• Principal Alvo de E-mails Maliciosos

    No primeiro trimestre de 2014, os spammers começaram a imitar mensagens de aplicativos móveis. Eles tem preferência pelos mensageiros móveis populares como WhatsApp, Viber e Google Hangouts. Além disso, as notificações supostamente enviadas a partir desses aplicativos foram usadas ​​para espalhar malware e "adverts harmless". A crescente popularidade de dispositivos móveis, significa que ataques de phishing visando IDs da Apple estão se tornando mais freqüentes.




    Nessa sequência, muitos gadgets são utilizados tanto para a sincronização dos seus contatos quanto para o fato de que as mensagens de aplicativos móveis podem chegar por e-mail; assim, poucos seriam suspeitos do fato de que o WhatsApp não está diretamente ligado a um serviço de e-mail. Essa falta de cuidado pode custar caro, já que o arquivo anexado continha o notório Backdoor.Win32.Androm.bjkd, cuja principal função é a de roubar dados pessoais dos usuários.


    "Recentemente, temos visto um crescimento no número de ataques contra usuários móveis. Além disso, os gadgets tornaram-se populares, mesmo entre aqueles que tinham pouca interação com computadores e estão menos familiarizados com a segurança do computador. Isso abre, fortemente, novos vetores de ataques de spammers e phishers.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/malware_news.php?id=2762

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L