• Adobe Flash 10.1 Suportará Private Browsing

    Agora é fato! A versão 10.1 do Adobe Flash Player irá oferecer um controle melhorado dos cookies do Flash, também conhecidos como LSO (Local Shared Objects). Diferente dos cookies dos navegadores, os cookies do Flash são praticamente impossíveis de serem desabilitados ou apagados via configurações do próprio navegador do usuário. Inclusive, eles chegam ao cúmulo de ignorar quaisquer configurações de privacidade que estejam ativas. Além disso, os cookies do Flash podem conter muito mais dados que os limitados cookies dos navegadores, que permitem um máximo de 100 KB (Kilobytes).

    O problema é que os navegadores mais utilizados no mercado (IE 8, Firefox 3.5 e Safari 2, Chrome), possuem o recurso Private Browsing, que ativamos quando queremos que determinada navegação a ser realizada seja efetuada de forma mais segura e sem deixar "rastros" na Internet. Atualmente os cookies do Flash só podem ser administrados via configurações do próprio Flash Player, e com isso, só podem ser removidos através do gerenciador de configurações das páginas Web da Adobe.

    Já o novo plugin Flash da Adobe irá respeitar as sessões de navegação privada dos navegadores. Assim, durante essa navegação, ambos os cookies do navegador e do Flash estarão disponíveis apenas temporariamente, e serão deletados ao final de cada uma dessas sessões.

    Saiba Mais:

    [1] Heise Online: http://www.h-online.com/security/new...ng-994737.html


    Sobre o Autor: tuxdahora


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L