+ Responder ao Tópico



  1. #7
    Avatar de Nilton Nakao
    Ingresso
    Sep 2013
    Localização
    Carlos Chagas, Minas Gerais
    Posts
    1.020

    Padrão Re: Sinal Wi-Fi para Celular/Notebook

    sphreak então os celulares daqui e notebooks fazem verdadeiros milagres; certamente em zona rural. Até mesmo eu lutei para diminuir o alcance na zona urbana que atingia o triplo disso( 300 mts.) mas nada a 3 metros( zona morta).
    Utilizava antena externa de 15 dBi e roteador multilaser vindo a instalar num corredor interno da casa, mesmo assim seu alcance chegou a 120 metros, as árvores plantada na praça reduziram para 30 metros, está mais do que ótimo.
    Na zona rural, as interfaces 3G ou 4G chegam até perto dos 500 metros de visada, sem o uso de antena externa mas na média é 100 metros ou menos.
    Via torre de celular, já consegui acesso a 15 km no próprio smartphone em 3G( 850 MHz) e uns 4 km com 4G( 2,5 GHz).

  2. #8

    Padrão Re: Sinal Wi-Fi para Celular/Notebook

    Citação Postado originalmente por Nilton Nakao Ver Post
    sphreak então os celulares daqui e notebooks fazem verdadeiros milagres; certamente em zona rural. Até mesmo eu lutei para diminuir o alcance na zona urbana que atingia o triplo disso( 300 mts.) mas nada a 3 metros( zona morta).
    Utilizava antena externa de 15 dBi e roteador multilaser vindo a instalar num corredor interno da casa, mesmo assim seu alcance chegou a 120 metros, as árvores plantada na praça reduziram para 30 metros, está mais do que ótimo.
    Na zona rural, as interfaces 3G ou 4G chegam até perto dos 500 metros de visada, sem o uso de antena externa mas na média é 100 metros ou menos.
    Via torre de celular, já consegui acesso a 15 km no próprio smartphone em 3G( 850 MHz) e uns 4 km com 4G( 2,5 GHz).
    Amigo. Desculpa mas você está falando de coisas diferentes e misturando os assuntos.
    O Wireless comum doméstico, em 2.4Ghz pode até chegar em distâncias superiores a 2~3Km quando emitidos por um AP robusto e antena de ganho mínimo de 15dBi e ser detectado por um smartphone ou notebook. Agora o smartphone e/ou notebook, com cartão interno de no máximo 75mW e antena de ganho 0dBi, devolver o o sinal para o AP é outra história. Na maioria das vezes esses equipamentos não detêm potência suficiente nem para enviar alguns Kb de dados da autenticação ao AP, quanto mais modular um MCS decente para um mínimo de tráfego de dados.
    Em 150, 200 até uns 300mts estourando dá pra ter um mínimo de conexão (enviar uma mensagem de whatsapp). Mas no primeiro obstáculo a conexão vai embora!
    Quanto a interfaces 3G, 4G o assunto é outro. A tecnologia é outra.
    As operadoras se utilizam primeiramente de cartões na casa dos 3~5Watts (não são mais miliwatts dos notes e APs de 2.4). E os rádios tem alta sensibilidade de entrada (detectam um streaming válido de dados abaixo dos -100dBm).
    Em 3G 850Mhz a história muda mais ainda. O conjunto AP das ERBs em 850Mhz são tão especializados que trafegam voz e dados provenientes de reflexão, multipath, etc.
    Se você for em uma área rural montanhosa, onde tenha uma ERB em 850Mhz, vai poder acompanhar instalações onde o apontamento da antena cliente é feito para o morro e não direto para a torre, funcionando melhor e com sinal superior ao apontamento direto (que as vezes nem funciona).



  3. #9

    Padrão Re: Sinal Wi-Fi para Celular/Notebook

    Citação Postado originalmente por sphreak Ver Post
    Amigo. Desculpa mas você está falando de coisas diferentes e misturando os assuntos.
    O Wireless comum doméstico, em 2.4Ghz pode até chegar em distâncias superiores a 2~3Km quando emitidos por um AP robusto e antena de ganho mínimo de 15dBi e ser detectado por um smartphone ou notebook. Agora o smartphone e/ou notebook, com cartão interno de no máximo 75mW e antena de ganho 0dBi, devolver o o sinal para o AP é outra história. Na maioria das vezes esses equipamentos não detêm potência suficiente nem para enviar alguns Kb de dados da autenticação ao AP, quanto mais modular um MCS decente para um mínimo de tráfego de dados.
    Em 150, 200 até uns 300mts estourando dá pra ter um mínimo de conexão (enviar uma mensagem de whatsapp). Mas no primeiro obstáculo a conexão vai embora!
    Quanto a interfaces 3G, 4G o assunto é outro. A tecnologia é outra.
    As operadoras se utilizam primeiramente de cartões na casa dos 3~5Watts (não são mais miliwatts dos notes e APs de 2.4). E os rádios tem alta sensibilidade de entrada (detectam um streaming válido de dados abaixo dos -100dBm).
    Em 3G 850Mhz a história muda mais ainda. O conjunto AP das ERBs em 850Mhz são tão especializados que trafegam voz e dados provenientes de reflexão, multipath, etc.
    Se você for em uma área rural montanhosa, onde tenha uma ERB em 850Mhz, vai poder acompanhar instalações onde o apontamento da antena cliente é feito para o morro e não direto para a torre, funcionando melhor e com sinal superior ao apontamento direto (que as vezes nem funciona).
    Vi num vídeo, que um instalador direciona uma antena de 850Mhz, para uma montanha, ao invés de ser para a torre, e funciona mesmo!

  4. #10

    Padrão Re: Sinal Wi-Fi para Celular/Notebook

    Citação Postado originalmente por chicao48 Ver Post
    Vi num vídeo, que um instalador direciona uma antena de 850Mhz, para uma montanha, ao invés de ser para a torre, e funciona mesmo!
    Com certeza funciona. Em 850Mhz e 900Mhz o melhor apontamento, nem sempre é o direto!
    Essas frequências em ERB Celular 2G e 3G funcionam bem com sinal difratado e refletido.
    Em 700Mhz vai ser no mesmo estilo.

    Em rádio amador UHF, MW, SW é muito comum isso.

    Mas subiu a frequência esse fator reflexão e difração mais atrapalham do que ajudam.



  5. #11

    Padrão Re: Sinal Wi-Fi para Celular/Notebook

    Amigos, tenho essas dúvidas, algum dos nobres sabe responder?

    Com a antena:

    Omni Ubiquiti Airmax Amo-5g13 Omni 13dbi 5.8ghz, eu consigo enviar o sinal até quantos km com o cliente tendo a antena receptora?

    Quantos clientes, passando 10mb pra cada, ela suporta?

    Em dias de chuva ela cai sinal?

    Qual seria antena da ubiquiti, para os clientes, com bom custo benefício visando dias chuvosos?

  6. #12

    Padrão

    Citação Postado originalmente por cassiodcp Ver Post
    Com a antena:

    Omni Ubiquiti Airmax Amo-5g13 Omni 13dbi 5.8ghz, eu consigo enviar o sinal até quantos km com o cliente tendo a antena receptora?
    O sinal cai valores fixos conforme a distância, por exemplo, em 5,8GHz cai 108dBm em 1km.

    Se você tem essa antena de 13dBi, com uma rádio com 20dBm de potência, 20+13 = 33dBm EIRP. A emissão total saindo da antena é de 33dBm EIRP.

    Como cai 108dBm em 1km, 33-108= -75dBm depois de 1km no ar.

    Se pegar um notebook com antena de 2dBi, são 2dBi de GANHO, então aumenta 2dBm no sinal, -75 + 2 = -73dBm, o sinal que um software vai dizer que está recebendo é -73dBm então (Só que pra responder de volta o notebook não tem potência nem antena, notebook tem potência tipo 10-14dBm, e antena de 2-3dBi, resulta em emissão tipo 12-18dbm EIRP).

    Já se depois desse 1km tiver uma CPE de 16dBi, são 16dBm de ganho, então -75dBm no ar vir -59dBm (-75 + 16 = -59dBm) na entrada do rádio dentro da CPE. E com sinal -59dBm dá pra usar data rate muito bom tipo MCS12 de 78Mbps (Cujo throughput real vai dar uns 40Mbps, ou uns 30Mbps agregado, uns 10-15 clientes de 10Mbps terão esse consumo, vai ter só 6-8 clientes conectados toda hora, nenhum consumindo exatamente 10Mbps)

    Então o alcance depende do ganho da antena no cliente, citei CPE de 16dBi, mas pode fazer outras contas. Aqui facilita a conta: http://mayo.nuvisions.net/ubnt_link/

    Um exemplo, 13dBi de antena na base, rádio configurado com 18dBm de potência, e no cliente um Nanobeam de 19dBi:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         calc.jpg
Visualizações:	10
Tamanho: 	198,5 KB
ID:      	69111

    Tem sinal bom só pra MCS12. Configura a base com esse data rate e pronto. Nos clientes se puder use data rate ainda mais baixo.


    Citação Postado originalmente por cassiodcp Ver Post
    Em dias de chuva ela cai sinal?
    Chuva no Brasil derruba o sinal na casa de 1dBm por km ou menos. Desde que use data rare correto, JUSTAMENTE com margem de uns 20dBm até a sensibilidade, não terá problema com chuva. As donas-de-casa que são noobs e deixam tudo no default, com tudo automático, tem que gastar com equipamento MUITO mais caro, porque a tendência com o maldito default é ir pro maior data rate possível, e no cálculo acima deu pra ver que NÃO TEM sinal suficiente pros maiores data rates. Num caso como o exemplo o software seria burro de usar MCS15, mas como não tem sinal suficiente pra ele teria CCQ ruim nesse cliente, e ficaria ainda pior com chuva.

    Wifi não é só conectar e usar, não pode ser dona-de-casa e deixar tudo no default, tem que CONFIGURAR, ou chame de OTIMIZAÇÃO de configuração, mas nunca deixe NADA no default, nem no sistema operacional nem em roteador. Provedor que não quer configurar nada tem que usar equipamento mais caro, usar CPE de 19dBi a 1km de base com 13dBi, e pular pra CPE de R$ 600 de 25dBi pra cliente a 2,5km da torre. Se configurar direito dá pra usar CPE de R$ 300 nesse cliente, num mundo de 100 clientes essa diferença de preço no equipamento gera uma grana GIGANTE.

    Então esquece chuva, se instalar CPE direito, respeitando não só visada como zona de fresnel, e tendo nível de sinal suficiente pro data rate escolhido (Ou pro maior data rate, se quiser viver como noob deixando tudo no default), não terá problemas. Se quiser ignorar a visada achando leigamente que wifi é igual GSM, vai ter só mais um provedor bosta que promete 10Mbps mas entrega uns 1 ou 2Mbps a maior parte do dia, e com jitter gigante tipo 200ms. Já tem uns 5 mil provedores assim no Brasil, evite abrir mais um.