• Lançado Samba 3.5 com Suporte Experimental SMB2

    O Projeto Samba [2] acaba de anunciar o lançamento da versão 3.5 de seu software de código aberto de implementação do protocolo SMB. Dentre as maiores mudanças está a implementação do SMB2 (já em uso no Windows Vista e Windows 7) e suporte para timestamps de resolução de 100ns, suportado pelo kernel e pelas bibliotecas de sistema. Os timestamps de resolução de 100ns irão trabalhar com o kernel Linux em versões acima de 2.6.22, utilizando glibc 2.6 ou superiores. O suporte ao SMB2 no Samba é experimental, e requer a adição da instrução max protocol = smb2 nas configurações do Samba para habilitá-lo.


    A nova versão vem embarcada com comunicação criptografada com os servidores de impressão CUPS, mesmo que o padrão seja a comunicação sem criptografia. Ela também permite efetuar o cache das credenciais do Winbind, pela qual o acesso SMB é feito. Isso é necessário para o gerenciador de arquivos Nautilus, que a muito tempo não necessita de logins múltiplos. A realização de cache é feita por padrão, mas pode ser desabilitada ao configurar a variável de ambiente LIBSMBCLIENT_NO_CCACHE.

    Existe também um novo módulo VFS que se comunica com software anti-vírus para garantir que os usuários tenham permissão de acessar apenas os arquivos que foram verificados e estejam limpos. Outra alteração desta versão, mesmo que pequena, é a remoção do livro em formato HTML sob o título Using Samba, do tarball disponibilizado para download. O livro ainda continua disponível online [3]. O código-fonte do Samba está sob a Licença Publica GNU versão 2 (GPLv2) , e disponível para download [4] em seu site oficial.


    Saiba Mais:

    [1] Heise Online: http://www.h-online.com/open/news/it...rt-944241.html
    [2] Projeto Samba: http://samba.org/
    [3] Livro Using Samba em HTML: http://www.samba.org/samba/docs/using_samba/toc.html
    [4] Download do Samba: http://samba.org/samba/ftp/

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L