• Tendências para Tecnologia Forense Móvel em 2014

    A líder mundial em tecnologia de análise forense em dispositivos móveis Cellebrite, realizou uma pesquisa em ​​sua base de clientes e realizou entrevistas com os principais especialistas forenses móveis e analistas do ramo, pedindo a sua opinião sobre as principais tendências que moldam a tecnologia forense móvel neste ano de 2014. Segundo a pesquisa, é possível esperar que as seguintes tendências estejam por vir:

    - Os consumidores estão confiando cada vez mais em vários dispositivos: a partir daí, os investigadores tendem a realizar uma análise de dados de vários telefones celulares, tablet, GPS e outros meios de comunicação móveis, não apenas por situação, mas também por pessoa.


    Proliferação no Uso de Dispositivos Móveis Exige Maior Empenho nas Investigações Forenses

    Como resultado, as investigações forenses móveis ultrapassaram a computação forense, com um aumento de até três vezes nos últimos três anos. "Esta tendência mostra que, como os dispositivos móveis se tornam mais poderosos e fáceis de usar, mais pessoas dependem deles para gerenciar diferentes aspectos do seu trabalho e da sua vida pessoal", disse Cindy Murphy, detetive do Madison Wisconsin Police Department. Isso significa que os investigadores precisam de maneiras para gerenciar múltiplas fontes de dados, para obter uma imagem completa da vida de cada pessoa, no período de tempo que eles precisam de mais informações."


    Devido ao rápido aumento de evidências nos dispositivos móveis, agências de aplicação da lei não podem mais depender exclusivamente dos laboratórios forenses nos níveis estadual e federal. "Seja como parte de um incidente, a visualização forense em relação à mídia digital durante a execução de um mandado de busca e apreensão ou relativo a uma autorização para procurar avaliar uma queixa, quase 44 por cento dos entrevistados mostra que as práticas forenses digitais estão se tornando democratizadas", declarou D/Sgt Peter Salter, do Police Service of Northern Ireland eCrime Unit.


    Processo para Tomada de Decisões

    Além de tudo, conhecimentos especializados serão sempre um elemento estratégico e muito importante na capacidade geral de produzir provas substanciais para o tribunal. No entanto, especialistas e investigadores de casos iguais, tem o benefício da capacidade de examinar exposições a nível local e na linha de frente. Dentro de procedimentos acordados, esta abordagem permite que os investigadores possam determinar quais exposições requerem uma investigação mais aprofundada, bem como fornecer aos investigadores da linha de frente o rápido e controlado acesso relacionado à prova digital, a fim de informar a sua tomada de decisão crítica."


    Evidências Forenses Móveis a Partir de Redes Sociais

    Há aproximadamente 1,19 bilhão de usuários ativos no Facebook, 300 milhões de tweets enviados no Twitter mensalmente e 16 bilhões de fotos compartilhadas no Instagram, também em uma análise mensal. Além disso, em 2013 foram feitos mais de 100 bilhões de downloads de aplicativos móveis. O resultado? Dados que vivem em aplicações sociais tornaram-se extremamente importantes, e assim, o número de investigações criminais envolvendo os dados coletados a partir desses aplicativos aumentou significativamente.


    Importância dos Aplicativos Móveis como Fonte de Dados

    A pesquisa da Cellebrite revelou que 77 por cento dos entrevistados, acredita que os aplicativos móveis foram a fonte de dados mais importante, seguido pela nuvem, com 71 por cento. "Documentar diferentes canais de comunicação que fazem parte de um crime (por exemplo, Facebook, YouTube, etc), bem como aqueles que podem levar a novas testemunhas, vítimas, suspeitos e autores alternativos, está se tornando mais importante do que nunca", disse John Carney, Chefe do Departamento de Tecnologia da Carney Forensics "É necessário contextualizar dados de dispositivos móveis com dados sociais online das pessoas."


    Crescimento de Evidências Digitais e Percepção da Relevância de Dados

    Com a quantidade de evidências digitais crescendo de gigabytes a terabytes em muitos casos, a análise de dados se torna ainda mais crucial no entendimento das evidências móveis. Dessa maneira, os investigadores precisam ser capazes de separar os dados relevantes do inconsequente, e então facilmente, compreender e explicar as diferenças para si mesmos, para colegas, advogados e outros profissionais afins. "A capacidade de visualizar cronogramas, localizações geográficas e conteúdo, pode fazer toda a diferença na forma como esses profissionais percebem a relevância dos dados a serem extraídos", disse Simon Lang, Gerente Forense Digital da Sytech.


    Impactos de Malware Móvel em Investigações Civis e Criminais

    Em 2013, os especialistas do setor previram um aumento nas ocorrências de malware móvel e a consequente necessidade de examinadores forenses, para entender como reconhecer e analisá-las em conjunto com outras provas. "Malware como fator de fraude, roubo de propriedade intelectual, segredos comerciais e outros crimes é algo que todos os investigadores terão de considerar com todos os dispositivos móveis que encontrarwm", disse Carlos Cajigas, Training Director e Senior Forensic Examiner da EPYX Forensics. "O treinamento e experiência prática são necessários para desenvolver o nível de proficiência que os pesquisadores precisam para fazer essas avaliações".

    De acordo com as declarações de Ron Serber, co-CEO da Cellebrite, o aumento do uso do telefone móvel e da confiança do consumidor nesses dispositivos, aumentou diretamente a complexidade das investigações criminais. "A fim de garantir que os dados coletados se traduzam em evidências forenses, a consciência, educação e treinamento serão elementos fundamentais para a indústria forense móveis este ano."


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=16465

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L