• Promessa Cumprida: jQuery 2.0 Abandona Suporte para IE 6, 7 e 8

    A nova versão 2.0 do jQuery acaba de ser lançada e já vem avisando que sua intenção é a "web m,oderna". Para isso, esse framework JavaScript não mais suporta as versões 6, 7 e 8 do navegador Internet Explorer da Microsoft. Assim sendo, para os usuários que ainda precisam dar suporte para essas versões do IE, recomenda-se utilizar a versão 1.9 do jQuery (e posteriormente a 1.10). A série 1.x, enquanto existir, continuará a dar suporte para versões defasadas do Internet Explorer. Já a série 2.x em diante não mais terá suporte para tecnologias antigas e fora dos padrões da web quando o assunto é navegador.


    Com o fim do suporte, o código fonte do jQuery ficou mais enxuto, já que foram retirados todos os workaround que permitiam seu funcionamento e visualização em navegadores fora dos padrões da web como as versões antigas do IE. A redução de código chegou a 12 por cento do total de linhas do framework, tornando-o inclusive mais modular, mas ainda possui uma API de compatibilidade com o jQuery 1.9.

    Mas não vejam essa API de compatibilidade como um sistema legado. A ideia é facilitar a migração para o jQuery 2.0 (e versões superiores) para usuários que ainda precisam utilizar a versão 1.9 desse poderoso framework. Já os usuários de versões mais antigas do jQuery devem utilizar o plugin Migrate e o documento Migration Guide para alcançaras versões 1.9/2.0 e fazer uso da API. Para os usuários que ainda desejarem dar suporte para navegadores antigos, as versões 1.9 e 2.0 podem ser selecionadas durante o runtime utilizando comentários condicionais no servidor.

    Novo Alvo: WebKit 2.x para Android

    Após a transição para a versão 2.0 do jQuery os desenvolvedores estão com as armas apontadas para os navegadores baseados em WebKit 2.x para Android., o qual chama de "o elo mais fraco". Os desenvolvedores afirmam que a manutenção desse suporte impede novas melhorias no código do framework, e atualmente estão de olho na fatia de mercado que op Android 2.x ainda possui para determinar quando o mesmo poderá ser removido da lista de suporte e subsequente remoção do código correspondente.

    É claro que os usuários do jQuery 1.9 e versões superiores devem estar cientes que em alguns cenários existirá um grande número de situações onde a série 1.x do jQuery não mais será suportada. Isso inclui os apps do Google Chrome, do Mozilla XUL e as extensões do Firefox, além dos apps do Firefox OS, do Chrome OS, e para a App Store do Windows 8, os apps do Blackberry 10 WebWorks, o PhoneGap/Cordova, o AppleUIWebView, o Microsoft WebBrowser controls e o node.js/jsdom. Os desenvolvedores do jQuery acreditam que a série 2.x é uma escolha muito melhor para essas plataformas.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: jQuery 2.0 arrives leaving IE6, 7 and 8 in the past as promised (em Inglês)

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L