• 10 Orientações para Segurança Móvel

    Faz algum tempo que os dispositivos móveis tem se tornado cada vez mais comuns, e os mercados estão inundados com novas aplicações para negócios e entretenimento, atraindo cada vez mais adeptos para este mundo da mobilidade. As pessoas estão utilizando dispositivos móveis para jogos, fazer compras, pagar contas e partilhar os seus pensamentos através das mídias sociais.

    "Para o consumidor, o cibercrime pode parecer uma ameaça distante, que está relacionada com a espionagem internacional ou em grandes empresas. No entanto, uma linha de compra dos consumidores também podem ser bastante prejudicada. Com o seu dispositivo móvel, você também carrega uma coleção significativa de informações pessoais importantes, incluindo o seu número de cartão de crédito", diz Joona Airamo, CISO da Stonesoft.


    As ocorrências de malware podem ser prejudiciais para dispositivos móveis e a informação contida por um smartphone ou tablet pode facilmente cair em mãos erradas. Como resultado, Stonesoft forneceu 10 dicas para garantir o uso seguro de dispositivos móveis:

    1. Atualizar o sistema operacional do dispositivo móvel regularmente é muito importante. As atualizações são geralmente fornecida automaticamente. No entanto, é importante fazer atualizações que estão disponíveis para o sistema operacional do modelo em questão, ao selecionar um novo dispositivo móvel.

    2. Instalar programas apenas de fontes confiáveis, ou seja, a partir de lojas de app conhecidas como o iTunes, Google Play ou Nokia Store. Um jogo que custa um dólar pode estar disponível gratuitamente em outro lugar, mas é também bastante provável que contenha malware.

    3. Tenha cuidado com a app-purchases - eles podem tornar-se caros. Por exemplo, as crianças podem adicionar "superpoderes" para seus personagens de jogo, sem compreender que cada adição ou atualização pode custar um certo dinheiro. Em muitos dispositivos móveis, essas compras app-in pode ser desativadas.

    4. Esteja ciente dos direitos que tenha concedido a diferentes aplicações. Periodicamente, faça uma revisão nos direitos de utilizador e políticas de privacidade que você aceitou. Por exemplo, o direito à informação sobre a localização e conexão de rede pode permitir que um aplicativo possa rastrear a localização remota.

    5. Alterar o código de acesso padrão e o código PIN do cartão SIM. Não use o seu ano de nascimento ou outras combinações de números que seriam muito fáceis de adivinhar. Defina o dispositivo para solicitar uma senha toda vez que você for utilizá-lo.

    6. Se o seu dispositivo móvel suporta criptografia de dados, ative esse recurso.

    7. Conecte seus dispositivos móveis para um serviço online que possa, remotamente, localizar um aparelho perdido ou roubado e, se necessário, realize uma limpeza remota para apagar todos os dados.

    8. Se seu celular for roubado, informe a sua operadora imediatamente sobre a ocorrência, para que o uso de seu cartão SIM seja desativado e seu cadastro seja transferido para um novo cartão.

    9. Quando você está dando o seu aparelho antigo, apagar todas as informações pessoais, devolvendo o dispositivo de volta para as configurações de fábrica. Além disso, remova todas as informações de antigos cartões SIM e cartões de memória.

    10. Faça backups regulares de todos os dados em seu dispositivo móvel. Serviços em nuvem são práticos para este fim, mas não enviam informações de seu empregador para estes sem que haja permissão.

    Além das dicas básicas listadas acima, Mr. Airamo adverte que os funcionários têm obrigações para com seu empregador. "Quando você estiver utilizando o equipamento fornecido pelo seu empregador, você deve sempre seguir as instruções de segurança relacionadas. Você não deve salvar o trabalho relacionado a seus próprios dispositivos, salvo acordo em contrário. "


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=14158

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L