• Novidades do iPhone OS 4

    A Apple está investindo pesado, não somente na atualização do hardware de seus produtos, como iPhone, MacBook Pro, iPod Touch e iPad, como também está atualizando de forma inovadora o sistema operacional iPhone OS, que agora vai direto da versão 3.2 (última lançada) para a versão 4.0. Espera-se que essa nova versão do sistema operacional seja responsável por fazer funcionar todas as futuras versões do iPhone, do iPod Touch e, principalmente, do iPad. Devido a natureza multi-tarefa desta versão 4.0 (acredito ser a maior de todas as novidades dessa versão), poderá vir a ampliar consideravelmente a usabilidade do iPad, que ainda está rodando a versão 3.2 do iPhone OS (e que para ser redundante, não é multi-tarefa).

    De acordo com a empresa, a atualização dos dispositivos como o iPod Touch e o iPhone, deverá ocorrer ainda deste verão norte-americano, seguindo até o final de 2010. Isso, após a atualização do iPad que irá incorporar as tecnologia 3G e, possivelmente, a versão 4.0 deste sistema operacional.

    Se isso for realmente verdade, só comprovará uma coisa: com a Apple, "apressado come cru". Sabemos que a idéia conceitual do iPad é considerada um verdadeiro marco, um divisor de águas, em todo o mercado de gadgets no mundo. Mas será que o produto, como todo o hardware e software incorporados, realmente é tudo isso o que dizem? Lembramos a todos aqui neste artigo, que foram vendidos mais de 300.000 unidades somente no primeiro dia de lançamento do iPad. E o possante não vinha nem com tecnologia de conexão 3G, e nem com um sistema operacional multi-tarefa.

    Por ser o mesmo sistema operacional utilizado no iPhone (uma versão acima do mesmo), e devido as atuais funcionalidades e direcionamentos deste dispositivo, realmente poderíamos afirmar que ele sobreviveria (como sobreviveu e muito bem) sem precisar de um sistema operacional multi-tarefa. mas o iPad não! Seu conceito de uso é muito mais amplo, e deveria permitir que o usuário executasse mais de um aplicativo de forma realmente "simultânea". E acredito que os seus atuais e futuros usuários estão de dedos cruzados esperando que a nova versão venha com o novo sistema operacional embarcado.

    Mas nem só de espectativas vive a comunidade dos produtos da Apple. Com o lançamento das versões atualizadas de seus produtos, a companhia já agrada os desenvolvedores de aplicativos, dando-lhes acesso a 1.500 novas APIs e funcionalidades para o duo iPhone/iPad. APIs essas que antes só estavam acessíveis para a própria Apple.

    Já para os usuários, a Apple promete mais de 100 novas funcionalidades, muitas delas apresentadas quando a empresa apresentou seu evento sobre o iPhone OS 4. Na apresentação, enquanto Steve Jobs apenas escolheu 7 novas funcionalidades, as quais ele destacou como os pilares da próxima atualização, vamos apresentar cinco delas, destacadas por alguns especialistas. Eles afirmam que essas cinco novas funcionalidades terão um papel fundamental a ponto de poderem virar o jogo a favor da Apple na indústria de dispositivos móveis como um todo.


    Multi-tarefa

    Essa nova funcionalidade já foi abordada, não somente neste post, mas em artigos anteriores aqui, mas vale a pena comentar mais um pouco. Vale lembrar que os desenvolvedores de aplicativos do iPhone já pediam essa funcionalidade no sistema operacional, há mais de dois anos. A capacidade de poder executar múltiplas apps de uma só vez, além de permitir que apps possam ser executadas em background, permitindo assim que o acesso a rede e recursos da internet estejam sempre disponíveis, tanto para os usuários, quanto para os desenvolvedores.

    A desculpa dada pela Apple todo esse tempo era bem simples: multi-tarefa e apps em background diminuem a performance geral do dispositivo, além de consumir muito mais rápido sua bateria. É interessante notar que somente a Apple não implementava multi-tarefa em seu sistema operacional, enquanto seus concorrentes, principalmente o Android, já nasceriam com essa funcionalidade, e roubariam uma fatia considerável do mercado de dispositivos móveis.


    Funcionalidades Empresariais

    Muitos afirmam que o iPhone nunca foi bem aceito em ambiente corporativo, deixando praticamente todo o mercado para a série BlakBerry. E isso ocorre mesmo com a vasta variedade de apps relacionadas a negócios e produtividade bastante úteis entre as diversas profissões do mercado, e a própria indústria do setor.

    Para algumas companhias, o pŕoblema era a ausência de segurança. Para outras, era a necessidade de sincronização do iTunes. mas para a maioria da empresas, o problema foi sua limitação. Afinal, como gerenciar o desenvolvimento em massa para o iPhone se o dispositivo possuía opções de gerenciamento e implantação limitados? Não existia nenhuma opção viável para isso. E mesmo com a Apple melhorando seu dispositivo com cada novo lançamento de seu sistema operacional, ele nunca chegou a alcançar o patamar de aceitação do mercado.

    Nesta apresentação do iPhone OS 4, Jobs também não apresentou de forma clara sobre o suporte empresarial, mas listou várias áreas na qual a própria Apple estaria implementando para poder oferecer soluções reais para as empresas. E uma delas é quanto a segurança. O iPhone agora irá suportar soluções VPN via SSL da Juniper e Cisco (em adição ao suporte já existente para PPTP, L2TP e Cisco IPSec VPN). Mais importante ainda, agora o iPhone irá oferecer a habilidade de criptografar todos os e-mails e anexos dos mesmos.

    O iPhone também irá oferecer APIs para criptografia para os desenvolvedores, para que os mesmos possam garantir toda a segurança para os dados dos usuários. A empresa também irá oferecer um gerenciamento de funcionalidades mais avançado, mas não foram dados muitos detalhes a respeito na apresentação.


    E-Mail Renovado

    Outra queixa bastante comum sobre o iPhone se referia a sua app Mail, desenvolvida pela Apple, devido as inúmeras limitações existentes. Mas a empresa refez essa API e uma das melhorias a destacar refere-se a unificação ca caixa de entrada de e-mail do usuário, que lhe permitirá ver todas as mensagens novas em uma única visualização conjunta, diferente da atual forma, que obriga o usuário a trocar de conta a todo o momento para poder ver a entrada de todas as suas caixas de e-mail. Se você tem muitas contas de e-mail registradas no seu iPhone, você sabe da dor que eu estou falando.

    Claro que, para aqueles que preferem caixas de entrada separadas, a Apple irá acelerar o processo de manipulação das contas de e-mail cadastradas, para tornar o processo de troca de caixas de entrada, muito mais rápido de se manipular.

    O iPhone também ganhará suporte para contas múltiplas via Exchange, uma grande novidade para usuários que tenham acesso ou que precisem verificar mais de uma conta via Exchange, como parte de seu trabalho. E essa funcionalidade não se restringe apenas ao meio executivo, mas sim a qualquer indivíduo dentro dessas necessidades, seja na escola, no trabalho, ou mesmo em casa. Isso inclui o acesso ao calendário do Google, o GMail Calendar, e ao sistema de e-mail do Google como um todo.

    A Apple inclusive oferecerá a opção de ver as mensagens como threads ou conversações, algo bastante comum em muitas ferramentas de contas de e-mail. Claro que essa funcionalidade depende da real necessidade de seu usuário.


    iAd

    O iAd é mais nova rede de publicidade móvel, que está sendo desenvolvido em conjunto pela Apple e pela Quattro, uma conceituada empresa de anúncios para celular recentemente adquirida pela Apple. O objetivo dessa plataforma é criar um fluxo de receita proveniente de anúncios para os desenvolvedores. Muitos desenvolvedores de jogos, e outros apps livres para o iPhone, têm experimentado a veiculação de anúncios como forma de reduzir a necessidade de cobrar por seus produtos. No entanto, ao clicar em um anúncio, o link é redirecionado para uma página em um site Web, o que lançará o navegador Safari e fechará o app original que serviu de anúncio.

    A plataforma iAd permitirá o uso de anúncios dinâmicos que possam incluir textos, imagens, animações, áudio, vídeo, e até jogos escritos em HTML5, que é a prova definitiva de que essas funcionalidades podem ser escritas sem a necessidade do Flash, além de poderem ser vistas sem a necessidade de outro app. Isso oferece aos anunciantes inúmeras possibilidades para atrair seus consumidores.


    Suporte para Teclado Bluetooth

    Desde o lançamento do iPhone em 2007, uma das maiores críticas era sobre o teclado digital, e a completa falta de suporte para entrada de dados que não fossem via toque na tela. Mesmo sabendo que ao longo dos anos, a Apple fez um contínuo trabalho de melhoria de seu teclado virtual, e suas funcionalidades de auto-completar e auto-correção, a mesma nunca conseguiu fornecer uma facilidade de uso real para seus usuários, acostumados a um teclado físico de tamanho padrão (os mesmos encontrados na maioria dos desktops).

    O suporte a teclado via Bluetooth sempre foi um sonho para os usuários do iPhone. E com essa nova implementação faz sentido completamente, estendendo o número de opções de iteração com o iPhone e com o iPod Touch.

    E você? É usuário do iPhone? Se acompanhou a apresentação do evento de Jobs sobre a nova versão do sistema operacional, você mesmo assim ainda acha que falta algo para seu gadget preferido? Deixe suas opiniões nos comentários abaixo.


    Notícias Relacionadas:

    - Novo MacBook Pro à Caminho
    - Pink: Novo Smartphone da Microsoft
    - iPad de 500 tem Custo de produção de 260
    - Apple Lança iPhone OS 4 Dia 17
    - Conheça o HP Slate, o Tablet matador de iPad


    Links de Interesse:

    - 5 ways Apple's iPhone OS 4 is a game changer
    - Apple Goes Where The Portals Failed: It’s The Hardware, Stupid
    - Apple's iPhone OS 4.0: Afterthoughts
    - Hands on with iPhone OS 4.0


    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L