• Oracle e Google: Segundo Dia de Julgamento

    No segundo dia do processo judicial no qual a Oracle moveu ação contra o Google, envolvendo patentes e direitos autorais, o CEO da Oracle Larry Ellison, declarou que "APIs escritas são, provavelmente, uma das coisas mais difíceis a serem desenvolvidas dentro da companhia". Essa informação surgiu através de um tweet publicado pelo jornalista James Niccolai. Na declaração de abertura do Google, a empresa argumentou que não precisa de uma licença para o Java, devido a linguagem em si ser caracterizada como um padrão aberto e que suas APIs são necessárias para sua utilização. Em resumo, o Google diz que o uso das APIs Java do Android, constituem-se de forma justa.



    Larry Ellison havia Cogitado a Compra da Research in Motion

    Nesse clima que envolve uma certa tensão por parte de reclamantes e reclamados, outras informações vieram à tona. Durante o processo, Larry Ellison admitiu que a Oracle tinha originalmente planejado entrar em concorrência com Android no mercado de smartphones, criando o seu próprio framework móvel baseado em Java. Aparentemente, a companhia teria considerado a compra da Research in Motion (RIM) ou a Palm. Mas esta última foi finalmente adquirido pela Hewlett-Packard.

    Segundo Ellison, o Google era a única empresa de smartphone sobre a qual ele sabia não haver adquirido uma licença para Java. Ele disse que, pessoalmente, tentou convencer tanto Eric Schmidt quanto Larry Page a trabalhar em conjunto sobre o uso de uma versão licenciada do Java no Android. Esse trabalho seria com a intenção de torná-lo compatível com os esforços da Oracle.


    Saiba Mais:

    [1] Heise On-line http://www.h-online.com/open/news/it...2-1542343.html

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L