• LXDE Migrando Desktop para Qt

    Os desenvolvedores do LXDE estão trabalhando em uma versão de seu desktop baseada em Qt e já conseguiram inclusive efetuar o porte de uma parte significante dos componentes do LXDE para esse framework de interface de usuário escrito em linguagem de programação C++. Enquanto ainda permanece em estado experimental, os desenvolvedores já puderam mostrar um desktop funcional com o painel, o gerenciador de arquivos PCManFM, e um visualizador de imagem funcionando. Vale ressaltar que a maioria dos applets do desktop já funcionam com o painel portado.


    O porte par Qt no LXDE já oferece um desktop funcionando. Fonte: LXDE Project
    .

    Mas os usuários do LXDE tradicional nada tem a temer. È importante destacar que mesmo com todo esse avanço na migração para Qt, os desenvolvedores disseram que não interromperiam o desenvolvimento da versão GTK+2 do LXDE e que a versão para Qt é apenas um projeto em paralelo. Porém, encarar uma eventual transição do GTK+2 - que não mais está sendo desenvolvido no projeto upstream - para o GTK+3, parece que o projeto está apostando mesmo em um porte futuro para o Qt. De acordo com os desenvolvedores, o uso de recursos do porte para Qt é comparável com um porte potencial para o GTK+3 (que é a versão corrente do projeto GTK+), e apenas manifesta uma "pequena elevação no uso de memória" em comparação a versão corrente baseada no GTK+2. Entretanto está claro que os mantenedores do projeto preferem substituir o GTK+2 pelo Qt ao invés de ter de mover todo desenvolvimento do LXDE para o GTK+3, e que o porte corrente (e experimental) para Qt pode ser visto como um passo a frente nessa estrada.

    O LXDE-Qt, como o porte está sendo chamado, está usando o Qt 4. Devido a algumas alterações de APIs relacionadas ao X11 no Qt 5.0, os desenvolvedores disseram que iriam esperar o recente lançamento da versão Qt 5.1 seja adotada pelas distribuições Linux (pelo menos as principais distribuições Linux). A equipe do LXDE também deseja esperar por possíveis problemas com a substituição iminente pelo Wayland, algo que as equipes tanto do Qt quanto do Wayland têm trabalhado por algum tempo. O plano também é esperar pelos desenvolvedores tanto do GNOME quanto do KDE, na correção de problemas internos com a interação entre o Qt e o servidor de display Wayland antes mesmo de atualizar o LXDE para a versão Qt que trabalha de forma correta junto ao Wayland.

    Enquanto o porte do PCManFM possui "a maior parte das funcionalidades" da versão GTK+ e está "praticamente pronta para uso diário", os desenvolvedores disseram que outras partes do desktop baseado em Qt ainda precisa de algum trabalho de desenvolvimento. O código para o LXDE-Qt já está disponível no repositório Git do projeto LXDE, mas os desenvolvedores dizem que o mesmo "ainda não está pronto para uma nova versão estável" e ainda está sob desenvolvimento pesado. Ainda não existe nenhum roadmap para uma versão oficial do LXDE-Qt e ainda não foi decidido se, ou quando, ela irá substituir a versão corrente em GTK+2 desse ambiente de desktop.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: LXDE previews Qt port of its desktop (em Inglês)

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L