• Tendências do Cybercrime que Prevalecerão na Área de TI

    A segurança cibernética tem sido um assunto prevalente nas manchetes dos noticiários em todo o mundo, e os assuntos relacionados tem causado muitas dores de cabeça neste ano de 2014, devido às violações de dados em larga escala que vem acontecendo em redes de varejo, ataques contra dados armazenadosna nuvem e vulnerabilidades em massa que tem sido detectadas e identificadas pelos muitos profissionais de segurança em todos os lugares do mundo. De acordo com uma análise feita por Charles Renert, vice-presidente da Websense Security Labs, os cybercriminosos estão adaptando, continuamente, técnicas e métodos evasivos para que possam contornar os sistemas de segurança que foram especificamente criados para detê-los.

    Ao analisar minuciosamente as tendências mais recentes do cybercrime e as táticas utilizadas, o executivo disse que foi estabelecida uma linha comum em cada uma destas previsões: as atividades ameaçadoras estão aumentando em nível de frequência e sofisticação. Portanto, abaixo estão algumas das previsões de segurança feitas pela equipe da Websense Security Labs:

    O setor da saúde irá presenciar um aumento considerável no roubo de dados, a partir de campanhas de ataques direcionados. Os registros de saúde são um verdadeiro "tesouro" de informações de identificação pessoal, que pode ser usado em uma infinidade de ataques e ajudar na aplicação de vários tipos de fraude. Em um ambiente ainda em transição, no qual milhões de registros de pacientes estão sendo transferidos do papel para o formato digital, muitas organizações estão sendo um pouco negligentes quando se trata de proteger dados pessoais de segurança. Como resultado deste cenário, os ataques cibernéticos contra o setor em questão vão aumentar muito.



    Ataques à Internet das Coisas (IoT) Incidirão Sobre as Empresas, e não em Relação aos Produtos de Consumo

    À medida em que a Internet das Coisas começou a acelerar a conectividade de itens de uso diário, os "hacks" de prova de conceito contra geladeiras, termostatos da casa e carros passaram a ser amplamente divulgados. No entanto, a ameaça real da Internet das Coisas, provavelmente, ocorre em um ambiente de negócios que tem uma forte relação com o consumidor. Cada novo dispositivo conectado à Internet em um ambiente de negócios aumenta ainda mais a superfície de ataque. Além disso, estes dispositivos conectados usam novos protocolos e apresentam novas formas de ocultar atividades maliciosas.


    Ladrões de Cartão de Crédito Serão Também Agentes de Informação

    Devido ao setor de varejo aumentar suas defesas e medidas de segurança, tais como implementação de chips e tecnologia PIN, os cybercriminosos começam a acelerar o ritmo de seu sistema de roubo de dados de cartão de crédito. Além disso, esses criminosos vão começar a procurar uma ampla gama de dados sobre as vítimas. Estes ricos dossiers contem informações pessoais, de identidade de usuários individuais, consistindo de vários cartões de crédito, dados regionais e geográficos, informações e comportamentos pessoais, serão cada vez melhor negociados, da mesma forma que os cartões de crédito são roubados.


    Campanhas de Cyber-espionagem

    Compondo o cenário de transformações voltadas para a área de TI, haverá também novas (ou recentemente reveladas) campanhas de espionagem cibernética, o que caracteriza, verdadeiramente, um campo de batalha global. As técnicas e táticas de atividades que envolvem cyber-espionagem e elementos de uma guerra cibernética desencadeados por algum estado-nação, tem sido muito bem sucedidos em suas investidas. Como resultado disso, outros países também vão querer desenvolver seus próprios programas de cyber-espionagem, o que ocorrerá, particularmente, em países com uma alta taxa de crescimento econômico já previsto.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=17665

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L