• Apple Adquire Intrinsity

    A Apple acaba de anunciar a aquisição da Intrinsity, a fabricante de um dos chips mais rápidos do mercado de processadores para dispositivos móveis. Essa aquisição foi duplamente estratégica, pois também visa agrupar sob a asa da empresa de Steve Jobs, alguns conceituados fabricantes de chips da atualidade. Isso mostra que a empresa vai continuar a tentar ganhar vantagem no mercado de dispositivos móveis através da aquisição de empresas especializadas.

    A corrida da Apple visa ter em suas mãos os chips mais rápidos do mercado, para seus dispositivos móveis, e abrir uma clara vantagem com relação a seus competidores. A empresa adquiriu a Intrinsity, uma pequena companhia situada em Austin, Texas, muito conhecida pela produção das versões compactas de seus chips para computadores freqüentemente encontrados em dispositivos móveis. O negócio foi fechado no final do mês passado, e posteriormente confirmado pela própria Apple nessa terça-feira, dia 27.

    Os rumores sobre essa aquisição começaram bem antes da Apple anunciar a compra, já que muitos dos empregados da Intrinsity estavam se registrando como empregados da Apple, em seus cadastros no LinkedIn. Esta é a segunda vez em dois anos que a Apple adquire uma companhia produtora de chips, para garantir propriedade em tecnologias críticas, para a produção de processadores cada vez mais rápidos, que consomem cada vez menos energia.

    Tom R. Halfhill, um conhecido analista de chips disse para o Microprocessor Report que isso adiciona mais um trunfo para a empresa. Halfhill também sugere que o valor da aquisição deva estar próximo a US$ 121 milhões, de acordo com seus contatos nesse setor industrial. É óbvio que a Apple, que não informou publicamente o valor da aquisição, negou comentar sobre o assunto. Halfhill ainda comentou que o preço da aquisição foi como troco para a Apple, e a empresa saiu ganhando muito com isso, com uma série de benefícios.

    Lembramos que os produtos da Apple devem sempre lidar com "trabalhos difíceis", como tentar reproduzir um vídeo da melhor maneira possível e, ao mesmo tempo, manter o consumo da bateria a níveis aceitáveis, economizando o máximo possível. E isso tem sido ponto de corte principal para o mercado, desde que Steve Jobs lançou o iPad no mercado, emf evereiro desse ano. E um dos pontos-chave de seu produto, foi a introdução do chip A4, que a própria empresa acredita estar oferecendo a melhor economia de bateria, pelo melhor desempenho. E tudo isso, em relação a outros dispositivos semelhantes no mercado, seja em hardware e funcionalidades.

    É claro que existe toda uma especulação no mercado de que o chip A4 que a Apple usa em seu iPad, se baseia na tecnologia da Intrinsity, para obter o seu atual poder de processamento. A atual velocidade dos chips embarcados em muitos dos dispositivos móveis no mercado, normalmente são medidos em MHz (megahertz). E um dos chips mais populares do mercado, tem operado na faixa dos 600MHz. Já os engenheiros da Intrinsity descobriram uma maneira de aumentar a velocidade para 1000MHz (1GHz) sem aumentar muito o consumo de energia, e tendo toda a eficiência desse clock. E o resultado parece ser o A4 embarcado no iPad.

    A Intrinsity tem trabalhado com uma divisão da Samsung que fabrica esses produtos velozes. E a mesma divisão da Samsung foi responsável pela construção do A4 para a Apple. Esse fato foi esclarecido pela Chipworks, uma empresa que faz engenharia reversa e análise de produtos. Ao adquirir a Intrinsity, a Apple ganhou uma folga de mercado de aproximadamente 350MHz, em relação aos seus concorrentes.


    Links de Interesse:

    - Apple Buys Intrinsity, a Maker of Fast Chips


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L