• Twitter Investindo em Dispositivos Móveis

    Até o Twitter tem planos de "dominação global". Como uma empresa de Internet em ritmo de crescimento acelerado, e uma das redes sociais mais utilizadas no mundo, já pensa em expandir seus horizontes e agora estará focando seu serviço de micro-blog para os dispositivos móveis. Recentemente o Twitter adquiriu a Atebits, a companhia criadora das populares aplicações Tweette para o iPhone e Mac OS X. Fazendo isso, a companhia está de fortalecendo como um serviço de comunicação móvel.

    O Twitter tem sido radicalmente aberto na forma como processa as pequenas mensagens que seus usuários enviam, encorajando os desenvolvedores terceirizados a utilizarem essa informação para construir aplicativos que permitam as pessoas utilizarem seus serviços da forma mais fácil possível, e da forma e lugar que quiserem, liberando a própria empresa de ter que se intrometer nessas variáveis de mercado. Para quem não conhece, esse é um clássico movimento de crowdsourcing.

    E os desenvolvedores tem adorado essa política da empresa, mantendo o mercado aquecido com centenas de aplicações voltadas para essa rede social de micro-blogs. Embora seja possível utilizar o Twitter via SMS (o envio de textos a partir de sistemas de mensagens originárias de celulares), ou mesmo pela página do Twitter na Internet (https://twitter.com), o número de aplicações nativas desenvolvidas para desktops (Linux, Mac OS X e Windows) e smartphones (iPhone, Android, etc) tem crescido vertiginosamente.

    Esses mesmos aplicativos estão contribuindo para dar mais funcionalidade ao serviço original, com interfaces gráficas amigáveis em uma ampla gama de hardware. Sabemos também que o serviço já se tornou muito popular dentro da Web, através de ferramentas de integração via mão dupla na maioria dos CMSs utilizados na Internet. E isso tem permitido ao Twitter se espalhar como fogo.

    E um dos aplicativos de maior sucesso para o Twitter é o Tweetie, um aplicativo de US$ 3 vendido na loja virtual de apps para iTunes da Apple, a Apple iTunes. E com a aquisição, esse app agora será livre. O Twitter afirma que isso fecha um enorme buraco para a companhia, pois agora os usuários do iPhone terão um app oficial da empresa.

    De acordo com o Twitter, "uma análise criteriosa da experiencia do usuário do Twitter na iTunes AppStore, revelou um grande espaço para melhorias", e ainda acrescentou que, "as pessoas estão procurando por apps para o Twitter, e não estavam encontrando nenhum. Então eles ficavam confusos e desistiam de procurar. É importante que possamos otimizar isso para benefício do usuário, e criar uma experiência incrível para o mesmo".

    Ao que parece, a presença do Twitter na Internet foi um processo totalmente incidental para ele, tanto como negócio, quanto como serviço. O Twitter admite que foi nos dispositivos móveis que surgiu a idéia do micro-blog, para o limite de 140 caracteres do serviço de SMS.

    A empresa sabe que para expandir seu sucesso, e o uso de seus serviços, é preciso que haja o menor número de barreiras possíveis para que todos possam utilizar seus serviços de forma instantânea. E se a empresa disponibilizar seu serviço de forma fácil, rápida e intuitiva, em todos os veículos de comunicação digital no mundo (e ainda conseguir integrá-los entre si), todas as barreiras cairão como num passe de mágica.


    Links de Interesse:

    - With Tweetie Acquisition, Twitter Locks On Mobile
    - Twitter Gobbles Up Tweetie
    - Et tu, Twitter? Here comes developer ire


    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L