• Attacks-as-a-Service: Cybercriminalidade Investirá Contra Estruturas Críticas em 2015

    No decorrer deste ano de 2014, foi possível presenciar o surgimento de POS (Point-of-Sale) malware e ransomware, de uma forma bem mais segmentada, com técnicas de evasão avançadas sendo difundidas tanto pelos criminosos cibernéticos quanto por hackers que contaram com o apoio de Estados-nação, além da sofisticação implementada aos novos tipos de trojans financeiros. Em face disso, o que podemos esperar em 2015 em relação a esse monte de pragas cibernéticas que assolam empresas dos mais variados setores e deixam a área de segurança bastante preocupada?


    De acordo com uma análise da SentinelOne, máquinas que executam sistemas como OS X e Linux serão alvos, de forma ainda mais ofensiva, de ataques cybercriminosos. Isso porque a adoção de sistemas Linux em datacenters corporativos apresentou um ligeiro aumento, o que propiciou com que as variantes de malware pudessem visar o sistema em questão, que até então, era considerado "intocável" por seus adeptos e fãs mais xiitas. Ao que tudo indica, os atacantes visarão este sistema operacional em um futuro próximo, de maneira mais agressiva.

    Em relação a sistemas Mac OS X, que tem experimentado um crescimento longo e lento em relação a ataques de malware - sem exclusão da enorme campanha "Flashback", desencadeada há alguns anos atrás. No entanto, o recente surgimento de vulnerabilidades 0-day esteve combinado com o aumento da participação de mercado da empresa responsável pela plataforma, especialmente entre os executivos, o que leva a crer que isso vai mudar em 2015. No que diz respeito às práticas de ransomware, elas irão continuar sim, e terão um método de ataque melhor elaborado e direcionado.



    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/secworld.php?id=17712

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L