• FBI Está à Procura de um "Provedor de Malware"

    Em um REQUEST FOR QUOTE (RFQ), publicado na última segunda-feira, o Bureau prestou uma explicação, sobre a razão que existe por trás de sua necessidade, citando que a Divisão Operacional de Tecnologia (OTD), Unidade de Análise Investigativa (IAU) do FBI tem a seguinte missão: fornecer análise técnica de métodos digitais, software e dados, e fornecer apoio técnico às investigações do FBI e operações de inteligência que envolvem computadores, redes e software malicioso.


    A IAU tem uma equipe de analistas técnicos altamente treinados, especialistas e engenheiros que oferecem suporte técnico, que empregam métodos analíticos desenvolvidos e ferramentas inovadoras para analisar os dados coletados. Fundamental para o sucesso da IAU, haveria a necessidade de uma "coleção de malware" a partir de fontes da indústria múltipla, da aplicação da lei e de pesquisas.

    O Bureau está à procura de uma média de 35 GB de malware por dia. Pode ser na forma de arquivos executáveis ​​de Unix / Linux, Windows e Macintosh, arquivos de imagem, arquivos de vídeo e arquivos de áudio, JavaScript, documentos do MS Office, RTF, PDF, PHP, HTML e eles têm de ser organizados por assinaturas SHA1. A alimentação diária de malware deve ser um "snapshot" das 24 horas anteriores, e sua recuperação automatizada através da comunicação machine-to-machine.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/malware_news.php?id=2700

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L