• Como Impedir que o Google Rastreie seu Histórico

    Assim como o Facebook e demais empresas de "serviços" na Internet, o Google também descobriu uma maneira de invadir a privacidade dos usuários que utilizam seus serviços (Google.com, GMail, etc). O processo é simples: o Google utiliza ferramentas específicas para procurar por cookies que seu navegador armazena a cada site visitado. Baseado nesses dados, traça um perfil o usuário, conseguindo personalizar o tipo de publicidade que será apresentada durante sua navegação.

    A desculpa da empresa para essa "mineração de dados" é oferecer
    anúncios que estejam mais sintonizados com os gostos e interesses de seus usuários.


    Google utiliza meios controversos para personalizar anúncios mostrados a usuários

    Muitos usuários vêem esse rastreamento como algo inofensivo, alguns até gostam de receber anúncios personalizados. Outros, porém, não se sentem confortáveis com o fato do Google saber que tipo de site estão visitando. Um agravante é o fato da maioria dos browsers já possuir uma opção de não-rastreamento, informando aos websites que fazem esse tipo de coleta de informações que os usuários não gostariam de fornecê-las.

    Após uma onda de protestos, o Google se comprometeu a respeitar as mencionadas opções de não-rastreamento num prazo de nove meses (até o fim do ano). No entanto, já disponibilizou um app na Chrome Web Store (ou seja, apenas para o Google Chrome) chamado “Manter minhas desativações” (Keep my opt-outs, em inglês), que implementa imediatamente a nova política.


    Saiba mais:

    [1] BGR: http://www.bgr.com/2012/02/28/how-to...ou-on-the-web/
    [2] Chrome Web Store: https://chrome.google.com/webstore/d...fdgfjilccfpfoe

    Sobre o Autor: Pedro Taam

    Pedro Taam é pianista, graduando em Física Médica pela UFRJ, editor do periódico científico sobre artes Aguarrás (www.aguarras.com.br) e redator sobre tecnologia para o portal Underlinux (www.under-linux.org).

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L