Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. #7

    Padrão

    TEm o tutorial de mikrotik que ensina a fazer marcação de pacotes e limitar a banda do p2p. Mas os p2p mais novos utilizam criptografia, o que faz com que a marcação de pacotes não funcione.
    Nesses casos é só drop mesmo.... e nem sempre funciona...

  2. #8
    xargs -n 1 kill -9 Avatar de sergio
    Ingresso
    Jan 2004
    Localização
    Capital do Triângulo
    Posts
    5.202
    Posts de Blog
    9

    Padrão

    As queues do MT são HTB e se algém conhece o HTB sabe que poderá criar classes relacionadas entre si.

    Então uma opção seria classe "Pai" com prioridade mais alta e várias classes "filhas" com com prioridade e banda diferentes. Todas essas classes deverão ter os pacotes que as "atravessam" marcados e desta forma tentar um controle mais eficiente.



  3. #9

    Post

    Colegas,

    Após vários testes, conclui que com pppoe fazendo queues para cada cliente ele controla a banda beleza! Inclusive o "vampiro" aqui funcionava com Hotspot, então fui lá e coloquei uma conexão pra ele via pppoe e respectiva queue aqui no MK. Está funcionando que é uma maravilha. Não ultrapassa o limite dele.
    Não quero dizer com isso que seja impossível controlar com Hotspot, mas achei que foi bem fácil controlar assim e vou utilizar pppoe para todos agora.

    Mas como as vezes uma vantagem traz uma desvantagem, o meu Web Proxy estava perfeito com Hotspot, agora com pppoe ele não funciona , fica paradinho.
    Estou quebrando a cabeça com isso agora!

    flw

  4. #10

    Padrão

    Aqui tbem tinha clientes que o Mikrotik naum controlava a banda... Mas como tenho um linux Conectiva nessa mesma rede, coloquei uma regra para o velho CBQ controlar a banda desse cliente e resolveu...