• Ubuntu 10.04 LTS 3

    Finalmente, ontem a Canonical lançou de forma oficial o Ubuntu 10.04, codinome Lucid Lynx, logo após uma seqüência de versões de desenvolvimento. Mantendo o cronograma, a Canonical lançou três versões Alpha, duas Beta, e uma Release Candidate. Vale lembrar que esse é o terceiro LTS da Canonical, o que significa suporte estendido para todos os usuários dessa versão (10.04) seja a desktop ou a server. Uma das grandes novidades dessa nova versão é sua aparência. maior integração com o serviço Ubuntu One, um novo instalador, e um suporte a hardware melhorado.

    A nova versão do Ubuntu é baseada no kernel Linux 2.6.32, além de incluir o que há de mais recente em software e atualizações, enquanto adiciona um grande número de novas funcionalidades em relação a versão anterior do Ubuntu, a 9.10. Jane Silber, CEO da Canonical, afirma que o "Ubuntu 10.04 LTS desafia a percepção do desktop Linux, trazendo toda uma nova categoria de usuários para o mundo do Ubuntu".

    Saiba que as versões LTS anteriores estavam focadas na otimização global da estabilidade do sistema, e por isso não incluía uma grande quantidade de novas funcionalidades. As versões LTS da distribuição Linux Ubuntu, sempre baseadas no Debian Linux, são suportadas por 3 anos ininterruptos para a versão desktop, e 5 anos ininterruptos para a versão server. Esse é o significado para LTS: Long-Term Support. A título de comparação, as versões normais (não-LTS) possuem suporte apenas por 18 meses (1 ano e meio) para ambas as versões server e desktop.

    Para se ter uma idéia, a última versão do Ubuntu, a 9.10, terá seu suporte suspenso a partir de abril de 2011. E vale lembrar, para todos os usuários do Ubuntu 8.10, seu suporte acaba de ser encerrado neste mês de abril, com o lançamento da versão 10.04. As versões LTS sempre aparecem de dois em dois anos, justamente para que os seus usuários não tenham a preocupação com suporte, mesmo após o lançamento de seu LTS posterior. A cada novo LTS lançado, o LTS anterior ainda possui garantia de suporte por mais um ano inteiro (versão desktop), ou por mais três anos (versão server).

    A título de curiosidade, o lançamento do Ubuntu 10.04 teve problemas de última hora com sua versão desktop. A sua imagem ISO precisou ser refeita em pleno dia 29 (data oficial do lançamento da versão 10.04), devido a um bug encontrado no GRUB, o carregador de boot oficial desta distribuição, que apresentava problemas quando seus usuários tentavam efetuar dual-boot com a nova versão do Ubuntu.


    A Nova Cara do Ubuntu

    A interface do Ubuntu 10.04 ficou bem mais light e agradável, tanto aos olhos, como a sua utilização por parte dos usuários. Acredito que essa "melhoria" chegou em boa hora para a maioria esmagadora de seus usuários, que acredito, já estavam enjoando da interface "mais do mesmo" de todas as versões lançadas por essa distribuição. E para os adoradores do Mac, essa versão do Ubuntu se aproxima cada vez mais de seu look and feel. As maiores mudanças foram nos ícones, papéis de parede, e a adição de dois novos temas: o Ambiance e o Radiance. O tema Radiance possui cores mais brilhantes e uma barra de tarefas em tons de verde claro, enquanto o tema Ambiance usa e abusa mais de sombras e cores escuras, com uma barra de tarefas em tom bem opaco.


    Novo Desktop do Ubuntu 10.04.

    Redes Sociais

    Um dos principais motes do Ubuntu 10.04 é sua integração com as redes sociais diretamente de seu desktop. A integração com as redes sociais online através do Lucid Lynx permite a conexão com um grande número de contas de chat como Google Talk, Yahoo Messenger e ICQ, além de permitir que os usuários possam efetuar a divulgação para serviços como Facebook e Twitter. Tudo isso vem como funcionalidade embutida na nova versão do cliente de mensagens instantâneas Empathy aliado ao cliente de microblog Gwibber.


    Por Debaixo do Capô

    Como já relatamos nesta matéria, o novo Ubuntu vem embarcado com o kernel Linux 2.6.32, e também inclui a versão 7.5 do X.Org e do X Server 1.7. Como desktop sempre padrão da distribuição, temos o ambiente de desktop GNOME 2.30. No Lucid Lynx, o novíssimo driver Noveau é utilizado por padrão para placas de vídeo, o sistemas gráficos embarcados, que sejam da NVIDIA, sempre com suporte para KMS como detecção de resolução melhorada, e que agora vem com menos flicker durante a inicialização do sistema. Claro que para os usuários que possuam máquinas com o que tem de mais novo em NVIDIA instalado, o novo Ubuntu vem com 3 drivers proprietários diferentes, todos s disposição do usuário e da gama de cartões gráficos NVIDIA à disposição no mercado.

    Uma das metas eternas da equipe de desenvolvimento do Ubuntu, é sempre buscar reduzir o tempo de boot a cada nova versão lançada desta distribuição. E eles tem conseguido isso de forma consecutiva a cada novo lançamento. O Lucid Lynx está realmente mais rápido no boot que seu antecessor, o Karmic Koala (9.10).


    Aplicativos

    O Ubuntu 10.04 vem carregado de novas versões dos softwares mais utilizados pelos usuários dessa distribuição, como o conjunto de aplicativos de escritório OpenOffice.Org 3.2, o navegador Web Firefox 3.6.3, o banco de dados MySQL 5.1, o popular cliente de BitTorrent Transmission 1.92, e o gravador de CD e DVD Brasero 2.30.0. O Rythmbox é o aplicativo padrão para execução de arquivos de vídeo e áudio, e o G-Spot é o programa para gerenciamento de coleção de imagens e fotografias digitais que acompanha essa versão do Ubuntu.

    Dentre as novidades, temos o Simple Scan, um novo aplicativo para uso com scanners de documentos e imagens, e promete tornara vida dos usuários muito mais fácil no processo de uso desses aparelhos, que sempre são temidos no Linux, pela falta de drivers e suporte. Outra adição é o PiTiVi, o editor de filmes baseado no GStreamer, permitindo que você possa cortar e combinar diferentes partes de filmes e montar sua própria seqüência.


    Links de Interesse:

    - Canonical releases Ubuntu 10.04 LTS "Lucid Lynx"
    - What's new in Ubuntu 10.04 LTS
    Comentários 1 Comentário
    1. Avatar de BioVieira
      BioVieira -
      Acabei de instalar a nova versão do ubuntu.
      Vou falar, não foi fácil. Se os desenvolvedores perceberam o probelma do grub, não viram que o instalador também apresenta problemas.
      Tanto que só consegui instalar o Lucid com o alternate cd em modo oem.

      Vou aguardar um novo release com correções, para poder queimar uma midia definitiva ou solicitar uma no site da Canonical.

      Apesar de ser a primeira vez que tenho problemas com releases do Ubuntu, isso já soa meu sinal de alerta: Será que estamos caminhando para um produto com traços de microsoft em função dos ciclos de lançamento? Apresentando falhas já no lançamento e dependentes de patches constantes?

      Eu espero sinceramente que não. Não faria bem pra imagem da Canonical, que reconhecidamente oferece produtos de qualidade, nem para o Linux em si, já que eu vivo tirando sarro dos meus amigos que usam Rwindows e vivem às voltas com bugs e infecções.

      Vamos torcer para ser apenas um xiste na história do Ubuntu.
    + Enviar Comentário


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L