• Disponível DragonFly BSD 3.4

    A última versão do DragonFly, o sistema com base em BSD projetado para clustering, foi liberada ontem, dia 30 de abril. Junto com melhorias na forma como DragonFly BSD 3.4 é executado extreme load, o destaque do lançamento é um novo sistema packing experimental, DPorts, que utiliza o sistema de ports FreeBSD para construir software para a referida plataforma. A nova pilha USB e o compilador padrão estão entre as outras características notáveis.


    Além disso, o DPorts usa pkgng para gerenciamento de portas. O novo sistema de packing não se mistura com o velho (ainda padrão), packing pkgsrc e os usuários terão que mudar completamente para fazer uso dele. A criação do novo software portado (poudriere) constrói ports, e no processo de problemas de estabilidade expostos em grandes sistemas multicore, houve ajustes em toda a extensão do DragonFly juntamente com melhorias para o desempenho tmpfs e eficiência em situações com CPU pesado e uso do disco.

    Na sequência, os desenvolvedores modificaram para o GCC 4.7 como compilador padrão. A versão 4.7 foi introduzida como uma alternativa para o GCC 4.4 default (DragonFly BSD 3.2 e 3.4), devido ao papel dos compiladores ter mudado. Tal mudança apresenta ainda um compilador com suporte a OpenMP e quebra no padrão de proteção na plataforma, além de trazer suporte melhorado para C + + e Objective-C.


    Saiba Mais:

    [1] Heise On-line http://www.h-online.com/open/news/it...s-1853268.html

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L