• Novos MacBook Pro à Venda

    Confirmando todos os rumores, foi lançado nesta terça-feira a nova linha de notebooks da Apple, a MacBook Pro. O destaque vai para as telas, entre 15 e 17 polegadas, dependendo do modelo escolhido. Os modelos ainda vem embarcados com os novíssimos processadores da Intel, o Core i3, o Core i5 e o Core i7. Todos eles com gráficos integrados na CPU, além de uma GPU adicional. O processo foi apelidado de Intel HD, onde a integração gráfica visa a melhoria na eficiência do processamento, sendo muito mais eficiente que a tecnologia GMA950 existente nos modelos mais antigos.


    Troca de Sistema Gráfico

    Nos modelos anteriores do MacBook Pro, a Apple acrescentou uma GPU discreta para trabalhar em conjunto com o chipset gráfico 9400M da NVIDIA, onde os usuários poderiam alternar entre ambos via Preferências do Sistema (System Preferences). Porém, esse processo requeria a intervenção do usuário, além da necessidade de efetuar log-out e lo-gin novamente, para que o servidor gráfico pudesse ser reiniciado. Além de consumir muito mais energia, exigia que o usuário interrompesse seu trabalho sempre que precisasse realizar esse procedimento.

    A maior de todas as novidades para esse lançamento talvez seja a troca automática de gráficos nos modelos MacBook Pro lançados nesta terça-feira, o que a define como "tecnologia de ponta" da Apple. O ponto-chave desta tecnologia está na performance de balanceamento dos gráficos, mantendo sempre a vida longa da bateria com uma redução de consumo de energia considerável.

    Alguns fabricantes efetuaram abordagens bem diferentes da Apple, e provavelmente não tão eficiente quanto as tecnologias presentes nos novos modelos do MacBook Pro. Em algumas soluções de terceiros, você não precisaria efetuar log-out e posterior log-in, mas ainda pediria pela intervenção do usuário via painel de controle, e alguma interrupção de seu trabalho, com o procedimento de troca de gráficos.

    A AMD/ATI utiliza um método que detecta se o portátil está conectado a força externa, e então ativa a GPU, permitindo assim maior poder gráfico para o usuário. Já quando o portátil está sendo alimentado exclusivamente pela bateria, o uso da GPU é interrompido. Este modelo efetua a troca automática, mas com isso estará sempre forçando o usuário a utilizar menos capacidade de processamento gráfico quando estiver apenas na bateria.

    A tecnologia Optimus da NVIDIA é outra solução para o mesmo problema. Ela usa uma combinação de hardware e software para habilitar de forma automática a troca entre a integração do processamento gráfico dos processadores, e a GPU. para efetuar esse procedimento, a tecnologia Optimus se baseia em uma lista que informa ao sistema quais aplicativos precisam de mais poder gráfico que os demais. E dependendo do programa em uso, a troca é feita automaticamente. Além disso, o usuário pode a qualquer momento sobrescrever essa preferências.

    A abordagem da Apple nos novos modelos do MacBook Pro difere da tecnologia Optimus de duas maneiras-chave. A primeira é que a troca é efetuada automaticamente pelo Mac OS X sem precisar da intervenção do usuário. A segunda diferença é que no caso dos modelos da Apple, a integração gráfica do chip principal é desabilitada quando o sistema estiver utilizando a GPU, reduzindo assim o consumo de energia desnecessário que estaria sendo processado pela integração gráfica sem estar verdadeiramente em uso.

    Parece que as empresas americanas (ou pelo menos a Apple) não estão mais criando soluções de força bruta, e assim, se aproximando cada vez mais do modelo japonês de desenvolvimento de hardware, que prefere criar soluções otimizadas para cada uso de seus hardware.


    Atualização de Software

    Se você já é um felizardo proprietário de um dos mais novos MacBook Pro lançados hoje, saiba que já tem atualizações para você efetuar. O primeiro patch para o sistema já está disponível e tudo o que você precisa fazer é ativar o Software Update. O MacBook Pro Software Update 1.3 é uma atualização para todos os modelos do MacBook Pro de 15 e 17 polegadas, que corrige um problema com o uso do hardware gráfico. Esse patch contém melhorias para a estabilidade gráfica para uso de aplicações de vídeo de alta-performance e jogos, além de fixar alguns bugs.

    Essa atualização também não é discreta em tamanho, e o sistema terá de efetuar o download de 258,32 MB de dados, e requer que você esteja rodando a versão 10.6.3 do Mac OS X, a mesma versão de sistema operacional que já vem embarcada nesses novos modelos.


    Extras

    Uma novidade é que já existem apps que permitem o uso do iPad como uma segunda tela para o seu novo MacBook Pro, que poderá ser utilizado como uma simples tela extra, ou mesmo como um enorme touch pad. Mas essa é uma solução vinda de terceiros. Seria interessante que a Apple incorporasse essas funcionalidades oficialmente em um de seus apps. A indústria de profissionais gráficos adoraria ter isso em mãos com suporte direto da empresa.


    Notícias relacionadas:

    - Google Android Tablet
    - Novo MacBook Pro à Caminho
    - Novidades do iPhone OS 4


    Links de Interesse:

    - Inside Apple's automatic graphics switching
    - Apple Releases Update for New 15-, 17-inch MacBook Pros
    - MacBook features we're still waiting on
    Comentários 1 Comentário
    1. Avatar de gibim
      gibim -
      Para quem quer trocar de mac, recomendo a loja AppleMais Venda de Produtos Apple - São Paulo Eles tem preços super justos e pronta entrega em São Paulo
    + Enviar Comentário


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L