+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Anatel oficializa a troca de posto telefônico por banda larga

    São Paulo - Proposta é levar infra-estrutura de banda larga a todos os municípios do País. Metade deles não têm opções para este acesso.

    O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu ontem (06/11) submeter à consulta pública proposta de alteração do plano de metas da telefonia fixa. A proposta prevê a substituição de 8.461 Postos de Serviços de Telecomunicações (PSTs) por backhauls com infra-estrutura de banda larga em todos os municípios brasileiros, o que vai beneficiar 3.570 municípios que hoje não dispõem de nenhuma opção de banda larga.

    Segundo o conselheiro da Agência, Pedro Jaime Ziller de Araújo, a implantação dos backhauls - redes de transporte de dados - vai acontecer em duas fases. Na primeira, prevista para o período de janeiro de 2008 a dezembro de 2010, as concessionárias de telefonia fixa se comprometem a instalar os troncos de banda larga até a sede dos municípios.

    Na segunda etapa, prevista a partir de janeiro de 2009 até dezembro de 2010, devem ser atendidas as demais localidades e bairros desses municípios.

    A proposta de alteração, segundo o conselheiro, segue uma política do governo federal para distribuição do acesso banda larga a todos os municípios. Através de ofício encaminhado à Agência em 19 de outubro, o Ministério das Comunicações solicitou a substituição de todos os PSTs por backhauls. Na proposta elaborada, a largura de banda será distribuída de acordo com o número de habitantes de cada município.

    Depois de aprovada pelo conselho diretor da Agência, a versão final das alterações será encaminhada ao governo para a elaboração do decreto presidencial.

    Os PSTs são conjuntos de instalações de uso coletivo, mantidos pelas concessionárias, que dispõem de pelo menos quatro orelhões e quatro Terminais de Acesso Público, que permitem acesso à internet pela telefonia fixa.

    A agência ressaltou, entretanto, que os PSTs a serem instalados nas Unidades de Atendimento de Cooperativas não sofrerão alterações e devem dispor de, pelo menos, um orelhão e um TAP.

    Nas cidades com até 20 mil habitantes, a proposta da agência é que a velocidade mínima de conexão seja 8Mbps. Já nos municípios com entre 20 mil e 40 mil habitantes, a velocidade deve ser o dobro: 16 Mbps. Dessa forma, a velocidade deve aumentar para que, nas cidades com mais de 60 mil habitantes, as conexões aconteçam a 64 Mbps.

    FONTE: Computerworld

  2. #2

    Angry

    Citação Postado originalmente por armr1000 Ver Post
    São Paulo - Proposta é levar infra-estrutura de banda larga a todos os municípios do País. Metade deles não têm opções para este acesso.

    O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu ontem (06/11) submeter à consulta pública proposta de alteração do plano de metas da telefonia fixa. A proposta prevê a substituição de 8.461 Postos de Serviços de Telecomunicações (PSTs) por backhauls com infra-estrutura de banda larga em todos os municípios brasileiros, o que vai beneficiar 3.570 municípios que hoje não dispõem de nenhuma opção de banda larga.

    Segundo o conselheiro da Agência, Pedro Jaime Ziller de Araújo, a implantação dos backhauls - redes de transporte de dados - vai acontecer em duas fases. Na primeira, prevista para o período de janeiro de 2008 a dezembro de 2010, as concessionárias de telefonia fixa se comprometem a instalar os troncos de banda larga até a sede dos municípios.

    Na segunda etapa, prevista a partir de janeiro de 2009 até dezembro de 2010, devem ser atendidas as demais localidades e bairros desses municípios.

    A proposta de alteração, segundo o conselheiro, segue uma política do governo federal para distribuição do acesso banda larga a todos os municípios. Através de ofício encaminhado à Agência em 19 de outubro, o Ministério das Comunicações solicitou a substituição de todos os PSTs por backhauls. Na proposta elaborada, a largura de banda será distribuída de acordo com o número de habitantes de cada município.

    Depois de aprovada pelo conselho diretor da Agência, a versão final das alterações será encaminhada ao governo para a elaboração do decreto presidencial.

    Os PSTs são conjuntos de instalações de uso coletivo, mantidos pelas concessionárias, que dispõem de pelo menos quatro orelhões e quatro Terminais de Acesso Público, que permitem acesso à internet pela telefonia fixa.

    A agência ressaltou, entretanto, que os PSTs a serem instalados nas Unidades de Atendimento de Cooperativas não sofrerão alterações e devem dispor de, pelo menos, um orelhão e um TAP.

    Nas cidades com até 20 mil habitantes, a proposta da agência é que a velocidade mínima de conexão seja 8Mbps. Já nos municípios com entre 20 mil e 40 mil habitantes, a velocidade deve ser o dobro: 16 Mbps. Dessa forma, a velocidade deve aumentar para que, nas cidades com mais de 60 mil habitantes, as conexões aconteçam a 64 Mbps.

    FONTE: Computerworld
    Isso quer dizer que os pequenos Provedores estão fora do mercado????

    Elo



  3. #3

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Elo Ver Post
    Isso quer dizer que os pequenos Provedores estão fora do mercado????

    Elo
    Bem pelo q eu entendi.. a velocidade total fornecida para PSTs varia:

    Nas cidades com até 20 mil habitantes, a proposta da agência é que a velocidade mínima de conexão seja 8Mbps. Já nos municípios com entre 20 mil e 40 mil habitantes, a velocidade deve ser o dobro: 16 Mbps. Dessa forma, a velocidade deve aumentar para que, nas cidades com mais de 60 mil habitantes, as conexões aconteçam a 64 Mbps.

    Na cidade vizinha aqui a minha tem banda larga da brasiltelecom e a banda deles esta saturada.. o pessoal esta colocando net via radio...

  4. #4

    Padrão

    Citação Postado originalmente por armr1000 Ver Post
    São Paulo - Proposta é levar infra-estrutura de banda larga a todos os municípios do País. Metade deles não têm opções para este acesso.

    O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu ontem (06/11) submeter à consulta pública proposta de alteração do plano de metas da telefonia fixa. A proposta prevê a substituição de 8.461 Postos de Serviços de Telecomunicações (PSTs) por backhauls com infra-estrutura de banda larga em todos os municípios brasileiros, o que vai beneficiar 3.570 municípios que hoje não dispõem de nenhuma opção de banda larga.

    Segundo o conselheiro da Agência, Pedro Jaime Ziller de Araújo, a implantação dos backhauls - redes de transporte de dados - vai acontecer em duas fases. Na primeira, prevista para o período de janeiro de 2008 a dezembro de 2010, as concessionárias de telefonia fixa se comprometem a instalar os troncos de banda larga até a sede dos municípios.

    Na segunda etapa, prevista a partir de janeiro de 2009 até dezembro de 2010, devem ser atendidas as demais localidades e bairros desses municípios.

    A proposta de alteração, segundo o conselheiro, segue uma política do governo federal para distribuição do acesso banda larga a todos os municípios. Através de ofício encaminhado à Agência em 19 de outubro, o Ministério das Comunicações solicitou a substituição de todos os PSTs por backhauls. Na proposta elaborada, a largura de banda será distribuída de acordo com o número de habitantes de cada município.

    Depois de aprovada pelo conselho diretor da Agência, a versão final das alterações será encaminhada ao governo para a elaboração do decreto presidencial.

    Os PSTs são conjuntos de instalações de uso coletivo, mantidos pelas concessionárias, que dispõem de pelo menos quatro orelhões e quatro Terminais de Acesso Público, que permitem acesso à internet pela telefonia fixa.

    A agência ressaltou, entretanto, que os PSTs a serem instalados nas Unidades de Atendimento de Cooperativas não sofrerão alterações e devem dispor de, pelo menos, um orelhão e um TAP.

    Nas cidades com até 20 mil habitantes, a proposta da agência é que a velocidade mínima de conexão seja 8Mbps. Já nos municípios com entre 20 mil e 40 mil habitantes, a velocidade deve ser o dobro: 16 Mbps. Dessa forma, a velocidade deve aumentar para que, nas cidades com mais de 60 mil habitantes, as conexões aconteçam a 64 Mbps.

    FONTE: Computerworld
    A alguns meses atrás a história era WIMAX. Fez vários pequenos e medrosos provedores se cagarem de medo. Agora esta é a novidade!!! 64mb de banda??? Nem nos EUA tem plano residencial assim (pelo menos nas grandes operadoras). Devemos lembrar que o setor de telecomunicações do Brasil é todo sucateado. As operadoras não conseguem levar nem mesmo 100kb de banda para a maioria dos municípios, imagina Megas! Mais uma notícia dos que "falam muito e fazem pouco" do Senado.



  5. #5

    Padrão

    Citação Postado originalmente por catvbrasil Ver Post
    A alguns meses atrás a história era WIMAX. Fez vários pequenos e medrosos provedores se cagarem de medo. Agora esta é a novidade!!! 64mb de banda??? Nem nos EUA tem plano residencial assim (pelo menos nas grandes operadoras). Devemos lembrar que o setor de telecomunicações do Brasil é todo sucateado. As operadoras não conseguem levar nem mesmo 100kb de banda para a maioria dos municípios, imagina Megas! Mais uma notícia dos que "falam muito e fazem pouco" do Senado.
    op esta velocidade de banda não é a que a empresa de telecom disponibilizara para cada cliente nao, mais é sim o minimo de banda que ela deve ter disponivel na cidade para a banda larga.

  6. #6

    Padrão troca de posto telefônico por banda larga

    Senhores olhem com atenção para este paragrafo:

    "O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu ontem (06/11) submeter à consulta pública[/B] proposta de alteração do plano de metas da telefonia fixa. A proposta prevê a substituição de 8.461 Postos de Serviços de Telecomunicações (PSTs) por backhauls com infra-estrutura de banda larga em todos os municípios brasileiros, o que vai beneficiar 3.570 municípios que hoje não dispõem de nenhuma opção de banda larga.


    Já que é uma consulta popular, vou fazer uma pequena pergunta: Quantos provedores wieless estão fazendo parte de alguma associação?

    Caso o número seja grande basta os representantes destas entidades comparecerem nas audiencias e fazer a dona ANATEL saber que existem varios provedores prestando este acesso onde as TELES não conseguem.

    E tenho mais uma possibilidade, apenas hipotetica, ja pensaram que as teles poderiam se associar aos provedores WIRELESS para conseguirem cumprir esta meta?

    Ai sim conseguiriamos uma real possibilidade de reduzir o preço do LINK, fornecido pelas TELES.



  7. #7

    Padrão

    Pelo que entendi a banda exigida para o pst.. e não para os clientes!!!

  8. #8
    Moderador Avatar de xandemartini
    Ingresso
    Nov 2005
    Localização
    Espumoso, Brazil
    Posts
    2.410
    Posts de Blog
    1

    Padrão

    Citação Postado originalmente por arauadbr Ver Post
    Senhores olhem com atenção para este paragrafo:

    "O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu ontem (06/11) submeter à consulta pública[/b] proposta de alteração do plano de metas da telefonia fixa. A proposta prevê a substituição de 8.461 Postos de Serviços de Telecomunicações (PSTs) por backhauls com infra-estrutura de banda larga em todos os municípios brasileiros, o que vai beneficiar 3.570 municípios que hoje não dispõem de nenhuma opção de banda larga.


    Já que é uma consulta popular, vou fazer uma pequena pergunta: Quantos provedores wieless estão fazendo parte de alguma associação?

    Caso o número seja grande basta os representantes destas entidades comparecerem nas audiencias e fazer a dona ANATEL saber que existem varios provedores prestando este acesso onde as TELES não conseguem.

    E tenho mais uma possibilidade, apenas hipotetica, ja pensaram que as teles poderiam se associar aos provedores WIRELESS para conseguirem cumprir esta meta?

    Ai sim conseguiriamos uma real possibilidade de reduzir o preço do LINK, fornecido pelas TELES.
    O Manoel Santana da Abramulti alertou, e aqui no próprio underlinux surgiram uns quantos posts sobre isso... Ele tentou fazer um cadastro geral, pra apresentar uma proposta nossa, dos pequenos provedores... mas isso não é fácil, unir todo mundo num cadastro...