• Plataforma Android Detecta Primeiro Trojan-SMS

    Pode ser considerado alarmante o número de ataques provindos de Malwares em suas mais diversas categorias (vírus, worms, trojans, rootkits, spywares) que infectam os sistemas dos usuários, causando sérios transtornos. Dentro desse contexto, ontem dia 09 de agosto, a Kaspersky, divulgou a detecção do primeiro Trojan direcionado à sistemas Android, que envia informações da conta do usuário através de mensagens via SMS. Para quem não sabe, a Kaspersky Lab é uma empresa russa especialista em segurança digital, desenvolvedora do aplicativo anti-vírus de mesmo nome.

    Segundo declarações feitas pela equipe da companhia, o aparente inofensivo
    Trojan-SMS.AndroidOS.FakePlayer.a já conseguiu infectar muitos dispositivos, sendo instalado como uma simples aplicação de 13 KB apresentando a extensão de arquivo .apk com a intenção maliciosa de infectar smartphones Android. O trojan engana o usuário como se fosse um simples player multimídia. A praga utiliza o aparelho para enviar mensagens via SMS para serviços premium, que estão sob o domínio de bandidos virtuais. Logicamente, isso acontece sem que haja nenhum conhecimento ou autorização por parte do usuário, que só descobre o ocorrido quando recebe a sua conta.



    Eventos envolvendo a categoria do Trojan-SMS tornaram-se bastante comuns em dispositivos do tipo smarthphone. Mas de acordo com declarações feitas pela Kaspersky, especificamente o Trojan-SMS.AndroidOS.FakePlayer.a, caracteriza-se como a primeira ocorrência a atacar a plataforma Android do Google. Conforme informações prestadas por Denis Maslennikov, gerente do grupo móvel de investigação da Kaspersky Lab, o fato dos dispositivos Android terem apresentado um crescimento vertiginoso em relação às vendas, despertou um potencial interesse nos criadores de Malware, fazendo com que o número de infecções dessa natureza se torne cada vez maior.

    A Kaspersky não informa quais são as páginas da Web que oferecem o falso Media Player para download. No entanto, a presença de Trojans-SMS e outros programas maliciosos para Android não podem ser considerados 100% novidade. Isso porque esse Trojan-SMS, mesmo que esporádico, já "andou" pelos smartphones Symbian por um bom tempo. Vale lembrar que a própria plataforma Android, em outras ocasiões, já foi atormentada por spywares e trojans em transações bancárias on-line.

    De acordo com um inquérito realizado pela Kaspersky, 36% dos usuários de smartphone considera que os serviços de Internet móvel sejam mais perigosos do que navegar na Web através de um PC, e 38% desses usuários utiliza seus celulares para entrar na grande rede pelo menos uma vez por dia. A empresa faz um importante alerta aos usuários, para que prestem muita atenção aos serviços para os quais um aplicativo solicita acesso durante a instalação. Se um usuário concordar com um pedido de acesso aos serviços de tarifa majorada durante a instalação, o smartphone pode fazer chamadas e enviar SMS sem que haja uma autorização adicional do proprietário do aparelho (e titular da conta de telefonia).

    Os smartphones estão a cada dia que passa mais parecidos com computadores e por consequência, herdarão os mesmos "problemas". Mesmo assim, ainda são vistos - pela força do hábito - simplesmente como telefones. O que não pode ser esquecido de forma alguma, é que esses dispositivos também são suscetíveis à virus. Existe um importante trabalho sendo desenvolvido ativamente pela Kaspersky, envolvendo tecnologias e soluções para proteger o sistema operacional afetado pelo trojan. A companhia também tem grandes planos de lançar o Kaspersky Mobile Security para o Android no início do ano de 2011.


    Links de Interesse:

    - First SMS Trojan for Android is in the wild

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L