Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. E se você quiser de fato conhecer melhor o ambiente Linux, tente se possível não utilizar os Linuxconf, Drakx* da vida. É como se você estivesse na M$ e fizesse a coisa por hábito. Tipo clique em next, next, next, finish ou avançar, avançar, avançar , concluir e pronto. O treco está lá instalado, mas vc não sabe como a coisa aconteceu. Pelo menos é o que eu acho, e penso que vários aqui concordam com isso. Eu acho que Linux tem que ser antes de mais nada algo prazeiroso e não uma rotina.
    Um grande abraço .......... 6) 6) 6)

  2. #7
    mrsoliveira
    Citação Postado originalmente por pssgyn
    E se você quiser de fato conhecer melhor o ambiente Linux, tente se possível não utilizar os Linuxconf, Drakx* da vida. É como se você estivesse na M$ e fizesse a coisa por hábito. Tipo clique em next, next, next, finish ou avançar, avançar, avançar , concluir e pronto. O treco está lá instalado, mas vc não sabe como a coisa aconteceu. Pelo menos é o que eu acho, e penso que vários aqui concordam com isso. Eu acho que Linux tem que ser antes de mais nada algo prazeiroso e não uma rotina.
    Um grande abraço .......... 6) 6) 6)
    Com certeza, eu esou procurando ao máximo utilizar somente texto, porém que as vezes surgem softwares que só consigo fazer funcionar com o kde, tipo o Wine.


    Mas em relação a escolher para qual distribuição Migrar, eu estou muito confuso, até pq eu preciso que o SO atenda alguns requisitos e esta dificil achar um que atenda 100%.

    Alguém já utilizou o APLinux??
    Se eu conseguir fazer ele funcionar em um servidor com hd Sata e processador iA64 e colocar o kernel 2.6.12 ai resolvo muitos problemas.!!!

    Abraços,
    Marcelo Oliveira



  3. #8
    silmar
    Citação Postado originalmente por pssgyn
    E se você quiser de fato conhecer melhor o ambiente Linux, tente se possível não utilizar os Linuxconf, Drakx* da vida. É como se você estivesse na M$ e fizesse a coisa por hábito. Tipo clique em next, next, next, finish ou avançar, avançar, avançar , concluir e pronto. O treco está lá instalado, mas vc não sabe como a coisa aconteceu. Pelo menos é o que eu acho, e penso que vários aqui concordam com isso. Eu acho que Linux tem que ser antes de mais nada algo prazeiroso e não uma rotina.
    Um grande abraço .......... 6) 6) 6)
    Olha Eu sou um Consultor Técnico, e amo o Linux, curto estar mexendo nele na parte do texto, mas olha por um lado diferente,
    "voce faz tanto umas rotinas e começa a pensar hum humm posso fazer um script para me auxiliar nisso e esse script cresce, aee vc posta e outros fazem mais coisa nele e derepente ele ja esta sendo usado aee por muitos ..
    Aeee vem vc de novo e fala pra não usar porque é um programa porque não é no puro texto"
    Percebe isso a conectiva colocou muitos de seus programadores pra fazerem algo que nos auxiliam o slack e outros ...
    O que penso é assim devo estudar muito, para saber o que ocorre, num todo, nas necessidades minhas do dia dia e se tem scripts nesses casos eu vou usalos pois se alguem se matou, dedicou seu tempo pra fazer ele porque não dar o prestigio a essa ou essas pessoas "

  4. #9
    silmar
    Citação Postado originalmente por pssgyn
    E se você quiser de fato conhecer melhor o ambiente Linux, tente se possível não utilizar os Linuxconf, Drakx* da vida. É como se você estivesse na M$ e fizesse a coisa por hábito. Tipo clique em next, next, next, finish ou avançar, avançar, avançar , concluir e pronto. O treco está lá instalado, mas vc não sabe como a coisa aconteceu. Pelo menos é o que eu acho, e penso que vários aqui concordam com isso. Eu acho que Linux tem que ser antes de mais nada algo prazeiroso e não uma rotina.
    Um grande abraço .......... 6) 6) 6)
    Olha Eu sou um Consultor Técnico, e amo o Linux, curto estar mexendo nele na parte do texto, mas olha por um lado diferente,
    "voce faz tanto umas rotinas e começa a pensar hum humm posso fazer um script para me auxiliar nisso e esse script cresce, aee vc posta e outros fazem mais coisa nele e derepente ele ja esta sendo usado aee por muitos ..
    Aeee vem vc de novo e fala pra não usar porque é um programa porque não é no puro texto"
    Percebe isso a conectiva colocou muitos de seus programadores pra fazerem algo que nos auxiliam o slack e outros ...
    O que penso é assim devo estudar muito, para saber o que ocorre, num todo, nas necessidades minhas do dia dia e se tem scripts nesses casos eu vou usalos pois se alguem se matou, dedicou seu tempo pra fazer ele porque não dar o prestigio a essa ou essas pessoas "

    Devemos usar sim.
    Agora eu nunca meto o pau na Microsoft pois é dela que eu ganho mais sempre falo pros meus clientes isso, ah claro quer colocar um servidor Microsoft pra fazer isso com todo prazer pois ele sempre da problema e sempre vc vai me chamar .. he he aeee ele fala no linux como é aee eu falo ..



  5. Galera, eu venho do tempo de linguagem de programação Cobol, Assembler, Fortran em Mainframe IBM, Burroughs, Univac. A Unisys é hoje a fusão mundial da Burroughs com a Univac. Me formei na PUC do Rio de Janeiro em processamento de dados, quando a coisa ainda engatinhava no Brasil. Venho do tempo em que a gente para programar tinha que conhecer determinados detalhes do computador de grande porte. Se não conhecéssemos a coisa complicava. Conheci o ambiente Unix. Conheci a época em que explodiu no Brasil os mini-computadores e os super-minis. Coisa do governo federal da época. Bom trabalho por sinal. Todos com sistemas operacionais Unix. O mesmo que hoje o Linux se baseia. Quem aqui não ouviu falar do Edisa, Labo, Sisco, Monydata, Medidata, etc, etc ???. Estou falando dos antigos usuários em informática. Mas era uma época em que os profissionais de informática eram respeitados. Eram respeitadíssimos. Faço parte da geração dos dinossauros em informática no Brasil. Aí vem o Bill Gates da vida, descobre um filão e explora ele com sucessos. Parabéns para ele. Mas gente, vejamos bem. O windows hoje está no XP. Não tem mais a tela azul, que todos conhecem. Aí era somente dar CTRL+ALT+DEL e vamos reiniciar o computador certo ??? Mas vamos dar um CTRL+ALT+DEL no XP. O que mudou ? Apenas entra uma tela tentando finalizar algo que já deu pau. A gente tenta finalizar o processo e ficamos tentando finalizar isso várias vezes. Até que percebemos que é melhor ir no botão de reset do computador e resetar. Começar tudo novamente. O que é estranho nisso tudo, é que nos acostumamos com os bugs do windows e ninguém reclama. Quantas e quantas vezes nos deparamos que resetar um pc com windows porque o mesmo travou e ninguém fala nada. Comece tudo de novo. Lá vai o windows reiniciar até travar novamente. Inclusive no XP. O windows hoje domina o mercado ??? Domina sim. Mas a Microsoft sabe que tem uma sombra. Denominada Linux. E a comunidade Linux mundial é grande. Forte. Fortíssima. Agora acho mais estranho ainda, é que as pessoas, inclusive aqui no Underlinux e em outros fóruns da vida, não permitem um erro sequer, um bug sequer do Linux. Porque não ??? Estamos caminhando. É uma comunidade aqui , outra ali, tentando tirar os erros e acertando para que o Linux fique cada vez melhor. Gente essa coisa de ter n distros, é algo fantástico. Gera polêmicas. Que nem futebol, religião, mulher, escova de dentes, etc, etc. Não estou aqui falando de distro Linux. Estou comentando o mundo Linux. Outra coisa : se fizermos uma análise numa empresa, o que ela tem rodando num pc ? Normalmente é : um aplicativo administrativo da empresa que normalmente hoje roda em Delphi. O Delphi hoje roda no Wine sem problemas, se a mesma for aplicativo Cliente/Servidor. Já fiz isso na empresa e roda. Bom que mais ??? O usuário quer um programa de e-mail parecido com o Outlook. Temos o Thundebird e outros tantos. Bom neguinho quer ouvir música, ver filme, bater papo no MSN. É sómente isso. E mais nada. Ah sim. Tem ainda os joguinhos que acompanha o windows. Putz isso no KDE é sopa. Tem um bando de joguinhos, que já vi usuários nossos que estão em fase de testes na empresa se deliciarem com os jogos que acompanham o KDE. Estou falando do KDE porque é o padrão da maioria das nossas distros. Não estou nem mencionando o Gnome, que é outro ambiente gráfico e tanto. Não estou aqui indignado com o nosso colega que diz que o sistema operacional tem rodar 100%. Não vai rodar nunca. Mas quando não existia o Linux, o que ele utilizava rodava 90% ??? Mas ele nunca reclamou disso certo ??? Apenas nos acostumamos a isso. Galera, se trabalhamos num ambiente empresarial o que o usuário quer é uma interface gráfica que ele clique aqui , ali , acolá e o treco vai. Isso o KDE, Gnome, fazem com os pés nas costas. Dá show tanto quanto no windows. Nós sabemos disso. A forma do KDE trabalhar com o mouse é a mesma do windows. Botão do lado esquerdo, direito, arraste, Ctrl-C, Ctrl-V, área de transferência, etc, etc, e fazem a mesma coisa. O resto nós que somos administradores de rede, ou suporte técnico numa empresa, temos que estar com todas as configurações prontas para os usuários finais. E vamos sempre sermos chamados para configurar isso ou aquilo outro. Eu passo isso todos os dias na empresa. Neguinho ou neguinha me chama para configurar uma simples e reles impressora. O nosso emprego continua garantido. E melhor, sem essa de pirataria. O que é o mais gostoso do Linux no ambiente empresarial. Empresário quer saber o quanto custa e onde está a fiscalização nessa estória. Ontém (04/01) reinstalei o windows na máquina do gerente administrativo da empresa e quando chegou na parte do Office, eu perguntei a ele : Você quer que eu instale o office M$ ou Open Office 2.0 ??? Ah, eu quero o da M$. O Open Office 2.0 está bem melhor. Mas avisei prá ele. O office da M$ é pirata. Mas ele quis isso. Ganhamos dinheiro com o windows ??? Acho que um pouco sim. Hoje temos 3 servidores na empresa que antes era 1 windows NT. O treco volta e meia travava e a gente simplesmente ia lá e pá !!! RESET. Todo mundo ficava feliz de ver o sistema funcionando de novo. Hoje na empresa, ninguém nem se lembra que tem servidor. A gente agora reclama é que os servidores são máquinas já fora de linha e que os usuários estão todos com máquinas de ponta, acessando máquinas obsoletas e que funcionam. No mais galera, um abração a todos. Fica aqui a minha opinião sincera e honesta sobre essa briguinha boba que tanto insistimos em levarmos adiante. Deixemos a M$ prá lá. Vamos aos poucos tentando levarmos o ambiente Linux onde for possível. O ambiente gráfico hoje do Linux já é bem possível numa empresa e até em residências. Temos também sabermos distinguir onde a coisa é servidor e onde é desktop. Eu duvido muito sincera e honestamente que o usuário comum configure o windows sózinho de forma perfeita. Aí entra o administrador de rede. É trabalhar no modo texto mesmo. Mas isso aí já é coisa nossa. Da nossa área.
    Um grande abraço galera a todos ......Ainda um feliz 2006 para nós todos do Underlinux e desculpem-me pelo longo texto.
    Não quis aqui ser pedante ou chato, mas acho que exagerei no texto. :good:






Tópicos Similares

  1. Migrar do Uebimiau para Squirrel
    Por frajolitzz no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 6
    Último Post: 15-05-2007, 13:05
  2. Respostas: 0
    Último Post: 09-03-2006, 15:43
  3. Migrar do Windows XP para Red Hat 9
    Por guilhermeholtz no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 11
    Último Post: 07-06-2004, 09:01
  4. Migrar do sendmail para Postfix
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 08-05-2003, 10:53
  5. Migrar senhas do w2k para o samba......
    Por Ritchie no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 4
    Último Post: 10-02-2003, 08:32

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L