Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Rastreamento de cliente. (pedido judicial)

    Bom dia amigos do fórum.

    Vejam se conseguem me ajudar, por gentileza...

    Trabalho em um provedor de Internet e, recentemente recebemos um pedido judicial para informar um cliente X que utilizou determinado serviço naquela data e hora exata.
    O cliente navega por NAT, então entregaram o pedido contendo nosso IP válido de saída.
    Dessa vez eu vou achar porque me passaram o endereço MAC do suposto infrator (não faço ideia como de como conseguiram o MAC).

    Existem maneiras LEGAIS de manter um banco de dados com logs ou qualquer outra forma LEGAL de rastrear clientes, caso isso ocorra novamente?

    A rede está configurada com PPPoE utilizando Mikrotik.


    Desde já, obrigado pessoal.

    Grande abraço.

  2. #2

    Padrão Re: Rastreamento de cliente. (pedido judicial)

    Sinto muito em te informar mas não, você não irá conseguir entregar quem é o infrator, logo o dono do provedor poderá responder pelas ações do mesmo, uma vez que o "infrator" até o momento é ele, pois o IP é dele. Se quer ter esse controle, se profissionaliza. Se não tem blocos de IPs gaste um dinheiro, e tire seu próprio AS, Se não quer gastar esse dinheiro faça uma gambiarra é implante o CGNAT. E como você vai descobrir o Mac? Fique observando no seu MK em ARP se ele aparece lá. Se for um roteador em bridge vai aparecer o Mac, Se for rodeado vai mostrar o Mac do router, torça para o MAC informado ser o Mac do cliente, "pouco provável" caso contrário recomende seu patrão a procurar um bom advogado, faça uma boa defesa para essa intimação informando que não consegue informar quem é o responsável e reze. Nesse momento torcer pela Boa fé das pessoas principalmente do Juiz será muito importante para ele.



  3. #3

    Padrão Re: Rastreamento de cliente. (pedido judicial)

    Provedor onde atuo tem as /22.Com isso não tem como entregar IP para todo cliente.
    Uns usam ips válidos e grande parte nat.
    Encima do cgnat .
    Como faria meste caso ?

  4. #4

    Padrão Re: Rastreamento de cliente. (pedido judicial)

    Também tive um probleminha parecido, fui com o advogado até a delegacia e falei que não tinha como descobrir mas que a partir da data q fui na delegacia iria pedir para configurar, me pediram um documento que foi feito as configurações, o técnico fez explicando o procedimento para descobrir o IP do responsável. Falei com o delegado que é complicado pq todos tem wi-fi e quem chega na sua casa vc passa a senha e pode ser uma pessoa q teve na sua casa que fez a coisa errada



  5. #5
    Avatar de Nilton Nakao
    Ingresso
    Sep 2013
    Localização
    Carlos Chagas, Minas Gerais
    Posts
    1.173

    Padrão Re: Rastreamento de cliente. (pedido judicial)

    Aproveite o fim de semana para ficar monitorando ou buscando esse MAC. Existe um aplicativo que dá para descobrir os fabricantes( roteador, celular, PC etc), se esse MAC for de seu discador( cliente) é mais fácil, do contrário será bem complicado. Mania nossa para ajudar ou lucrar vende partilhando internet com vizinhos achando que está lucrando, com certeza é esse o cenário.
    Por LEI, todo provedor de serviços deve guardar em seu sistema tudo que o cliente navega( um mês até um ano) mas acho aconselhável guardar por 5 anos os IPs e MACs. Caso não tenha o provedor de serviços pode ser responsabilizado( civel, criminal e administrativo), multa pode ser pesada.
    Em último caso, pode bloquear esse MAC mas convém fazer isso se não tiver nenhuma alternativa, por que ele reclamará que não tem internet ou um determinado dispositivo não tem, mas não poderá jamais revelar o motivo. Se for IPTV ou SKY gato ele vai correr mais do que a velocidade da luz para desligar, sabemos que é ilegal pode ter certeza que todos vocês já estão sendo monitorados.

    Alguns anos atrás, fui voluntariamente acompanhar apreensão de equipamentos junto com PF, e ANATEL e pasmem o meu nome constava na lista como profissional na área, no outro dia tinham toda a minha ficha até do que não sabia ou nem lembrava mais; trabalhei com TELE, era responsável técnico, participando de projetos; e os agentes aparentaram ficar impressionados. Sou constantemente monitorado, percebo e anos atrás mesmo sem GPS meu chefe sabia onde eu estava seja em Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre, imagina hoje em dia com todo aparato no tamanho de uma carteira ou metade de um talão de cheques.

  6. #6
    Moderador Avatar de Bruno
    Ingresso
    Nov 2002
    Localização
    Guarapuava-PR
    Posts
    4.090
    Posts de Blog
    1

    Padrão Re: Rastreamento de cliente. (pedido judicial)

    é bem simples só usar GCNAT com portas fixas e quando eles solicitarem o cliente eles que informem a porta de origem
    ai vc sabe qual ip do cgnat estava sendo usado