelos equipamentos, como muitos falam o raio escolhe a melhor condutividade, ai se sua antena for a maior condutividade ferrou vai fritar tudo mesmo



  3. #15

    Padrão Re: Raios na torre

    Caso alguém ache caros demais fazer o aterramento correto pra para-raios, seguindo digamos isso:
    https://www.mspc.eng.br/tecdiv/para-raios-210.shtml

    (Tem que fazer o cálculo ficar abaixo de 10 ohms. Na maior parte do Brasil a resistência dos solos passa de 100 ohms por metro, em boa parte do norte, nordeste e centro-oeste passa de 200 ohms se for terra argilosa. No meu caso precisa umas 40 hastes com malha enterrada! Implica perder um espaço de 12x12m com malha e hastes enterradas, com grama ou vegetação acima, pra manter umidade no solo (Nada de concreto! Solo seco tem resistência alta demais!)

    É importante entender que cabo exposto é atingido por diversos campos eletromagnéticos de alta intensidade criados por raios PRÓXIMOS, eles induzem alta tensão nos cabos e essa alta tensão queima equipamento. Raio direto é coisa extremamente rara em torre de telecom, mas indução por raio nas proximidades acontece todo dia. Pra descarregar essa alta tensão em baixa potência que foi induzida, no caso de 2 ou 3 equipamentos, um aterramento básico de 1 ou 2 hastes de 2,4 resolve (Dependendo do solo, claro. Arreia ou cascalho exigem umas 3. E tem que ser solo que pega chuva as vezes, nada de solo que fica seco o ano todo. Se for solo seco (Por ter concreto em cima) precisa meia duzia de hastes pra ter o efeito de 3 hastes debaixo da grama ou 2 debaixo de uma horta irrigada todo dia).

    Protetor de surto é proteção extra, a maioria dos equipamentos já tem alguns componentes internos chamados TVS na entrada de rede, eles mandam pro terra qualquer sobretensão nas linhas de dados do cabo ethernet. Mas... no caso de uma indução maior eles são insuficientes, as vezes vale a pena aterramento + protetor ethernet.

    Somente protetor, sem aterramento, é quase inútil, a alta tensão induzida nos cabos tem que ter onde sair, os centelhadores ou diodos zenes nos protetores ethernet dissipam algo na forma de calor mas é pouco, o mínimo seria 1 haste mesmo, e bem enterrada (Nada de 1 palmo pra fora, e sim 1 palmo abaixo do solo. Quanto mais fundo melhor), mas tem gente que acha que 1 mísera haste é um aterramento completo. NÃO! Isso é o aterramento mínimo que não serve pra quase nada! O mínimo a fazer é o mínimo, mas quem quer proteção efetiva tem que fazer mais que o mínimo.

  4. #16

    Padrão Re: Raios na torre

    Citação Postado originalmente por Bruno Ver Post
    Esta historia de cabo de descida do para raio ser isolada da torre é conversa pode ser usado a própria estrutura.
    O problema não é cair o raio na torre e sim o raio passar , circuitar pelos equipamentos, como muitos falam o raio escolhe a melhor condutividade, ai se sua antena for a maior condutividade ferrou vai fritar tudo mesmo
    Para aqueles que tem aterramento separado da torre, vale ressaltar que caso um raio caia na torre, haverá um diferencial entre os aterramento.... dessa forma o raio irá descer por um lado e subir pelo outro lado. O correto é interligar tudo no mesmo aterramento.



  5. #17

    Padrão Re: Raios na torre

    Citação Postado originalmente por sphreak Ver Post
    Vamos lá rapaziada.

    A questão de aterramento e pára-raios é muito deixada de lado pelo pessoal que monta torres. E tem muito erro por aí! O principal deles é utilizar a própria torre como pára-raios.
    Vejam exemplos de como não fazer:

    Anexo 65951

    Este caso é um caso típico em que o pára-raios da torre é a antena.

    As descargas atmosféricas são "preguiçosas", pois elas tendem a achar o caminho mais fácil até a terra. Quando há pára-raio instalado na torre, a descarga desce pelo franklin até o aterramento. Quando não há, a descarga se dissipa pela estrutura metálica da torre até chegar ao chão.

    O que muita gente esquece, é que a vasta maioria das antenas fazem um "curto" com a malha de proteção dos cabos. Um painel setorial por exemplo tem a sua fixação em curto direto com a malha externa do pig tail. (utilize um multímetro e faça o teste pra ver). Isso significa que uma descarga atmosférica que porventura venha a se dissipar na estrutura da torre, pode, e geralmente faz, é achar o caminho da malha do cabo até as placas dos rádios.

    Outra coisa. Não adianta fazer qualquer tipo de aterramento. Existe um padrão cientificamente comprovado de estrutura de proteção de um pára-raios.

    Anexo 65952

    Então não adianta fazer esta merda aqui:

    Anexo 65953

    Este aqui é uma instalação de antena de telefone rural. Mas de que adianta colocar uma haste de aterramento que descarrega na estrutura metálica da torre e dissipa na própria antena? E pior... Utilizar a haste do pára-raios como suporte de antena.

    Anexo 65954

    Outro exemplo onde os pára-raios são as próprias antenas.

    Anexo 65955

    Estes são os erros mais comuns que os provedores comentem. Saem por aí montando torre igual armar barraca na feira e querem que a coisa funcione.

    Agora imaginem uma operadora de celular, com centenas de torres pelo Brasil/Mundo se tivessem que ficar trocando equipamento queimado o tempo todo? Não daria certo. Então vamos observar o padrão de uma torre de telecom projetada por Eng Civil+Eng Telecom+Eng Eletrico + etc..


    Anexo 65956

    Esse tipo de instalação é praticamente padrão!

    Anexo 65957

    Perceberam que há isolantes para separar o sistema pára-raios da estrutura metálica da torre?? Se é pra utilizar a torre como um pára raios gigante não haveria sentido em todo esses equipamentos não é verdade?

    _____________________________________________________________________

    Como eu faço?

    Dessa maneira:

    Anexo 65958

    Anexo 65959

    Anexo 65960

    Anexo 65961

    Anexo 65962

    Perfeita explicação, minhas torres são assim, minha redução com problemas em equipamentos foi grande depois do correto sistema de apara raios, e não querendo fazer desmerecer a opinião de alguns colegas. Mais um apara raio correto e dessa maneira ISOLADO da torre, tomadas aterradas, e a torre aterrada, tudo feito separadamente.

  6. #18

    Padrão Re: Raios na torre

    Citação Postado originalmente por alextaws Ver Post
    Perfeita explicação, minhas torres são assim, minha redução com problemas em equipamentos foi grande depois do correto sistema de apara raios, e não querendo fazer desmerecer a opinião de alguns colegas. Mais um apara raio correto e dessa maneira ISOLADO da torre, tomadas aterradas, e a torre aterrada, tudo feito separadamente.
    Agora deixo a pergunta:
    Porque será que as Operadoras não descem um para-raio isolado da torre... elas aterram apenas a torre?