• Chrome 4 Suporta Scripts Greasemonkey Nativamente

    Os usuários da versão mais recente do Google Chrome vão poder utilizar scripts GreaseMonkey. A versão 4.x do navegador passou a suportar esses scripts nativamente. Para o usuário, instalar um script GreaseMonkey será como instalar uma extensão no Google Chrome pois, "por debaixo dos panos, os scripts serão convertidos para uma extensão", declarou Aaron Boodman, Engenheiro de Software do Google e criador do GreaseMonkey.



    O Greasemonkey originalmente era uma extensão para o navegador web Mozilla Firefox. Ele modifica a exibição das páginas de determinados sites, baseado em scripts ( escritos em JavaScript) que são instalados pelo usuário. Existem atualmente mais de 40.000 scripts disponíveis no site UserScripts[2].


    Saiba Mais:

    [1] Chromium Blog: http://blog.chromium.org/
    [2] UserScripts: http://userscripts.org/

    Sobre o Autor: Magnun


    Comentários 2 Comentários
    1. Avatar de Fernando
      Fernando -
      Por enquanto o Chrome tá indo pelo caminho certo implementando todas as coisas "legais" do Firefox, mas não sei até onde isso vai... Se for pra virar o Firefox eu uso o Firefox =)
    1. Avatar de Magnun
      Magnun -
      Cara, no desempenho de algumas funções o chrome bate no firefox, e a recíproca também é verdadeira. Recentemente teve um teste entre o Chrome 4, o Firefox 3.6 e o Opera 10.5.

      Na minha opinião, cada um tem suas vantagens e desvantagens, cabe ao usuário escolher quais ele considera mais vantajoso.
    + Enviar Comentário

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L