• iPad de 500 tem Custo de produção de 260

    A iSuppli não deixa passar uma! Como de costume, sempre que algum gadget estratégico ancora das lojas, a empresa de pesquisa em tecnologia adquire o produto, o disseca (impiedosamente falando) e por fim, tenta descobrir o quanto realmente custou para se produzir uma unidade (sem contar os custos de redução de preços para produções em grandes quantidades). E o último cadáver a receber a autópsia foi ninguém menos que o iPad. E por incrível que pareça, a iSuppli constatou que a Apple está tendo um lucro enorme por unidade de seu produto.


    A firma de pesquisa estima que os materiais e o custo de produção da versão de 16GB do iPad, é apenas a metade do preço final de venda deste produto. Foi justamente esse modelo, sem capacidade para comunicação 3G, que foi dissecado e analisado. Baseado no seu preço de venda de US$ 499, a iSuppli estima que os custos de produção de cada unidade tenha sido de US$ 251. Se jogar o custo de produção de cada unidade, esse valor deve subir para aproximadamente US$260. É claro que esse levantamento não inclui outros gastos da Apple, como software, marketing, royalties, e taxas de licenciamento.

    É interessante notar que a iSuppli fez menção a quanto de dinheiro a Apple parece investir na interface do usuário, e não na potência do equipamento. Como todos sabem, o iPad, em desempenho e funcionalidades, deixa muito a desejar. O design do iPad realmente representa um novo paradigma, em termos de estrutura de custo de eletrônicos e conteúdo de hardware. Paradigma este que outras empresas parecem estar "copiando" sem vacilar, para não perderem a chance de se promoverem neste mercado ressuscitado.

    Sabemos que os atuais notebooks do mercado são centrados em uma placa-mãe, com todas as outras funções do sistema (display, teclado, audio e afins) em seu centro. No caso do iPad, esse "padrão" foi invertido. tudo nesse gadget é centrado na interface com o usuário, com o PCB (Printed Circuit Board) e os outros circuitos integrados, todos presentes para facilitar a apresentação de conteúdo, a medida que o usuário interage com o "produto".

    Quer conhecer os preços de alguns itens do iPad? Aqui vai: cada iPad contém um display de 9.7 polegadas que custa no mercado US$ 65, os 16 GB de memória totalizam US$ 30, as baterias US$ 21. Mesmo assim, a conta dos materiais e da produção do iPad obtida novamente pela iSuppli, ficou muito acima da conta estipulada ainda em meados de fevereiro, onde a empresa teorizou os custos de produção sem ter um modelo para dissecar. Na época, a iSuppli havia estimado os custos em aproximadamente US$ 230.


    O Caso do PlayStation da Sony

    Vale lembrar que os resultados obtidos pela iSuppli no iPad são bem diferentes do obtido na análise do PlayStation 3. Quando a Sony lançou seu console nos Estados Unidos ao preço de US$ 500 e US$ 600, a iSuppli estimou que a companhia estava perdendo centenas de dólares no processo, e estipulou que a empresa deveria ter elaborado sua estratégia de lucro em cima dos softwares e acessórios à serem vendidos.

    Claro que com os avanços tecnológicos o preço de produção do PS3 tem caído vertiginosamente ao longo dos anos. No caso do PS3 Slim, a iSuppli estima que o valor de déficit tenha caído para meros US$ 36.


    Notícias relacionadas:

    - Apple Lança iPhone OS 4 Dia 17
    - Conheça o HP Slate, o Tablet matador de iPad
    - iPad Vende 300.000 Unidades no Primeiro Dia
    - Hacker Consegue Acesso Root no iPad


    Links de Interesse:

    - $500 iPad costs Apple less than $260
    - Low-end, $499 iPad costs $259.60 to make
    - Research firm puts $499 iPad costs at $259.60

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L