Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L


+ Responder ao Tópico

  1. #16
    Bronius
    Compartilhamento de Conexão
    Resposta a um usuário, sobre a suposta proibição ao compartilhamento de conexão de banda larga.

    Hoje em dia já está se tornando comum a presença de 2 ou mais computadores na mesma residência ou escritório, e devido ao alto custo da conexão de Banda Larga, é interessante para o usuário utilizar um único acesso para vários micros ao mesmo tempo.

    Já o interesse das operadoras é que você tenha uma conexão de Banda Larga para cada computador, assim elas não tem o interesse em permitir ou divulgar como você pode fazer isso.

    As operadoras defendem muito bem seus interesses, divulgando informações parciais, que induzem a erro. Algumas até colocam cláusulas questionáveis a esse respeito, em seus contratos, normalmente desconhecidos pelo usuário padrão, já que não são assinados pelo mesmo.

    É evidente que um usuário não pode revender um serviço específico como o Velox, Speedy, etc. ao público em geral, como uma operadora.

    Mas, a partir do momento que o link chega ao seu computador ou Modem/Roteador, o serviço de acesso ADSL acaba.

    Você tem o direito de compartilhar sua rede interna, que utiliza seus próprios equipamentos e Ips, e fornecer o acesso Internet como lhe convier, como qualquer provedor, pois segundo a ANATEL o serviço de acesso à Internet é um serviço de Valor Adicionado, e a operadora não pode interferir ou limitar sua utilização ou fornecimento.

    Numa analogia, seria como se você instalasse um PBX, uma rede telefônica interna, com ramais.

    Dentro de sua casa, empresa ou condomínio, você pode compartilhar sua conexão como quiser.

    Mesmo os funcionários da operadora não podem entrar no condomínio ou em sua casa, nem mexer em seus computadores, equipamentos e rede interna, sem permissão.

    Qualquer cláusula restringindo seu uso é abusiva, e não deve produzir efeitos.

    Lembre-se, você estará vendendo serviço de acesso à sua rede interna, que tem acesso à Internet PAGO por você. O que você faz com esse acesso é assunto seu.

    Uma coisa é o serviço de Telecomunicação, que a operadora presta, outra o serviço de acesso à Internet, que é considerado de valor adicionado, que inclusive ela não pode prestar.

    Você pode ser seu próprio provedor, e fornecer acesso aos computadores de sua rede.

    É exatamente isso que os provedores de acesso fornecem, e sem necessidade de autorização.

    Mas Lembre-se:

    Uma coisa é você fazer isso no seu prédio ou condomínio, uma propriedade privada.

    Outra, é interligar vários prédios, fornecendo um serviço público de telecomunicação, por exemplo, passando um cabo pela calçada, por uma área pública.

    Ou usar rádios, antenas ou freqüências em desacordo com a regulamentação, veja o site www.anatel.gov.br

    Se você está num condomínio horizontal, ou vertical, com várias torres, recomendo interligar os locais por rádio WiFi, com antenas adequadas, e fornecer IPs inválidos. Assim você estará fornecendo acesso á sua própria rede interna.

    Você pode ter vários links, por ex. um Speedy, um AJato e um Virtua, instalados em vários lugares, e ligados a um único servidor, que fornece acesso para sua rede interna.

    Se um link cair, os outros mantém o acesso...

    Mas lembre-se, faça isso internamente.
    A ANATEL pode querer te multar, lacrar seu transmissor de rádio, e exigir uma licença (SCM) bem cara, se você fornecer um serviço de telecomunicações público pago, e alguém te denunciar...

    Outros links:

    ACESSO VIA RÁDIO

    Wireless e WiFi

    COMO MONTAR UM PROVEDOR by ABRANET

    Cartilha de Segurança do CGI - Cap. 5: Banda Larga e Wireless


  2.    Publicidade


  3. #17
    clistenis
    Sou cliente ADSL da BRT, e a mesma sequer TEM CONTRATO ASSINADO COM OS CLIENTES e assinado pelo cliente.

    Então pelo modo burocrático da coisa, vc você for notificado pela empresa e vc vcrecorrer JUDICIALMENTE, eles não terá argumentos para te multar pois sequer te dão um contrato para você ler, analisar e assinar o mesmo indicando estar de acordo com as regras....


    [ ]´s


    Clístenis

  4. #18
    clistenis
    Analisem bem, o ato de vc ter em sua empresa, um canal de acesso a Internet em Banda Larga (ADSL) é a mesma coisa de você ter um IP TURBO (que é uma ADSL porém com 4 ip´s validos) e também é a mesma coisa de vc ter um LINK (IP Dedicado, Frama Relay etc....)


    Se vc pode revender o acesso desses ultimos itens, porque vc não pode vender o acesso de uma ADSL se tem e é praticamente o mesmo funcionamento.... Eles estão apenas te vendendo uma parte do link de sua rede interna.



    [ ]´s

    Clístenis

  5. #19
    eu sei disso
    e se eles fossem quere cobrar um acesso pra cada micro ia ser muito mais caro

    mas tah aki no contrato de prestacao de servico da BRT sobre a revenda da banda

    1.8. Os serviços objeto do presente instrumento são para utilização do CONTRATANTE sendo vedado ao CONTRATANTE comercializar, ceder, alugar, sublocar, compartilhar, disponibilizar ou transferir a terceiros, inclusive condomínios, seja a que título for, serviço de acesso à Internet utilizando o SERVIÇO TURBO objeto deste Contrato. O SERVIÇO TURBO ora contratado tem como objetivo exclusivo, observado o disposto neste Contrato, possibilitar o acesso do CONTRATANTE à Internet por meio do Provedor contratado por sua conta e risco, dentre os provedores habilitados pela CONTRATADA, como capacitados a prover o serviço, sob pena do cancelamento imediato do serviço.
    aki falando denovo sobre isso


    Cláusula Sexta - Da Rescisão ou Suspensão do SERVIÇO TURBO

    g) na hipótese de comercialização cessão, locação, sublocação, compartilhamento, disponibilização ou transferência a terceiros, inclusive condomínios, seja a que título for.
    agora sobre a validacao do contrato assinado ou nao
    8.5. As PARTES acordam desde já que a contratação ora ajustada será efetivada mediante simples solicitação verbal ou escrita do CONTRATANTE. Nesta hipótese, a CONTRATADA informará o CONTRATANTE sobre os termos e condições deste instrumento no momento da solicitação dos serviços, bem como enviará uma cópia deste Contrato juntamente com o envio do primeiro documento de cobrança.

    8.5.1. Na hipótese de contratação realizada verbalmente, a não manifestação do CONTRATANTE, no prazo máximo de 7 (sete) dias contados da data de instalação dos serviços ora contratados, será interpretada como concordância e aceitação tácita de todos os termos e condições deste Contrato, que também estará disponível ao CONTRATANTE no endereço eletrônico www.megaturbo.com.br.
    entao os cara jah devem ter batido muito a cabeca mas agora eles fizeram um contrato pra protecao total deles
    quem quiser ler intero eh soh entra aki
    http://www.brasiltelecom.com.br/turb..._contratoT.jsp


    eh soh ver o caso do speedy em SP. os primeiros contratos nao falavam nada da contratacao do provedor, e quem tem esses contratos antigos podem entrar na justica pra cancelarem o pagamento do provedor, pagando soh o acesso

    mas a responsabilidade eh de voces, cada um sabe as consequencias do que faz
    e boa sorte a todos

  6. #20
    andrequiri
    Vocês tem q largar de ser uns bundões kem naum arrisca naum ganha dinheiro, imagina soh q vc tem um serviço empresarial na sua casa e joga o sinal de internet pro seu AP... Que filho da puta vai imaginar isso??? Eu pra vcs terem idéia tinha 2 adsl aki no meu provedor tava na cara funcionou mto tempo 100% mais ae começou a dar pau no adsl dah cidade inteira xamei o q dizem d técnico da BRT, o retardado fez o diabo a 4 naum deu conta de arrumar vira e mexe travava ou a velocidade ficava lentava uma carniça, eu tinha um link dedicado de 256k soh pra página, e-mail e os discados. pus os link dedicado 1mbps ganho menos dinheiro mais to conseguindo mais cliente pq o adsl tah mto ruim, mto msm!!


  7.    Publicidade




Usuários que leram este tópico: 0

Nenhum usuário nesta lista