+ Responder ao Tópico



  1. #1
    maniasso
    Visitante

    Padrão DNS conectiva X DNS fedora

    e ai galera blz???
    eu to com uma duvida... e espero que vcs possam me ajudar...
    a alguns dias eu peguei um pc com conectiva 8 pra pra fazer configuração de dns... fiz tudo certinho, funcionou legal...
    depois disso peguei um pc com red hat 9 e tentei por o dns, fiz as mesmas configuraçãoes que havia feito no conectiva... e pra minha surpresa não funcionou... aparecia uma mensagem de falha.... falando de um arquivo chamado rdnc.conf ( acho que é isso), pois bem tentei fazer este processo no fedora e acontece o mesmo erro....
    tenho que alterar alguma coisa nesse arquivo rdnc.conf ou não???
    e o processo pra configuração de dns no red hat/fedora é diferente do conectiva???
    pro favor me deem uma ajudinha...
    GRATO!!!!!

  2. #2
    garupeiro
    Visitante

    Padrão DNS conectiva X DNS fedora

    acho q o arquivo q vc esta falando e o resolv.conf

    a diferença entre os dois são que onde fica os arquivos de configuraão q no conectiva noa sei pq ele mudaram os caminhos...

    Flw



  3. #3
    maniasso
    Visitante

    Padrão DNS conectiva X DNS fedora

    Citação Postado originalmente por garupeiro
    acho q o arquivo q vc esta falando e o resolv.conf

    a diferença entre os dois são que onde fica os arquivos de configuraão q no conectiva noa sei pq ele mudaram os caminhos...

    Flw
    não, não é o resolv.conf... o arquivo se chama rndc.conf e só o encontrei no red hat e fedora... ele fica em /etc/rdnc.conf...
    qto a configuração, fiz exatamente a mesma coisa em ambas as ditribuições... a diferença q no red hat e fedora não funciona o dns... dá um erro ao iniciar o named... o erro refere-se a este arquivo o rndc.conf que não entendi a função dele....

  4. #4
    Aquini
    Visitante

    Padrão DNS conectiva X DNS fedora

    O BIND 9 pode ser configrado de duas maneiras, para utilizar corretamente a autenticação para emprego do rndc e named: Uma é fazer que os dois comandos utilizem um arquivo comum para acessarem a chave (/etc/rndc.key) e outra é informar a cada programa da chave em seus próprios arquivos de configuração.

    Para fazer do primeiro modo:
    Elimine (comente todo) o bloco de instrução "controls" do "/etc/named.conf" e depois rode o comando "# rndc-confgen -a -b 256" isto irá gerar o arquivo /etc/rndc.key que será compartillhado entre os comandos.

    Para fazer do segundo modo:
    rode o comando "# rndc-confgen -b 256" a saída deste utilitário irá te mostrar o que deve ser colocado no arquivo /etc/rndc.conf e também no /etc/named.conf

    T+



  5. #5
    marcosgw
    Visitante

    Padrão DNS conectiva X DNS fedora

    Citação Postado originalmente por Aquini
    O BIND 9 pode ser configrado de duas maneiras, para utilizar corretamente a autenticação para emprego do rndc e named: Uma é fazer que os dois comandos utilizem um arquivo comum para acessarem a chave (/etc/rndc.key) e outra é informar a cada programa da chave em seus próprios arquivos de configuração.

    Para fazer do primeiro modo:
    Elimine (comente todo) o bloco de instrução "controls" do "/etc/named.conf" e depois rode o comando "# rndc-confgen -a -b 256" isto irá gerar o arquivo /etc/rndc.key que será compartillhado entre os comandos.

    Para fazer do segundo modo:
    rode o comando "# rndc-confgen -b 256" a saída deste utilitário irá te mostrar o que deve ser colocado no arquivo /etc/rndc.conf e também no /etc/named.conf

    T+
    Caso eu faça do segundo modo.
    Em que lugar do arquivo entro com essas informações ? No Final ?

  6. #6
    Aquini
    Visitante

    Padrão DNS conectiva X DNS fedora

    veja na saída anexada (de exemplo)
    Código :
    # Use with the following in named.conf, adjusting the allow list as needed:
    # key "rndckey" {
    #       algorithm hmac-md5;
    #       secret "2pn4tIUT4Z/dVI9/68r2oQ==";
    # };
    #
    # controls {
    #       inet 127.0.0.1 port 953
    #               allow { 127.0.0.1; } keys { "rndckey"; };
    # };

    Se perceberes vc vai ter que substituir a seção "controls" do named.conf e acrescentar a seção "key" para informar qual a chave de autenticação. No exemplo acima apenas ajuste o bloco "allow" acrescentando os hosts que poderão "controlar" o server dns (se este for um slave)

    QQ coisa escreva!

    T+



  7. #7
    marcosgw
    Visitante

    Padrão DNS conectiva X DNS fedora

    Fiz o que você disse

    Elimine (comente todo) o bloco de instrução "controls" do "/etc/named.conf" e depois rode o comando "# rndc-confgen -a -b 256" isto irá gerar o arquivo /etc/rndc.key que será compartillhado entre os comandos.


    Quando restarto o named da a seguinte mensagem:


    no key definition for name rndckey [ FAILED ]

  8. #8
    gmlinux
    Visitante

    Padrão DNS conectiva X DNS fedora

    Procure outras referências a rndckey no arquivo