• Polícia Federal: Operação IB2K Desarticula Quadrilha que Desviava Dinheiro de Contas Bancárias pela Internet

    A Polícia Federal deflagrou ontem, dia 29 de setembro, a Operação IB2K, que teve como o objetivo a desarticulação de uma organização cybercriminosa voltada ao furto de valores de contas de clientes através da Internet, além de práticas de lavagem de dinheiro. Cerca de R$ 2 milhões teriam sido desviados pelos bankers, que visaram correntistas da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e de outras instituições bancárias privadas, principalmente no Distrito Federal, em Goiás e em São Paulo.



    Cumprimento de Mandados de Prisão, Busca e Apreensão

    Em decorrência da operação, foram cumpridos 53 mandados no DF e nos dois estados citados (GO e SP), sendo 8 de prisão preventiva, 10 de prisão temporária e 35 de busca e apreensão. Além disso, os investigados responderão, mediante suas participações, pelos crimes de furto qualificado mediante fraude, participação em organização criminosa e lavagem de dinheiro. Os beneficiários desses pagamentos fraudulentos também deverão responder pela participação nas ações criminosas.


    Ação dos Cybercriminosos

    A organização cybercriminosa agia, principalmente, mediante oferecimento de serviços via Web, serviços estes relacionados a pagamentos de boletos bancários, IPVA, IPTU, dentre outros, mediante cobrança de apenas 50% a 60% do valor do título a ser quitado. A partir daí, foram averiguadas ainda fraudes mediante recarga de telefones celulares e transferências bancárias para contas de "laranjas". Para ter acesso aos recursos, a quadrilha enviava milhares de mensagens eletrônicas pela Internet, o que é bastante conhecido como "spam".

    Essas mensagens continham links que levavam as pessoas para páginas falsas, e que ao serem acessados faziam com que as vítimas fornecessem seus dados bancários e suas respectivas senhas de acesso. Conseguindo as informações pretendidas, toda a fraude era facilitada, permitindo o acesso ao canal bancário na Internet como se fosse o cliente da própria instituição.

    Nesse contexto, foi realizada uma entrevista coletiva nesta segunda dia 29, às 11h, na Superintendência da PF no Distrito Federal, localizada no Setor Policial Sul, SAIS Quadra 7 - Lote 23.


    Saiba Mais:

    [1] DPF http://www.dpf.gov.br/agencia/notici...s-via-internet

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L