+ Responder ao Tópico



  1. #61
    guardian_metal
    Talvez eu não tenha me explicado "muito" direito.. tem muitos bons programadores que têm uma visão pro futuro.. quem programa deve saber como funciona pra poder melhorar a vida do usuário.. mas tem outros que querem mais que o usuário se dane, que tem que ficar fuçando nos mans da vida e tal.. eu disse que esses são ditadores e esses apesar de serem bons, são mau exemplo pra todos..

  2. Pessoal, acho que não é por aí não. Quando se fala em padronização, estamos tirando o maior mérito que o linux tem, que é a versatilidade e adptação, podendo ser moldado da maneira que convier. Pode ser hoje
    um sistema mais voltado a servidores e para usuários mais técnicos, mas evoluiu bastante para o perfil desktop.
    Acho que ocorre o seguinte, a questão citada aqui na comunidade deve ser mais avaliada, de que estamos falando, de padronizar os meios de como se fazer as coisas no linux como instalação por um pacote executável, um install de drivers e tb o uninstall, hheheheh.... Gente quando se trata disso parece que estamos querendo moldar o Linux em cima do Windows, e isso é muito ruim, a questão vem da cultura de se conhecer o sistema e entender que Windows e Linux são
    muito diferentes, o windows quando surgiu era um bicho papão e hoje está aí, todo mundo sabe usá-lo. O mesmo se aplica ao Linux... É pura questão de cultura de adaptação...

    Até já existem distro como o Lindowns da Cobra, que a "cópia" discarado de um Windows XP em cima de Linux, o que é muito ruim... vai deixar o usuário mal acostumado...

    Linux é Linux.... e Windows é Windows....



  3. #63
    guardian_metal
    Interessante.. parece viagem mas seria ótimo se o Linux tivesse a interface gráfica e facilidade do windows com a estabilidade e segurança de um linux.. tava pensando quase agora e tava comparando o apt com o yum.. ambos são excelentes mas o yum leva uma pequena vantagem por ter mais pacotes diferentes mas o apt tem uma interface gráfica bonita e bem estável e tb é possível usar a linha de comando..

    Pra maioria dos usuários ficaria ótimo usar o apt ao invés do yum.. seria ótimo tb pra configurar a rede, video, instalar drivers e etc.. fosse assim tb..

  4. tirar a versatilidade nao é a ideia mas é como ja postei antes, fica dificil levar m software de canto para outro, por exemplo por ter m .rpm do fedora mas se qiser levar este software pro debian? ma solcao talvez mais viavel é fazer m programa e instala qq pacote em qq linux. alias tb deveria haver p/ cada programa m uninstaller. vc diz: isto é coisa de win!!! mas a entre nos este negocio de quando se instala um programa sai arquivo pra tu qe é lado é no minimo uma desorganizacao. quando instalo um programa com os comando ./configure + make + make install, como desinstalar? dando m make uninstall, blz, e se nao tiver mais os fontes na maquina? faço de conta que o programa nao esta mais na maquina? deleto ele do /bin e deixo os otros arquivos que ele colocou perdidos por ai? nao sei...



  5. acho que ningem qer o linux igual ao windows, mas como o gadian_metal falo seria bom a facilidade do win na estabilidade do linux. tb seria bom a velocidade do win no linux






Tópicos Similares

  1. Respostas: 6
    Último Post: 25-10-2013, 21:01
  2. Respostas: 3
    Último Post: 26-07-2011, 00:29
  3. Posição das painel, ajudem por favor......
    Por nasmarq no fórum Redes
    Respostas: 9
    Último Post: 05-05-2009, 12:28
  4. Respostas: 3
    Último Post: 27-04-2004, 21:27
  5. Ajuda da Comunidade
    Por fricardo no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 16-05-2003, 12:18

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L