+ Responder ao Tópico



  1. #25
    Avatar de Nilton Nakao
    Ingresso
    Sep 2013
    Localização
    Carlos Chagas, Minas Gerais
    Posts
    1.050

    Padrão Re: Por que o 4G B3 no smartphone só funciona perto das torres?

    Isso é mais do que complicado, com relação às bandas. Nós brasileiros não somos fiéis a uma determinada operadora, na primeira raiva e na primeira oportunidade trocamos de operadora ou ficamos sem. Apesar de ser mais caro, existem modens da ZTE. Huawei, D-link sem bandeira e o que é pior, trocam de sistema ao efetuar uma chamada de voz. 3G para 2G e 4G para 3G.
    Já passamos uma certa raiva por alguns modelos de celulares não funcionarem na rede 3G no chip 2, obrigando-nos a fazer alternância quando permitia fazer ou trocar o chip. Motorola desde o G1 levava vantagem, bastando apenas trocar o serviço de dados.

    Não tenho certeza, mas se entrar no firmiware do aparelho dá para trocar a banda, ou até mesmo usar no sistema automático, ao fazer o reset volta na configuração original da operadora.

  2. #26

    Padrão Re: Por que o 4G B3 no smartphone só funciona perto das torres?

    Citação Postado originalmente por Nilton Nakao Ver Post
    Isso é mais do que complicado, com relação às bandas. Nós brasileiros não somos fiéis a uma determinada operadora, na primeira raiva e na primeira oportunidade trocamos de operadora ou ficamos sem. Apesar de ser mais caro, existem modens da ZTE. Huawei, D-link sem bandeira e o que é pior, trocam de sistema ao efetuar uma chamada de voz. 3G para 2G e 4G para 3G.
    Já passamos uma certa raiva por alguns modelos de celulares não funcionarem na rede 3G no chip 2, obrigando-nos a fazer alternância quando permitia fazer ou trocar o chip. Motorola desde o G1 levava vantagem, bastando apenas trocar o serviço de dados.

    Não tenho certeza, mas se entrar no firmiware do aparelho dá para trocar a banda, ou até mesmo usar no sistema automático, ao fazer o reset volta na configuração original da operadora.
    Dá sim, eu já tentei forçar a banda pelo ServiceMode da Samsung, obrigando o celular a se conectar somente na banda 3 do LTE, e funciona bem lá perto das torres! mas aqui, mesmo com uma boa antena direcional apontada pra lá, com intensidade de sinal acima de 90%, com repetidor muito bom de 70dBm, ainda assim ele não se conecta na rede... mas o modem da ZTE (MF79s), nem precisa forçar a banda, ele sozinho vai pro 4G no automático, se deixarmos o celular no automático, ele só se conecta no 3G da cidade local, até chega a aparecer o 4G, ou seja ele encontra a rede 4G do repetidor e até chega a aparecer o 4G lá em cima com todos os pontos, mas daí ele para de gerar dados, fica só a seta de upload, e pouco tempo depois cai para 3G sozinho, e o chip dele já testei no modem da ZTE, e o mesmo funcionou o 4G normal, provando que não é nada com o chip ou algo assim, é algo intrigante que já vi muito em fóruns gringo também.



  3. #27

    Padrão Re: Por que o 4G B3 no smartphone só funciona perto das torres?

    Citação Postado originalmente por cassianopb Ver Post
    Dá sim, eu já tentei forçar a banda pelo ServiceMode da Samsung, obrigando o celular a se conectar somente na banda 3 do LTE, e funciona bem lá perto das torres! mas aqui, mesmo com uma boa antena direcional apontada pra lá, com intensidade de sinal acima de 90%, com repetidor muito bom de 70dBm, ainda assim ele não se conecta na rede... mas o modem da ZTE (MF79s), nem precisa forçar a banda, ele sozinho vai pro 4G no automático, se deixarmos o celular no automático, ele só se conecta no 3G da cidade local, até chega a aparecer o 4G, ou seja ele encontra a rede 4G do repetidor e até chega a aparecer o 4G lá em cima com todos os pontos, mas daí ele para de gerar dados, fica só a seta de upload, e pouco tempo depois cai para 3G sozinho, e o chip dele já testei no modem da ZTE, e o mesmo funcionou o 4G normal, provando que não é nada com o chip ou algo assim, é algo intrigante que já vi muito em fóruns gringo também.
    Vou mostrar uma conta aqui que de repente pode jogar um balde de água fria no seu projeto.
    Tenha em mente primeiro que para transmissão de dados 4G e 3G, qualquer sinal abaixo de -100dBm é praticamente inservível.

    Segundo: Esse sinal é na entrada do repetidor e na entrada da torre e não pós amplificação pelo repetidor.

    Terceiro: A comunicação de dados 4G e 3G é uma via de mão dupla. Se o equipamento passa muito tempo tentando fazer upload (seja smartphone ou o rádio transmissor da ERB) e não conseguir, ele vai derrubar a conexão e tentar conectar novamente. Se tiver um sinal de melhor confiabilidade ele vai conectar. É o caso de quando se perde a conectividade 4G e o equipamento comuta para o 3G ou 2G disponível. Se não tiver um sinal mais confiável ele simplesmente não conecta, ou em alguns aparelhos (principalmente da Samsung) ele apresenta o sinal mas nada acontece. Lembra que comentei em uns posts anteriores que equipamentos Samsung apresentam o sinal que estiver presente ou o sinal que estiver conectado. Se ele não estiver conectado na operadora do sim chip, ele mostra o sinal da operadora que estiver mais forte e se o único sinal presente é da operadora do sim chip, mas não conectar, ele mostra do mesmo jeito. É estranho mas...

    Agora vamos a conta que pode jogar um balde de água no seu projeto. E vou considerar só o uplink do seu repetidor para a torre, tendo em vista que não sei a intensidade de sinal na estrada do repetidor, mas posso supor que o repetidor esteja transmitindo o máximo que pode.

    A potência desses repetidores Aquário da faixa do uplink, é de aproximadamente 15dBm. Tenha em mente que esse é o valor máximo que o repetidor vai transmitir para a torre da operadora. E tenha em mente que esse valor pode variar devido a alguns fatores. O principal deles é a potência dos aparelhos que estão antes do repetidor e a atenuação do sinal sofrida por paredes, cabos RG58 etc.

    Como diria na escola, vamos usar uma condição ideal de cálculo.

    A fórmula de perdas no espaço livre é dada pela equação:

    P= 32,5 + 20.log F + 20.log D

    P= perda em dBm
    F= frequência em Mhz
    D= distância em Km

    O sinal de chegada em cada rádio é feito: potência de saída + ganho da antena emissora - perdas no espaço livre + ganho da antena receptora que vou chamar de PS + AE - PE + AR

    Considerando que a potência de saída no repetidor é de 20dBm (em amplificação máxima com sinal total de entrada= -50dBm), a frequência de operação é 1800Mhz e a distância informada no seu primeiro post é 17Km.

    P=?
    F=1800Mhz
    D=17Km

    P=32,5 + 20.log 1800 + 20.log 17
    P= 32,5 + 20. 3,2552 + 20. 1,2304
    P= 32,5 + 65,104 + 24,608 = 122,212

    Arredondando P = 122dBm

    Façamos o caminho inverso. Partindo do celular, passando pelo repetidor e indo para ERB.

    Considere o seguinte dado: Para redes EDGE e LTE a potência máxima de emissão permitida pela ANATEL é de 20dBm. Smartphones tem sua saída na faixa dos 17dBm.

    A 1 metro do repetidor, o celular emite 17dBm. Perde 50dBm no espaço livre, chegando efetivamente no repetidor -33dBm.

    O ganho de uplink é de 65dB. Então -33dBm + 65dB = 32dBm >>>ATENÇÃO<<< 2 coisas: A potência máxima de saída desse repetidor no uplink é de 15dBm e se você utilizou um cabo RG58 que vem no kit da Aquário, a perda dele é de 1dB/metro. Ele geralmente tem 10mts. Então -10dB referente ao cabo. Então 15dBm - 10 dB = 5dBm

    Sobra 5dBm para a antena externa. Então 5dBm + 17dBi = 22dBm - 122dBm da perda no espaço livre chegam -100dBm na torre. Isso sem considerar perda por relevo, perda se sinal por térmica, perda de sinal por presença água vapor (nuvem, neblina, etc)

    Você está no limite do limite das condições de sinal aí amigo.


    Eu se estivesse na sua posição, emprestaria uma antena de grelha, daquelas da Aquário para WIFI >>>http://www.aquario.com.br/internet/antena-parabolica-grde-internet-20-dbi-mm-2420.html<<<

    E plugaria alguns desses teus equipamentos direto nela para testes. Principalmente esse Elsys Amplimax. Seria o teste derradeiro para determinar a influência do repetidor no seu problema.

  4. #28

    Padrão Re: Por que o 4G B3 no smartphone só funciona perto das torres?

    Citação Postado originalmente por sphreak Ver Post
    Vou mostrar uma conta aqui que de repente pode jogar um balde de água fria no seu projeto.
    Tenha em mente primeiro que para transmissão de dados 4G e 3G, qualquer sinal abaixo de -100dBm é praticamente inservível.

    Segundo: Esse sinal é na entrada do repetidor e na entrada da torre e não pós amplificação pelo repetidor.

    Terceiro: A comunicação de dados 4G e 3G é uma via de mão dupla. Se o equipamento passa muito tempo tentando fazer upload (seja smartphone ou o rádio transmissor da ERB) e não conseguir, ele vai derrubar a conexão e tentar conectar novamente. Se tiver um sinal de melhor confiabilidade ele vai conectar. É o caso de quando se perde a conectividade 4G e o equipamento comuta para o 3G ou 2G disponível. Se não tiver um sinal mais confiável ele simplesmente não conecta, ou em alguns aparelhos (principalmente da Samsung) ele apresenta o sinal mas nada acontece. Lembra que comentei em uns posts anteriores que equipamentos Samsung apresentam o sinal que estiver presente ou o sinal que estiver conectado. Se ele não estiver conectado na operadora do sim chip, ele mostra o sinal da operadora que estiver mais forte e se o único sinal presente é da operadora do sim chip, mas não conectar, ele mostra do mesmo jeito. É estranho mas...

    Agora vamos a conta que pode jogar um balde de água no seu projeto. E vou considerar só o uplink do seu repetidor para a torre, tendo em vista que não sei a intensidade de sinal na estrada do repetidor, mas posso supor que o repetidor esteja transmitindo o máximo que pode.

    A potência desses repetidores Aquário da faixa do uplink, é de aproximadamente 15dBm. Tenha em mente que esse é o valor máximo que o repetidor vai transmitir para a torre da operadora. E tenha em mente que esse valor pode variar devido a alguns fatores. O principal deles é a potência dos aparelhos que estão antes do repetidor e a atenuação do sinal sofrida por paredes, cabos RG58 etc.

    Como diria na escola, vamos usar uma condição ideal de cálculo.

    A fórmula de perdas no espaço livre é dada pela equação:

    P= 32,5 + 20.log F + 20.log D

    P= perda em dBm
    F= frequência em Mhz
    D= distância em Km

    O sinal de chegada em cada rádio é feito: potência de saída + ganho da antena emissora - perdas no espaço livre + ganho da antena receptora que vou chamar de PS + AE - PE + AR

    Considerando que a potência de saída no repetidor é de 20dBm (em amplificação máxima com sinal total de entrada= -50dBm), a frequência de operação é 1800Mhz e a distância informada no seu primeiro post é 17Km.

    P=?
    F=1800Mhz
    D=17Km

    P=32,5 + 20.log 1800 + 20.log 17
    P= 32,5 + 20. 3,2552 + 20. 1,2304
    P= 32,5 + 65,104 + 24,608 = 122,212

    Arredondando P = 122dBm

    Façamos o caminho inverso. Partindo do celular, passando pelo repetidor e indo para ERB.

    Considere o seguinte dado: Para redes EDGE e LTE a potência máxima de emissão permitida pela ANATEL é de 20dBm. Smartphones tem sua saída na faixa dos 17dBm.

    A 1 metro do repetidor, o celular emite 17dBm. Perde 50dBm no espaço livre, chegando efetivamente no repetidor -33dBm.

    O ganho de uplink é de 65dB. Então -33dBm + 65dB = 32dBm >>>ATENÇÃO<<< 2 coisas: A potência máxima de saída desse repetidor no uplink é de 15dBm e se você utilizou um cabo RG58 que vem no kit da Aquário, a perda dele é de 1dB/metro. Ele geralmente tem 10mts. Então -10dB referente ao cabo. Então 15dBm - 10 dB = 5dBm

    Sobra 5dBm para a antena externa. Então 5dBm + 17dBi = 22dBm - 122dBm da perda no espaço livre chegam -100dBm na torre. Isso sem considerar perda por relevo, perda se sinal por térmica, perda de sinal por presença água vapor (nuvem, neblina, etc)

    Você está no limite do limite das condições de sinal aí amigo.


    Eu se estivesse na sua posição, emprestaria uma antena de grelha, daquelas da Aquário para WIFI >>>http://www.aquario.com.br/internet/antena-parabolica-grde-internet-20-dbi-mm-2420.html<<<

    E plugaria alguns desses teus equipamentos direto nela para testes. Principalmente esse Elsys Amplimax. Seria o teste derradeiro para determinar a influência do repetidor no seu problema.
    Pois é, eu sei que estou no limite do limite, acompanhei todo seu cálculo que a final foi feita com maestria, parabéns!
    Mas olha, eu pluguei o Elsys nessa antena aí de grelha e consegui -84dBm de sinal (o link até diz ter 91% de sinal e marca como 'excelente') no 4G 1800MHz da Vivo, depois pluguei a antena 1800 que veio no Kit do repetidor no Elsys e obtive -87dBm (o link até diz ter 88% de sinal e marca como 'bom') de sinal 4G 1800MHz da Vivo, por fim coloquei o MF79s da ZTE dentro do case do amplimax e apontei para as torres, obtive direto no modem -96dBm de sinal também 1800 da vivo.
    Vale lembrar que o Elsys não se conectou na rede mesmo marcando o sinal como excelente, ele se conectou no 3G daqui que acredite, tava com -95dBm, bem abaixo do sinal 4G vindo das torres, já o MF79s nem preciso repetir né?! pegou com maestria!
    Curiosidade: esse modem ZTE, eu coloquei ele no chão aqui na área aberta e, com -119dBm ele se conectou no 4G lá das torres e ainda deu 4Mb de velocidade.
    Testando um outro modem aqui (Olicard 600), ele tem um tipo de "log", e isso é o que ele mostra quando colocamos em apenas 3G:

    Device Information
    Device type: HSPA+
    Application port: COM38
    IMEI: 869594021451168
    IMSI: 724118511734114
    Firmware version: 2.3.4
    --------------------------------------------------------------
    Operator Information
    PIN code Status: READY
    Network code: VIVO
    Network selection mode: Manual
    Network mode: UMTS
    Signal Strength: -80 dBm
    --------------------------------------------------------------
    Network Status
    CS network registration: Registered, home network
    PS network registration: Registered, home network
    PS network attachment: Attached

    .....
    E quando colocamos em apenas LTE:
    Device Information
    Device type: LTE
    Application port: COM38
    IMEI: 869594021451168
    IMSI: 724118511734114
    Firmware version: 2.3.4
    --------------------------------------------------------------
    Operator Information
    PIN code Status: READY
    Network code: Network searching…
    Network selection mode: Manual
    Network mode: Unknown
    Signal Strength: -59 dBm
    --------------------------------------------------------------
    Network Status
    CS network registration: Registered, home network
    PS network registration: Not Registered,searching
    PS network attachment: Detached

    ele em 1800MHz, e próximo das torres ele funciona!



  5. #29

    Padrão

    A Distância das torres estão um pouco mais longe do que achei que era (17KM), na realidade elas estão a 19KM, porém em um lugar bem alto.
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         ndKTUcS.jpg
Visualizações:	44
Tamanho: 	148,0 KB
ID:      	68688

  6. #30

    Padrão

    Citação Postado originalmente por cassianopb Ver Post
    A Distância das torres estão um pouco mais longe do que achei que era (17KM), na realidade elas estão a 19KM, porém em um lugar bem alto.
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         ndKTUcS.jpg
Visualizações:	44
Tamanho: 	148,0 KB
ID:      	68688
    Tá bem longe mesmo. E segundo o site de cobertura da VIVO tem uma torre bem próxima aí.

    Com relação a esses mais de 19Km, eu considero inviável para 4G. E você ainda está com azar de estar em uma área de "sombra".

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         cobertura2.jpg
Visualizações:	57
Tamanho: 	515,1 KB
ID:      	68689

    Eu consideraria comprar um chip da TIM e testar esta torre aqui:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         cobertura1.jpg
Visualizações:	57
Tamanho: 	501,4 KB
ID:      	68690

    Segundo minhas simulações, fica cerca de 6km do seu local e conforme o site de cobertura da TIM, está disponível o 3G e o 4G nesta torre.



    Citação Postado originalmente por cassianopb Ver Post
    Testando um outro modem aqui (Olicard 600), ele tem um tipo de "log", e isso é o que ele mostra quando colocamos em apenas 3G:

    Device Information
    Device type: HSPA+
    Application port: COM38
    IMEI: 869594021451168
    IMSI: 724118511734114
    Firmware version: 2.3.4
    --------------------------------------------------------------
    Operator Information
    PIN code Status: READY
    Network code: VIVO
    Network selection mode: Manual
    Network mode: UMTS
    Signal Strength: -80 dBm
    --------------------------------------------------------------
    Network Status
    CS network registration: Registered, home network
    PS network registration: Registered, home network
    PS network attachment: Attached

    .....
    E quando colocamos em apenas LTE:
    Device Information
    Device type: LTE
    Application port: COM38
    IMEI: 869594021451168
    IMSI: 724118511734114
    Firmware version: 2.3.4
    --------------------------------------------------------------
    Operator Information
    PIN code Status: READY
    Network code: Network searching…
    Network selection mode: Manual
    Network mode: Unknown
    Signal Strength: -59 dBm
    --------------------------------------------------------------
    Network Status
    CS network registration: Registered, home network
    PS network registration: Not Registered,searching
    PS network attachment: Detached

    ele em 1800MHz, e próximo das torres ele funciona!
    Quanto a esse log, a conclusão a que chego é a seguinte:

    CS network é a fase "Circuit Switched" (Comutação do circuito). A grosso modo é fase interna da ERB, como a identificação da estação de usuário, comunicação de voz, contagem de tarifação, etc. Se registrou
    PS network é a fase "Packet Switched" (Comutação de pacotes) É a fase de dados da ERB propriamente dita.

    Na parte de cima onde aparece HSPA+ (ou 3G+) a ERB reconheceu a estação usuário remota e conseguiu estabelecer tráfego de dados com ela, já na parte de baixo do log onde aparece LTE (4G) a ERB reconhece a estação usuário, mas não consegue estabelecer uma conexão de dados com ela.

    Analisando as condições e distância do sinal aí, eu creio fortemente que o motivo de todo esse problema aí é o sinal. Pois existem ERBs próximas (independente de ser 2G, 3G, 4G) e você está tentando conexão a uma ERB distante.

    Vamos conversando. Vai postando seus testes, análises e conclusões que em algum momento desvendamos o mistério.