vái! vamo lá!


tipo! i386, i586, i686 são as arquiteturas dos processadores,
por isso existem pacotes rpm que possuem essas nomenclaturas,
pois foram compilados para rodar em determinada arquitetura de
processador, se você tem um P3 por exemplo é i686 que você
irá usar, se vc tem um k6-2 é um i586, e assim vai, cada tipo
para cada processador.

Agora o src, que vc deve ter visto já tb em rpm, quer dizer que
no pacote tem um código fonte, ou seja, o projeto em C/C++/a
linguagem q o cara usou, para depois você compilar em seu computador,
quando você compila em seu computador, o compilador que você
usou irá criar binários de acordo com a arquitetura da sua máquina.
Ou seja, você pode pegar o source e compilar desde um 486 até
um Atlhon XP. O que você não conseguiria instalar um pacote rpm binário
i686 num i586 pois não fica muito compatível.