• Radare: Framework de Engenharia Reversa Apresenta Reescrita da Versão 2.0

    Radare, o framework de engenharia reversa que agora liberou sua versão 2.0, apresenta este release como uma uma reescrita a partir do zero com referência a seu sistema tradicional, a fim de oferecer um conjunto de bibliotecas e ferramentas para trabalhar com arquivos binários. Esta reescrita de Radare (ramo 1.x),tem o intuito de fornecer um framework poderoso, com um conjunto de bibliotecas e programas para trabalhar com dados binários. Vale ressaltar que o Radare Project começou como uma ferramenta forense, um editor hexadecimal de comando programável, capaz de abrir arquivos do disco. Entretanto, o suporte para análise de binários veio posteriormente, além de processos de desassembling code, depuração de programas, anexando a servidores remotos GDB, dentre outras funcionalidades similares.


    Além do mais, Radare 2.0 é um utilitário portátil, e oferece suporte à arquiteturas como 6502, 8051, arm, arc, avr, bf, tms320 (c54x, c55x, c55+), gameboy csr, dcpu16, dalvik, i8080, mips, m68k, mips, msil, snes, nios II, sh, sparc, rar, powerpc, i386, x86-64, H8/300, malbolge, T8200. Em relação a formatos de arquivos, há suporte para bios, dex, Elf, Elf64, filesystem, Java, fatmach0, mach0, mach0-64, MZ, PE, PE+, TE, COFF, plan9, bios, dyldcache, Gameboy e Nintendo DS ROMs. Radare suporta os seguintes sistemas operacionais: Android, GNU/Linux, [Net|Free|Open]BSD, iOS, OSX, QNX, w32, w64, Solaris, Haiku e FirefoxOS.


    Saiba Mais:

    [1] Hack Tools and Blackploit http://hack-tools.blackploit.com/201...framework.html

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L