• Mark Papermaster deixa a Apple

    Parece que a Apple sofreu mais um revés pelos problemas de antena de seu iPhone 4, lançado recentemente. Mark Papermaster, vice-presidente sênior de engenharia para o iPhone na Apple está deixando a companhia. Esse parece ser um claro sinal de uma mudança na liderança da empresa após as críticas eclodirem dos problemas de sinal do iPhone 4. De acordo com Steve Dowling, o porta-voz da Apple, Papermaster estará sendo substituído de suas atividades por Bob Mansfield, o atual vice-presidente de engenharia de computação da empresa. Ele acrescentou que Mansfield já gerencia alguns aspectos das tecnologias aplicadas a dispositivos móveis da companhia, como o touchscreen e o chip de processamento A4.

    Desde o anúncio de seu desligamento, nenhum meio de comunicação ainda conseguiu chegar até Papermaster, para que o mesmo pudesse tecer alguns comentários do atual cenário. A Apple também não informou sob que condições papermaster se desligou da empresa.

    Esse movimento vem após uma série de erros seguidos, não característicos de uma empresa que sempre prezou ao máximo sua busca pela "perfeição". E essas ações refletiram negativamente à empresa para seus consumidores (e futuros consumidores). Depois de tantos problemas graves, a Apple deixou de ser "intocável".

    Somente este ano a Apple teve problemas com o vazamento de fotos do design de seu novo iPhone, além de análises de seu produto (com direito a dissecação do protótipo). Para quem não lembra, o Gizmodo, um popular blog de tecnologia, teve acesso irrestrito a um protótipo da empresa, depois que um engenheiro desavisado esqueceu a unidade de testes em uma mesa de bar perto da empresa. E logo após o lançamento do produto, em menos de uma semana, os usuários já reclamavam dos problemas de recepção do pequeno possante. Vale lembrar que a Apple ainda fez questão de destacar que o design da antena do seu novo iPhone 4 era "único".

    Então algo surreal aconteceu com a empresa considerada "intocável": a mesma foi obrigada a responder ao público de forma forçada, com a apresentação de uma conferẽncia voltada para a imprensa e apresentada pelo próprio Steve Jobs. Na apresentação, a empresa havia se desculpado com seus clientes, mas não antes de ressaltar ao máximo o quanto a empresa se preocupava com a perfeição. Inclusive, alguns jornalistas e blogueiros foram convidados para um tour, inédito em toda a história da Apple, em uma de suas unidades de testes de aparelhos. E como o ditado diz, "levam-se anos para se construir uma reputação, e apenas alguns segundos para destruí-la".

    Ao final da conferência, a Apple havia prometido que todos os seus clientes do iPhone 4 ganhariam uma capa protetora para seus aparelhos, o que resolveria o problema de recepção de sinal por parte da antena. E para aqueles que já haviam adquirido uma das proteções disponíveis na época de seu lançamento, a empresa os reembolsaria.


    A História de Papermaster

    O vice-presidente Papermaster havia se juntado a Apple em abril de 2009, logo após a companhia ter chegado a um acordo com a International Business Machines Corp. Na época, a IBM argumentava que Papermaster não poderia assumir o cargo na Apple porque o mesmo havia assinado um acordo de não-concorrência com a companhia concorrente.

    A disputa durou vários meses até se resolver. Como parte do acordo, Papermaster foi obrigado a comprovar várias vezes que ele tinha cumprido com suas obrigações legais para não divulgar a Apple informações confidenciais da IBM.


    Links de Interesse:

    - Apple Executive Exits After IPhone Antenna Flap

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L