• Google Instant: Problema para os Provedores de Internet Wireless

    Para quem não conhece, o Google Instant é uma nova forma de pesquisa, criada pelo Google. Por enquanto, está disponível apenas para os usuários nos EUA, Russia, Reino Unido e alguns outros países, mas seguramente será - em breve - disponibilizada para o Brasil. Com o Google Instant, você não precisa pressionar ENTER ou clicar no botão OK para fazer a busca, você vai digitando e - automaticamente - os resultados possíveis vão aparecendo na tela.

    O argumento do Google é bem simples: uma busca no Google leva menos de meio segundo, mas o usuário pode levar 15 segundos ou mais para digitar o que quer. Por outro lado, muitas vezes não seria necessário o usuário digitar tudo para encontrar o que deseja.

    Por exemplo, se o usuário quer procurar por "viagem Salvador", talvez apenas digitando "Viagem Salv" o Google entenda o que ele deseja. Com o Google Instant, a cada letra é realizada uma busca, de forma que o usuário pode saber facilmente quando pode parar de digitar e começar a navegar.


    O Excesso de Tráfego

    O grande problema do Google Instant é que ele irá demandar muito mais tráfego. Qualquer provedor sabe que existem diversos perfis de usuários: os avançados com Rapidshare, Download Accelerator, Bitorrent e os básicos, que ficam no email e navegação web.

    Com isso existe um balanço entre o consumo de banda por usuário, aonde os usuários básicos consomem pouca banda, e de maneira esporádica: acessam uma página (um pico de tráfego) e ficam alguns minutos lendo (pouco tráfego).

    O problema do Google Instant é que a cada letra digitada, o usuário irá receber uma página completa (inclusive com imagens e figuras). Isso quer dizer que os usuários básicos, que antes demandavam pouca banda, se tornarão - da noite para o dia - consumidores mais agressivos de banda.

    Além disso esses mesmos usuários, ao se acostumarem com o Google Instant, irão exigir dos provedores banda suficiente para que o Google Instant funcione adequadamente. Para piorar, o Google desabilita automaticamente o Google Instant quando a conexão está lenta, mas também avisa ao usuário, que seguramente irá usar esse aviso para abrir reclamações no provedor.

    Para os provedores de acesso Internet wireless, que compartilham a banda com vários usuários, isso poderá se tornar um problema. E não se trata de limitar a banda de cada usuário, mas sim do fato de que cada usuário irá consumir quase que constantemente sua banda máxima permitida (o que irá diminuir em muito a capacidade dos provedores de sobrescreverem a rede).

    Assim os provedores devem se preparar (e preparar seu time de suporte) para o momento em que o Google Instant entrar em operação no Brasil.

    Saiba Mais:

    [1] About Google Instant: http://www.google.com/instant/
    Este artigo foi publicado originalmente no blog: Google Instant: mais uma dificuldade para os provedores de Internet wireless iniciado por mlrodrig
    Comentários 10 Comentários
    1. Avatar de sergio
      sergio -
      A solução para isso se chama "Franquia". Todos os provedores irão implantar, mais cedo ou mais tarde.

    1. Avatar de osmano807
      osmano807 -
      Humm, esse trem da franquia não é bom
      Bem, tem que ver o tamanho de cada requisição, vou dá uma olhada. Talvez nem é tão muito assim, no momento, mas somando no final...
    1. Avatar de osmano807
      osmano807 -
      Dei uma olhada rápida:
      Fui pesquisar "Obama Hair" (criativo...)
      Cada request eu mando 1.4KiB, e recebo em média 32KiB.
      Focando num usuário comum, vamos assumir, sei lá, 2 teclas por segundo.
      A cada segundo, seria um tráfego de 64KiB de download, e 2.8KiB de upload.
      Bota, uns, 100 clientes online, seria:
      Download: 6400KiB/s, o que nos dá 50Mbps.
      Upload: 280KiB/s, o que nos dá 2.1Mbps.

      Muito? Pouco? Não sei... só sei que o Google bugou, em vez de abrir a página comum quando tá lento, não abre a pesquisa... maravilha

      (Será que errei as contas? Achei alto)
    1. Avatar de pedrovigia
      pedrovigia -
      Que merda, para mim eles estão fazendo com isso o contrario da ideia original da navegação na WEB2.0 que era somente ter trafego do que realmente for preciso, irei ver se crio alguma regra para redirecionar esse Google Instant para o google comum em meu provedor.
    1. Avatar de DUHbnu
      DUHbnu -
      Isto prova que no GOOGLE também a JIRICOS!
      Em vez de fazer um piloto, já partem para este tipo de desvario.
      O consumo de banda de quem usa o GMail também é bem alto em relação a outros serviços similares.
    1. Avatar de rogerio machado
      rogerio machado -
      Citação Postado originalmente por DUHbnu Ver Post
      Isto prova que no GOOGLE também a JIRICOS!
      Em vez de fazer um piloto, já partem para este tipo de desvario.
      não sou nenhum puxa-saco do google, acho que esse serviço vai demorar pra chegar aqui, eles devem saber que a "banda larga" brasileira fica entre 1 e 2 mega, inviabilizando esse tipo de recurso.

      E mesmo que lançassem, não interessa, esses provedores anunciam banda de "X" e entregam "Y" ? e depois vem com esse papo de evangelista que é pra "que muitas mais pessoas tenham o benefício da inclusão digital". mas cobram um absurdo de todos.
    1. Avatar de Não Registrado(s)
      Não Registrado(s) -
      Os gato net que se cuidem viu...
    1. Avatar de cordobel
      cordobel -
      Em contra partida temos uma ação do google para reduzir o tamanho de imagens de vídeos.

      Vejam este post aqui do under:

      Google: WebP como Alternativa ao JPEG
    1. Avatar de osmano807
      osmano807 -
      Citação Postado originalmente por cordobel Ver Post
      Em contra partida temos uma ação do google para reduzir o tamanho de imagens de vídeos.

      Vejam este post aqui do under:

      Google: WebP como Alternativa ao JPEG
      Existem compactadores de JPEG que chegam a otimizar 90%. Isso creio eu é uma forma do Google querer dominar a internet (teoria da conspiração rlz!)
    1. Avatar de Calma, calma...
      Calma, calma... -
      Calma galera...Ninguem vai passar o dia pressionando teclas no google.
    + Enviar Comentário


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L