+ Responder ao Tópico



  1. #169

    Padrão Re: Por que o 4G B3 no smartphone só funciona perto das torres?

    Citação Postado originalmente por JoaoBC Ver Post
    A merda é isso...
    Não haver como medir o sinal ali. Saber se uma antena daria o ganho suficiente sem saber qual o ganho necessário e qual é o sinal ali para calcular se há ou não a antena certa e se é viável...

    Bom, alguém já conseguiu usar VoLTE tendo repetidor ?
    Com relação o VoLTE, se ele estiver disponível na frequência, qualquer repetidor daquela frequência vai funcionar. Isso porque o repetidor trabalha amplificando a banda e não a tecnologia.
    Se você testar com um smartphone, em um local próximo que tenha um minimo de sinal e ele funcionar o VoLTE (a tecnologia está disponível na frequência) o repetidor vai repetir/amplificar tudo! Sem distinção do que está sendo transmitido na banda.

  2. #170

    Padrão Re: Por que o 4G B3 no smartphone só funciona perto das torres?

    Spreak, obrigado pela resposta, fiquei bem mais animado.
    Umas coisas que reparei:
    1) Os modens pendrive (ex: Huawei E8372, E3276) possuem DUAS entradas de antena externa.
    2) As antenas "espinha de peixe", yagi, como por exemplo a da aquario, possui uma conexão
    http://www.aquario.com.br/produto/cf-714/
    3) As antenas quadradinhas importadas, possuem também dois fios.
    https://www.aliexpress.com/item/Unlo...31febb4e0c7-20
    4) As toupeiras do SAC da Huawei não sabem nem soletrar o nome da empresa, quando mais falar se estas antenas yagi servem para o modem, se preciso de duas, se basta uma porém preciso de um cabo Y para ligar nos dois pontos, se basta ligar em um ponto só (e qual seria), etc.



  3. #171

    Padrão

    Citação Postado originalmente por JoaoBC Ver Post
    Spreak, obrigado pela resposta, fiquei bem mais animado.
    Umas coisas que reparei:
    1) Os modens pendrive (ex: Huawei E8372, E3276) possuem DUAS entradas de antena externa.
    2) As antenas "espinha de peixe", yagi, como por exemplo a da aquario, possui uma conexão
    http://www.aquario.com.br/produto/cf-714/
    3) As antenas quadradinhas importadas, possuem também dois fios.
    https://www.aliexpress.com/item/Unlo...31febb4e0c7-20
    4) As toupeiras do SAC da Huawei não sabem nem soletrar o nome da empresa, quando mais falar se estas antenas yagi servem para o modem, se preciso de duas, se basta uma porém preciso de um cabo Y para ligar nos dois pontos, se basta ligar em um ponto só (e qual seria), etc.
    Essa antena externa da Aquário possui um conector tipo N fêmea, então você precisará de um cabo com conector N macho para ligar ela.
    Se for comprar essa antena de 700Mhz, não compre essa pequena de 14dBi. Vá direto para o modelo CF 720 de 20 dBi.

    O conector do modem é do tipo CRC-9, então para você ligar o cabo da antena externa ao modem você irá precisar de um adaptador.

    O itens para você ligar seu modem ao sinal externo seria:

    1 antena externa modelo CF 720
    1 cabo RG58 ou 1 cabo RGC213
    1 adaptador CF-400 ou CF-400

  4. #172

    Padrão Re: Por que o 4G B3 no smartphone só funciona perto das torres?

    Spreak, obrigado pela resposta, fiquei (ainda) bem mais animado.
    O cabo para adaptar conector N de antena externa para CRC-9 eu já tenho. Menos um problema, graças a Deus...



  5. #173

    Padrão

    Usando o aplicativo OpenSignal, ele mostra que em determinada localidade existe uma ERB.
    Não tenho certeza se de fato existe essa ERB, ou se foi alguém que acessou usando uma antena externa. Pois é uma localidade bem distante da cidade mais próxima.
    Ele mostra as informações CELL ID 17032 e LAC 1491.
    Verificando no site da Teleco, essas informações (abaixo) são para localizar uma ERB.

    Pergunto: Tem onde verificar a localização de uma ERB, com base no CELL ID e LAC?

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         opensignal.png
Visualizações:	13
Tamanho: 	82,4 KB
ID:      	69264

    Cell Identification (CI)
    Toda célula GSM possui um código identificador que a torna única em todo o mundo. Ele é chamado de Cell Identification (CI) (ERICSSON, 2000), (NOKIA, 2007). Fazendo uma analogia com uma rede de computadores, este pode ser comparado ao IP que cada elemento possui para ser encontrado na rede, como por exemplo, 128.10.26.32 (Tanenbaum, 2007). Da mesma forma, cada célula é reconhecida numa rede de telefonia celular através dessa identificação, onde é realizada troca de sinalização entre a central para operações como handover, Por exemplo. Assim como no IPv4, onde o endereço é separado em quatro grupos o CI obedece ao mesmo critério. A seguir é mostrada a sua composição na prática..

    O CI é parte integrante do CGI (Cell Global Identity) = LAI (Location Area Identity) + CI.

    Mas o LAI é composto pelo:
    MCC (Mobile Country Code): Código do país;
    MNC (Mobile Network Code): Código da rede na operadora e
    LAC (Location Area Code): Código local da operadora

    Logo o CGI = MCC + MNC + LAC + CI¸ o que lembra a arquitetura do IPv4.

  6. #174