• DragonFly BSD 2.10

    O derivado do sistema operacional BSD DragonFly em sua versão 2.10, foi liberado com maior suporte a hardware e multiprocessador, uma grande atualização do ACPI, suporte e deduplicação de sistemas de arquivos, além de um pacote de atualização de package filter (PF).

    DragonFly BSD é baseado em um fork do FreeBSD 4.x, e foi desenvolvido desde 2003 para oferecer suporte a clusters nativo no kernel. Em 2008, a versão 2.0 foi lançada, que introduziu o sistema de arquivos HAMMER do DragonFly, projetado para a resiliência e escala em vários volumes.

    Nesta última versão, 2.10, DragonFly BSD agora utiliza o GCC 4.4 como compilador padrão do sistema que, segundo os desenvolvedores, o torna o primeiro sistema operacional BSD para mudar ao 4.4 como padrão. O MPLOCK, concebido para garantir que em momentos críticos apenas uma CPU esteja a funcionar no kernel, já foi removido de todas as áreas do sistema operacional, exceto o sistema de memória virtual. Assim, os desenvolvedores dizem que o FreeBSD é "um dos poucos sistemas a usar um mecanismo de sincronização primário que não é um blocking mutex". Outras mudanças incluem um novo sistema de rede reescrito e "ganhos significativos de performance", especialmente para sistemas que utilizam AHCI ou swapache.


    Saiba Mais:

    [1] DragonFly BSD 2.10: http://www.dragonflybsd.org/release210/

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L