• 200.000 Novos Programas Maliciosos Detectados Todos os Dias

    A Kaspersky Lab lançou o seu Boletim de Segurança Anual, que fornece todas as estatísticas relacionadas à ocorrência de malware global e ameaças cibernéticas para 2012. O relatório revelou um crescimento significativo específico de malware para Mac e um crescimento explosivo no número de ameaças dirigidas a plataforma Android. No geral, a Kaspersky Lab detectou e bloqueou mais de 1,5 bilhão de ataques baseados na Web em 2012, e mais de 3 bilhões de arquivos infectados.


    Ameaças cibernéticas são crescentes, de acordo com relatórios referentes a 2012. A necessidade de prevenção enérgica para o ano seguinte é primordial.


    No presente momento, a Kaspersky Lab detecta e bloqueia mais de 200 mil novos programas maliciosos por dia, o que significa um aumento significativo a partir do primeiro semestre de 2012, quando 125 mil programas maliciosos foram detectados e bloqueados a cada dia, em média. Uma das novidades mais importantes do início de 2012 foi a descoberta do Flashback, uma botnet que conseguiu fortemente infectar cerca de 700.000 computadores da Apple com o Mac OS X. O surto significativo foi causado por uma nova variante do malware Flashfake, e o incidente de segurança acabou com a percepção da plataforma Mac OS X como sendo imune a essa exploração.

    Além da campanha massiva de malware, os computadores Mac OS X também se tornaram vítimas frequentes de ataques direcionados. A principal razão para isso é que os produtos da Apple são populares entre muitos políticos influentes e empresários proeminentes, e as informações armazenadas nos dispositivos pertencentes a essas pessoas é de interesse de uma determinada categoria de cibercriminosos. No total, os especialistas da Kaspersky Lab criaram assinaturas de 30% mais para detectar trojans para Mac em 2012, em comparação a 2011.

    Outra tendência importante de 2012 é o crescimento rápido e contínuo de malware para a plataforma Android. A plataforma Android tem se mostrado claramente como o principal ponto de interesse para os cibercriminosos. Embora os programas mal-intencionados para outras plataformas móveis, como Symbian, Blackberry ou J2ME ainda estejam sendo desenvolvidos, 99% dos programas recém-descobertos serão direcionados a plataforma Android. Apesar das tentativas do Google para introduzir sua própria tecnologia anti-malware, os aplicativos maliciosos continuam a aparecer na loja oficial do Google Play.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/malware_news.php?id=2352

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L