• GitHub Mais Atento a Licenciamento de Código Aberto

    O GitHub acaba de lançar um novo site - choosealicense.com – como uma forma de simplificar a seleção de licença de código aberto para os projetos, e adicionou novas configurações de licenças no processo de criação de novos repositórios para esses projetos. É importante lembrar que a companhia foi duramente criticada no passado por não lembrar os usuários que divulgando o código de forma pública não o coloca como domínio público, mas sim, deixa o mesmo como um código proprietário sem licença definida.

    O dropdown da escolha de licenças durante a criação de um novo repositório no GitHub.


    Agora, quando um novo repositório está sendo criado, assim como as opções para inicializar o repositório com um arquivo do tipo readme e um arquivo do tipo .gitignore, o usuário já pode selecionar uma das seguintes licenças para ser adicionada de forma automática ao repositório: Apache, GPL, MIT, Affero GPL, Artistic, BSD, Eclipse ou LGPL. Selecionar qual dessas licenças é apropriada é assistida pelo site ChooseALicense.com, onde a abordagem de seleção envolve perguntas sobre o que o usuário deseja de uma licença, que vão desde as licenças simples e permissivas, até as licenças relacionadas a patentes, ou mesmo as que garantem o compartilhamento de melhorias.

    Uma vez que uma licença seja selecionada, um sumário de seus atributos é mostrado para o usuário, junto com notas de como aplicar a mesma no projeto. A seguir, com um clique do botão do mouse você pode copiar o texto da licença para o clipboard. Vale destacar que o site ChooseALicense.com também é de código aberto, sob as licenças CC Attribution 3.0 e MIT, e permite que os interessados efetuem um fork de seu próprio projeto de repositório.

    Existe também uma aplicação não-filiada feita pelo empregado Garen J Torkian do GitHub. O AddALicence.com funciona através da API do GitHub e pode visitar cada um dos repositórios públicos dos usuários, permitir que o usuário selecione uma licença e então adicione o novo arquivo de licença para seu respectivo repositório. Ela é ideal para desenvolvedores com projetos de código aberto já existentes que desejem resolver seus problemas de licenciamento. Novamente, sob a licença MIT, esse projeto também pode ser modificado ou um fork pode ser implementado.

    Saiba Mais:

    - Heise Online: GitHub gets smart over open source licences (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L