Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #6
    Arkanoid
    Essa é um dos detalhes do Debian que os iniciantes geralmente se atrapalham.
    Tem algumas coisas que vc precisa saber sobre o Debian:

    Primeira: ele coloca as versões dos pacotes em três categorias: instável, teste e estável (unstable, testing, stable). Quando sai a versão nova de um programa - digamos, saiu o Gnome 10.0 - ele vai pra categoria instável. Lá, passa por alguns testes, feitos pelos voluntários da Debian, até eles concluírem que não tem nenhum bug muito sério. Então, ele passa para o testing. Lá, ele pode ficar vários meses, enquanto eles testam tudo o que podem naquele software, adaptam ao "sistema" Debian se necessário, compilam com patches contra bugs que vão sendo descobertos, etc. Finalmente, o pacote passa para a estável.

    Resumo da ópera? Vc pode configurar qual categoria seu sistema vai acompanhar. A padrão é a stable. Se vc quer um servidor realmente seguro, com pouquíssimos bugs que possam ser explorados para invasão, que não dê crash, etc. use a stable. Se, ao contrário, vc prefere usá-lo numa estação, e quer as últimas versões de seus programas preferidos, use a testing.

    Segunda: justamente por causa dessa avaliação extremamente criteriosa, a Debian é considerada uma das distribuições mais seguras. Há um lado negativo: as versões dos pacotes na stable estão antigos, como vc viu. Estão seguros e livres de bugs o mais que possível, mas estão antigos.

    Terceira: os bugs que vão sendo descobertos nos programas vão sendo imediatamente tratados pela Debian, que lança boletins de segurança e disponibiliza uma versão nova do pacote com o bug corrigido. Quem mantém seus servidores na stable, acompanha os boletins de segurança e atualiza o sistema com o apt-get sempre, não tem do que se preocupar.

    Mas, se vc não está nem aí para essa preocupação toda com segurança, e só quer mesmo usar uma distribuição com alguma estabilidade e programas com versões novas, vc tem duas opções: atualize esse q vc acabou de instalar pra testing, ou reinstale com o Debian-BR-CDD, que é a adaptação do Debian para o Brasil, já pronto em um CD (e já é testing por padrão). Se quiser, pegue ele em http://debian-br-cdd.alioth.debian.org/

    Pra atualizar esse teu Debian para testing, siga as instruções aqui:
    http://www.debian.org/doc/manuals/re...ing-transition
    Guia de Referência Debian completo em português:
    http://www.debian.org/doc/manuals/re...nce.pt-br.html
    (o Debian é uma das distribuições com mais documentação que há; mais um motivo para ser considerada tão boa).

    Tb existe um jeito de manter seu Debian em stable, e apenas instalar os pacotes que vc quiser em testing:
    apt-get -t testing install nomedopacote

    Fico por aqui (a resposta já tá grande demais :mrgreen: ) se tiver mais dúvidas sobre o Debian, consulte o Guia, poste aqui no UnderLinux ou entre pra lista de discussão oficial (em português e cheia de brasileiros): http://lists.debian.org/debian-user-portuguese/

  2. #7
    gmlinux
    Só um comentário, a RedHat continua com suas versões enterprise e desktop corporativo, o que morreu foi a desktop free sob responsa deles (jogaram a responsa para a comunidade, FEDORA)



  3. iiii carai....ja vi q esse eh mais um trabalho para o grande PSY.... :twisted:


    e pelo amor de deus....vamo discutir sobre futebol, mulher, e ateh pq nao, politica.....pq discutir sobre qual distro eh melhor.....sinceramente nao leva a nada

  4. #9
    gmlinux
    Citação Postado originalmente por SDM
    iiii carai....ja vi q esse eh mais um trabalho para o grande PSY.... :twisted:


    e pelo amor de deus....vamo discutir sobre futebol, mulher, e ateh pq nao, politica.....pq discutir sobre qual distro eh melhor.....sinceramente nao leva a nada
    Se usarem argumentos objetivos baseados em dados cientificos levantados por empresas idoneas... ainda assim não vai adiantar, cada um têm seu gosto.

    Mais ainda prefiro o SuSE, slackware, redhat, debian, freebsd, openbsd, netbsd, solaris, AIX, HP-UX ... em fim, *nix likes e afins hehehe



  5. Citação Postado originalmente por _N3o_
    colegas..

    estou a horas tentando instalar o debian 3r2.. ( pedido do cliente )

    sempre consegui tudo o que quis com o redhat.. desde o 6! bons tempos.. uso o rh9 e é ótimo..

    mas desde o inicio da instalação do debian já me decepcionei.. ext2 ?!?? :roll: sem falar na lista de pacotes.. fala sério! totalmente desatualizados.. essa maledita distro é realmente boa? em que?

    o freebsd ou o openbsd são melhores?

    só vou rodar email, webserver e dns..

    realmente estou perdido..

    gracias!
    Caro, perdoe-me franqueza, mas se você é leigo em determinada distribuição, pelo menos estude-a um pouco antes de falar mal e só reclamar. Você vai continuar utilizando o mesmo Apache, o mesmo BIND e o mesmo Postfix/Sendmail/Qmail em qualquer distribuição GNU/Linux.

    A Debian é pra mim uma ótima distribuição, sendo que eu a utilizo a dois anos e nunca me senti "preso" pelo fato dos seus pacotes serem mais desatualizados do que nas outras distribuições. Isso deve-se ao fato que não existe apenas "um release" da Debian, mas sim três. São eles:

    Stable - Release oficial estável. É o único com instalador. Este é um release para os que preferem segurança à pacotes atualizados e mal-testados (o que aconteceu pelo menos uma dúzia de vezes comigo utilizando RedHat, porém felizmente não foram grandes). Esta é a distribuição própria para o seu servidor que necessita de segurança. Atualmente o release Stable da Debian atende pelo codinome de WOODY.

    Testing - Esse release tem por finalidade oferecer pacotes oficiais mais atualizados, porém que não foram completamente testados. Essa é o release que irá se tornar a próxima versão Stable da Debian. Não possui instalador (embora um beta do Debian Installer surja com o release dessa versão). Atualmente o release Testing da Debian atende pelo codinome de SARGE.

    Unstable - Esse é o release própria para desenvolvedores e pessoas que gostam de procurar defeito nas coisas. Porém eles gostam de encontrar soluções (diferente de algumas pessoas). Esse release nunca se tornará uma versão estável. Só serve como um campo de testes de pacotes. Atualmente o release Unstable da Debian atende pelo codinome de SID.

    A atual versão estável vem por padrão com o Kernel 2.2. Isso exlica o por quê ela instala por padrão ext2. Se você quiser uma instalação com o Kernel 2.4 e algumas funcionalidades como ReiserFS e tudo o mais, na hora do boot instale com o parâmetro "bf24".

    Outra grande vantagem da Debian é que ela foi uma das primeiras distribuições a trabalhar com o empacotamento de programas, antes mesmo da RedHat.

    Mas o golpe final vem com o apt-get. O apt-get é a mão na roda para qualquer usuário que odeie procurar dependências.

    Bom, se depois disso tudo você ainda fala mal de Debian, é porque você persiste na sua ignorância.

    Quero ressaltar que não tem essa de "Essa distribuição é melhor que a sua", "Sua distribuição é inútil", "Qual a finalidade da sua distribuição?". Cada um tem a sua distribuição. Existem pontos que eu valorizo na distribuição que eu utilizo e é exatamente por isso que eu a utilizo.


    Bom, sem ressentimentos e sem querer criar flames no fórum, fico por aqui. Falei demais.






Tópicos Similares

  1. Problemas com e-mail, Troca IP Ninguém merece!
    Por caosdp no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 04-01-2006, 11:57
  2. CBQ e DEBIAN ninguem responde!!!????
    Por rsoto no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 14-09-2004, 23:26
  3. Mea judem pelo amor de Deus ninguém conseguiu me ajudar aind
    Por _Luigi_ no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 17-01-2003, 16:24
  4. Fontes True Type no Debian e no Slackware
    Por Mandrake no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 4
    Último Post: 11-01-2003, 15:10
  5. Inicialização no Debian
    Por gil_maq no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 29-11-2002, 10:14

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L