• Lançado openBSD 5.4

    Ontem, dia 2 de novembro de 2013, foi anunciado o lançamento da versão 5.4 do openBSD. Dentre as novidades temos a inclusão ou extensão de suporte para novas plataformas como a Octeon e Beagle, alteração de formato de VAX para ELF, melhoria no suporte a hardware incluindo o KMS (Kernel Mode Setting), reformulação do inteldrm, suporte experimental para fuse, além da reconstrução da manutenção de checksum para protocolos de rede. Com relação as atualizações de software, o openBSD também vem embarcado com OpenSMTPD 5.3.3, OpenSSH 6.3, mais de 7.800 ports, e muito mais. Para os interessados, abaixo detalhamos a maioria das novidades do novo OpenBSD 5.4.


    Plataformas

    Dentre as novas plataformas suportadas (além da extensão de suporte para as plataformas correntes) temos a OpenBSD/octeon, que é uma nova plataforma para sistemas baseados em processadores compatíveis com Cavium Octeon MIPS, além do suporte para máquinas incluindo Portwell CAM-0100 e Ubiquiti Networks EdgeRouter LITE (detalhe: sem armazenamento local).

    A segunda plataforma é a OpenBSD/beagle, que é uma nova plataforma para sistemas OMAP3/4 e AM335x utilizando CPUs ARM Cortex-A8 ou Cortex-A9. As placas suportadas são: BeagleBoard C4/xM, BeagleBone e BeagleBone Black, PandaBoard e PandaBoard ES

    Melhoria do Suporte ao Hardware

    Como informado no início dessa matéria, o inteldrm foi totalmente reformulado, incluindo sincronia com o kernel Linux 3.8.13, suporte para KMS incluindo suporte para tipos de saída adicionais como a DisplayPort, aceleração completa de hardware via Sandy Bridge, incluindo o uso de anéis 3D, e o wsdisplay que agora possui conexão com o inteldrm oferecendo um console framebuffer.

    A segunda novidade em hardware é o vgafb que agora suporta múltiplos consoles virtuais, além de suporte para touchpads Elantech versão 4 (clickpad) adicionado para pms. Também temos a correção no manuseio de EOM st, habilitando um suporte muito melhor para o Bacula. E para finalizar, temos o suporte para discos vdsk maiores de 2 TB de espaço de armazenamento.

    Pilha de Rede

    Na versão 5.4 do OpenBSD, o checksum para manuseio de protocolos de rede foi todo retrabalhado. O divert agora já calcula o checksum do IP e do protocolo de pacotes reinjetados. Também não mais é necessário apagar a rota indeletável RNF_ROOT.

    Com relação as melhorias dos daemons de roteamento temos a inspeção em relayd para o suporte a SSL, a adição do slowcgi que é uma implementação FastCGI baseada na libevent, a habilitação do suporte a ECDHE no httpd, o inetd não mais inicia por padrão, e várias melhorias para o pdpd, incluindo o ganho de velocidade no processo de estabelecimento de sessões, suporte para adjacências, suporte para endereços múltiplos por interface, e muito mais.

    Com relação exclusivamente ao dhcp, temos a melhoria de compatibilidade com as restrições da RFC 2131 no que se refere aos identificadores-clientes, além de correção dos leases de sincronização, reposição manual do parser de data e impressão com o strftime e strptime respectivamente. Também temos os rótulos de datas explícitos nos arquivos de leases, para agora serem datas do tipo UTC.

    E por fim, no dhclient temos a remoção das rotas adicionadas por processos dhclient em estado defunct. Foram feitas melhorias no manuseio da opção de identificador-cliente, além da ampliação do ip_ttl nos pacotes para o valor máximo de 128, permitindo agora que servidores mais distantes possam ser alcançados. Também temos a melhoria das interações entre os processos dhclient permitindo que o próprio dhclient mais recente possa sempre persistir. O suporte para as opções de rotas estáticas e rotas estáticas sem classe também foi adicionado, além da correção de mensagens de log para a impressão correta de endereços, e a redução do nível de verbosidade de log na emissão de mensagens de debug.

    Fonte:

    - Slashdot: OpenBSD 5.4 Released (em Inglês)
    - openBSD: The OpenBSD 5.4 Release (em Inglês)

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L