• Alerta: Facebook Não Causa Sífilis

    É inacreditável, mas desde que o Facebook surgiu em 2007, vem sendo "responsabilizado por qualquer coisa" de ruim que aconteçe no mundo e na vida social das pessoas; desde divórcios até suicídios. E agora chegou a vez de acusarem o maior site de redes social do mundo de contribuir para o aumento dos casos de Sífilis em todo o planeta. E isso vem da boca de servidores públicos do Reino Unido, o que é piora e reforça a visão e a ação moralmente errada de deturpar as coisas.


    O Facebook tem se defendido dessas acusações infundadas, de ser o maior responsável pela disseminação de Sífilis no mundo, devido ao uso de sua rede social para "eliminar a distância de comunicação entre elas". A própria empresa classificou a acusação como "ridícula", alegando que "eles são tão responsáveis pela transmissão de DST (Doença Sexualmente transmissível) do que os jornais são responsáveis pela causa da vista cansada nos seus leitores."

    De acordo com o Telegraph, o "relato" desse "problema" saiu direto do Teesside, nordeste da Inglaterra, onde empregados da rede pública de saúde dizem ter descoberto um "link", particularmente entre mulheres jovens, de que o site tem servido como uma "nova maneira de se conhecer múltiplos parceiros para encontros de sexo casual". O que mais impressiona nesse "novo escândalo do Facebook" é que há servidores da área de saúde "tirando" essas "conclusões".

    Para mim, esse continua sendo o eterno problema do "vendedor de facas", quando querem culpar o pobre coitado pelo assassinato de pessoas com o uso de sua mercadoria, quando na verdade, o verdadeiro culpado é quem comprou a faca de desossar frango na loja, e a utilizou "erroneamente" para desossar pessoas. E esse "resumo dos fatos" está sendo utilizado da forma mais errada possível, em algo que pode (e deve) causar escândalo (principalmente entre os "desinformados"). Esta é uma atitude considerada, no mínimo, de irracional (para não dizer fascista).

    Para quem não sabe, o Facebook foi criado por Mark Zuckerberg em 2007, e atualmente é a maior rede social do mundo, que rivaliza com o Google em número de acessos. Por sinal, o Facebook já ultrapassou o Google em acessos nos Estados Unidos, mas no resto do mundo ainda perde para essa gigante da Internet.

    Como todos sabem, o papel-base das redes sociais é eliminar as barreiras naturais de comunicação entre as pessoas, sejam elas, idiomas, geografia, política, ou mesmo religião. E por ser a rede social mais acessada e utilizada do mundo, é óbvio que a maioria dos Internautas em todo o planeta preferem estar nela do que nas concorrentes (ou usar a mesma em maior quantidade).


    Under-Linux no Facebook

    Por sinal, já visitaram o Under-Linux no Facebook? Apareça por lá e participe de nossa Comunidade: http://www.facebook.com/underlinux

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L